Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Clássicos do vestibular: A Revolução dos Bichos, de George Orwell

Escrito e publicado em 1945 por George Orwell, um dos mais influentes escritores do século XX, o livro A Revolução dos Bichos é um clássico moderno. Desse modo, costuma aparecer em diversas provas de vestibulares. Considerado por muitos uma fábula sobre o poder, a novela narra a insurreição dos animais de uma granja contra seus donos. 

Desse modo, o livro se trata do desejo de um velho porco que sonha com uma granja comandada por animais, sem que sofram a exploração do homem. O sonho se concretiza em uma revolução. Daí o título A Revolução dos Bichos.

Enredo e características da obra

O ambiente no qual se passa a narrativa é uma granja que, incialmente, está sob o comando do Sr. Jones. No entanto, os animais estão insatisfeitos com a dominação e exploração do ser humano sobre eles. Desse modo, os animais se negam a ser tratados como escravos dos humanos e decidem se rebelar. Liderados pelo Porco Major, os animais expulsam o Sr. Jones e a granja fica sob liderança dos porcos, que se consideram os animais mais inteligentes.

Assim, a ideia é fazer da granja um Estado no qual todos são iguais. No entanto, rapidamente se iniciam as disputas internas, as perseguições e a exploração do bicho pelo bicho. De modo que a granja se torna um triste “arremedo” da sociedade humana, que os animais tanto criticaram. Há, então, uma série de jogos políticos e jogos de poder e, após a morte do Porco Major, Napoleão começa liderar a granja de maneira ditadora. Os animais passam por racionamento de comida e ainda têm que trabalhar durante longas horas no moinho criado por Napoleão. 

O enredo segue e os porcos da época do Sr. Jones morrem, de modo que a máxima “quatro patas bom, duas patas ruim” é superada e os porcos passam a andar sobre duas patas, consolidando a revolução contra os humanos. A novela é para muitos uma satírica sobre os descaminhos da Revolução Russa. Desse modo, a obra chegou a ser utilizada pela propaganda anticomunista.

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia O que fazer se “der um branco” na prova? Veja 3 dicas.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.