Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Cartão de crédito: 5 golpes para serem evitados – Parte 2

Clique aqui e leia a primeira parte deste artigo. Conheça os dois primeiros golpes mencionados do cartão de de crédito e como evitá-los antes de ter um prejuízo.

Veja mais golpes do cartão de crédito:

3 – Compras em sites falsos

Neste caso os criminosos criam sites falsificados de lojas confiáveis, geralmente estes links estão disponíveis nas redes sociais ou por meio de e-mail (spams) .

Ao criar estes sites falsos, os criminosos esperam que você compre pelo cartão de crédito e assim forneça todos os seus dados.

Geralmente os preços nestes sites estão num valor mais barato e em ofertas válidas por pouco tempo, para incentivar a compra e, consequentemente, roubar os dados.

O produto desta compra nunca vai chegar, já que na verdade os criminosos só querem roubar os seus dados.

Veja algumas dicas, indicadas pelo Techtudo, para reconhecer sites falsos:

  • Fique de olho no domínio. Por exemplo, “amaz0n”, ou sites diferentes com terminações em “net” ou “biz”;
  • Pesquise no WHOIS;
  • Realize uma pesquisa no Google; sites com baixa reputação tem dificuldade de aparecer na primeira página.

4. Troca de cartão

Nesta tática os criminosos são rápidos e estão atentos a clientes distraídos. É importante que você saiba que nem sempre seu cartão de crédito precisa ter sido clonado, os estelionatários podem furtá-lo.

Quando você digita a senha em uma máquina de cartão de crédito, muitas vezes podem ter criminosos prestando atenção em você.

Aproveitando momentos de distração, eles podem trocar seu cartão por um similar e assim aplicar golpes em posse do seu cartão de crédito.

Por isso, é importante ficar atento com compras em lojas presenciais e sempre verificar se o cartão que está guardando na carteira realmente tem seu nome.

Pode parecer difícil realizar está troca de cartões de crédito, mas lembre-se que são criminosos treinados e prontos para roubar seu dinheiro.

5 – Intercepção de linha telefônica e busca do cartão por motoboy

Outra modalidade é possível quando criminosos alegam que um motoboy irá buscar seu cartão em casa. Eles conseguem interceptar a linha telefônica e mesmo você ligando para a central (número atrás do cartão), você falará com os criminosos.

Neste caso, na primeira ligação os ladrões se passam pela central do banco que alegam algum motivo, como fraude ou cópia do seu cartão. Na sequência eles pedem que você confirme a informação na central e autorize a retirada do cartão.

Toda a conversa na realidade é feita com criminosos e assim que você entrega seu cartão os criminosos iniciam os golpes.

Em hipótese alguma o banco busca seu cartão em casa, desconfie de qualquer conversa deste tipo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.