Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Casal acusado de fraudar Auxílio Emergencial é preso no Rio

De acordo com as informações oficiais, casal estava pronto para fraudar dezenas de contas do Auxílio Emergencial no Rio

Um casal foi preso na manhã desta quinta-feira (22), no bairro do Méier, na Zona Norte do Rio de Janeiro. De acordo com a Polícia Militar, eles estavam prontos para cometer uma série de fraudes em dezenas de contas do Auxílio Emergencial. E para isso, eles estavam aplicando golpes em agências da região.

Depois de receber a denúncia, a Polícia fez o cerco ao carro do casal e conseguiu prender os dois. Ainda de acordo com os agentes, ambos os suspeitos chegaram a oferecer um suborno no valor de R$ 10 mil para evitar a prisão. No entanto, a tentativa de crime não deu certo e eles acabaram na delegacia.

Segundo informações oficiais, o casal estava se preparando para cometer as fraudes. A polícia informou que eles estavam com dezenas de carteiras de habilitação. Vinte delas estavam com a foto da mulher, e outras 15 estavam com a foto dele. No entanto, todas elas tinham nomes diferentes.

Eles estavam portanto se fazendo passar por outras pessoas. Ainda de acordo com a Polícia, o casal confessou que estava indo nas lotéricas para fazer o cadastro de senhas em cada uma dessas carteiras. O objetivo era mesmo portanto usar todas elas na retirada dos valores em um futuro próximo.

A polícia informou que fraudes no âmbito do Auxílio Emergencial são de responsabilidade da Justiça nacional. Por isso, eles acabaram encaminhando o caso para a Polícia Federal (PF). Por lá, eles podem responder por uma série de crimes que vai desde os golpes no benefício Emergencial até a tentativa de suborno dos agentes públicos.

Fraudes no Auxílio

De acordo com informações do Tribunal de Contas da União (TCU) e da Controladoria Geral da União (CGU), o Governo Federal gastou bilhões de reais em pagamentos indevidos do Auxílio Emergencial no ano passado.

Este ano, no entanto, os dados de fraudes ainda não estão muito claros. O que se sabe mesmo é que a ordem dentro do Palácio do Planalto é mesmo evitar ao máximo que esses golpes continuem acontecendo nesta nova versão do programa.

Eles estão, por exemplo, aumentando o nível de proteção de dados em site do Governo Federal. Além disso, eles pedem também para que os próprios usuários tomem medidas de segurança para que os próprios não sejam vítimas dessas fraudes.

Dataprev

A luta contra os golpes, no entanto, é polêmica. É que em nome desse objetivo o Governo Federal está exigindo que o Dataprev realize análises constantes dos mais de 37 milhões de usuários do Auxílio Emergencial.

A ideia é justamente tentar encontrar pessoas que estão recebendo o benefício em situação de irregularidade. De acordo com os dados oficiais, mais de 2 milhões de brasileiros tiveram o bloqueio do projeto desde o início dos repasses, ainda em abril deste ano.

Nas redes sociais muita gente critica essa prática do Dataprev. Esses cidadãos afirmam que o órgão estaria apresentando justificativas irreais para os cancelamentos. Os agentes afirmam que as pessoas que não concordam com o resultado podem pedir uma contestação.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.