CNH Especial: confira se você pode tirar carteira DE GRAÇA em 2024

CNH Especial: confira se você pode tirar carteira DE GRAÇA em 2024

Algumas pessoas não sabem, mas têm direito ao sistema do CNH Especial, que concede carteiras de motorista gratuitamente

Você já ouviu falar no termo CNH Especial? Se a resposta for não, saiba que você não está sozinho. A grande maioria dos brasileiros não sabe o que seria este sistema, e quem poderia fazer parte do benefício. Neste artigo, vamos nos debruçar sobre as regras gerais do programa em questão.

De acordo com informações de especialistas, a CNH especial é voltada para pessoas com algum nível de deficiência física, os PCDs. Para além de ter direito a uma carteira de habilitação gratuita, estas pessoas podem usar este documento para comprar carros novos com desconto, e com menos incidência de impostos.

De uma maneira geral, a CNH Especial descreve quais são as principais características e necessidades de adaptações do condutor. Por isso, o documento em si é um pouco diferente da carteira tradicional.

Como tirar?

O processo de retirada de uma CNH Especial não é muito diferente do processo de retirada de uma CNH comum. A única diferença é que no primeiro caso, o processo de avaliação médica precisa ser feito de maneira um pouco mais detalhada.

Quem deseja contar com uma CNH Especial, vai precisar passar pela avaliação de uma junta médica. Estes especialistas poderão avaliar com cautela a extensão da deficiência. Ao final da avaliação, eles indicarão se há ou não a necessidade de enquadrar o motorista em um sistema de CNH Especial.

CNH Especial: confira se você pode tirar carteira DE GRAÇA em 2024
Exemplo de CNH Especial. Imagem: Reprodução

Quem pode tirar a CNH Especial

De acordo com especialistas, para tirar a CNH Especial é preciso atender a todos os critérios abaixo:

  • Tem 18 anos;
  • Saber ler e escrever;
  • Possuir documento de identificação;
  • Estar inscrito no cadastro nacional de pessoas físicas – CPF;
  • Possuir comprovante de residência.

Caso você cumpra todas as regras acima, basta procurar uma auto escola para iniciar o processo de retirada, que normalmente inclui as seguintes fases:

  • Realização de exame psicotécnico
  • Realização de exame médico
  • Cumprimento da carga horária de aulas teóricas
  • Realização de prova de legislação
  • Cumprimento da carga horária de aulas práticas de direção
  • Realização da prova de direção

CNH Social

Nesta segunda-feira (6), o Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES) publicou os nomes dos 3,5 mil selecionados para a primeira fase do programa CNH Social de 2024. A consulta aos nomes dos cidadãos selecionados pode ser conferida no site oficial do Detran local. 

Nesta primeira fase do CNH Social no Espírito Santo, mais de 76 mil indicações foram analisadas. Foram enviados pedidos para obtenção da carteira de habilitação, além de adição ou mudança de categorias.

Caso o seu nome esteja entre os contemplados, o próximo passo é fazer a matrícula no site do Detran ES até o próximo dia 20 de maio. Para tanto, basta acessar a página do programa CNH Social e preencher os dados solicitados pelo sistema.

 “Começou a fase de matrícula dos 3.500 selecionados. É importante que todos fiquem atentos ao prazo de matrícula e aos prazos para realização de cada etapa do processo de Habilitação para não perderem o benefício”, disse o diretor geral do Detran-ES, Givaldo Vieira.

Foto na CNH

Do ponto de vista nacional, uma mudança recente na CNH foi aprovada no  Conselho Nacional de Trânsito (Contran) . Esta é uma informação importante para as pessoas que já tiraram a sua carteira, e também para aqueles que ainda precisam tirar as suas, seja no Acre ou em qualquer outra unidade da federação.

Segundo a nova decisão, as novas normas devem ter impacto diretamente na vida dos motoristas religiosos.

Isso porque o Contran decidiu que vai permitir a partir de agora a utilização de fotos com vestimentas que cubram a cabeça ou ao menos uma parte do rosto no documento oficial. Mas vale sempre lembrar que a medida só será permitida em dois casos específicos. São elas:

  • utilização de véus e hábitos por motivos religiosos;
  • caso de tratamento de saúde que tenha causado queda de cabelos.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.