Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Carteiro distribui livros em gratidão: “A educação salvou minha vida”

A solidariedade é o que move o carteiro Tiago da Silva, 32. Natural de Alagoas, o rapaz atua distribuindo livros para estudantes de escolas públicas. Segundo ele, tudo o que faz é em gratidão. “A educação salvou minha vida”, ressalta ele em entrevista ao portal G1.

Silva é formado em Gestão de RH e trabalha atualmente como carteiro. Mas em seu tempo livre o que gosta de fazer é ajudar crianças e adolescentes com o incentivo à leitura.

Para colocar essa sua meta em prática, criou o projeto Mochileiro pela Educação. Com ele, o rapaz uniu a vontade de viajar com a filantropia. Carrega os livros que vai doar até aldeias indígenas, quilombolas, além de entidades sociais e instituições públicas de ensino.

“Quando eu me formei, eu disse que ia devolver tudo o que a educação fez por mim, que eu faria tudo por outros jovens”, diz ele, justificando o motivo para fazer o que faz.

Projeto cresceu

A ideia de Tiago da Silva não poderia ficar restrita a somente uma região. Por isso, de tanto divulgar sua boa ação, garantiu parceiros que quiseram apoiá-la e passá-la a diante para mais locais brasileiros.

Reunindo forças, o projeto do carteiro já conseguiu alcançar 65 cidades do Brasil. Até o momento, foram distribuídos quase 8.000 livros para quem mais precisa.

Além disso, junto às entidades apoiadoras, aconteceram inúmeras palestras para disseminar educação. Nesses eventos, mais de 30 mil jovens foram beneficiados.

Silva contou à entrevista que a iniciativa conseguiu beneficiar jovens que se prejudicaram durante a pandemia do novo coronavírus.

Como muitas escolas tiveram as aulas presenciais suspensas por causa da pandemia, nesse tempo, o mochileiro está fazendo doações em bibliotecas escolares e municípios que mantêm algumas atividades, além de visitas a casas de acolhimento.

E então, gostou de conhecer o projeto de Tiago? Compartilhe!

Não deixe de ler também – STF: Fux estende prazo para governo federal repassar R$ 3,5 bilhões à lei de internet na educação pública

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.