Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4/5 - (1 vote)

Cartão clonado: evite cair no velho golpe

Criminosos usam vários meios diferentes para replicar o produto

Infelizmente, algumas pessoas já passaram por uma situação delicada de ter seu cartão clonado. E só descobrem o feito quando recebem notificações de compras que não fizeram.

Esse é um velho golpe, que vai se renovando a cada dia através dos meios ilícitos que os bandidos usam. Por isso, o Notícias Concursos, na matéria desta quarta-feira (03) te ajudará dando dicas simples, mas eficazes para não ter o cartão clonado.

Dados alarmantes

O PSafe – laboratório especializado em segurança digital – realizou uma pesquisa com dados alarmantes. Um em cada seis brasileiros já passou pela dor de cabeça de identificar compras indevidas. Além disso, 73% dos entrevistados disseram temer compras online por causa de golpes.

Porém, com cuidado e ação, você pode prevenir esse problema, tanto nas compras físicas quanto nas virtuais. Veja só como.

Conheça mais do golpe do cartão clonado

A fraude nos cartões ocorre quando os criminosos conseguem obter acesso às informações do seu cartão. Assim, se eles souberem nome completo, número do cartão, data da validade e código da segurança é um prato cheio.

Com esses dados, por exemplo, é possível clonar e realizar transações online. Fisicamente, quando o chip ainda não existia, eram muito comuns esses golpes usando apenas a tarja magnética – aquela tarja preta no verso do produto financeiro. Assim, quando os clientes passavam o cartão para concluir uma compra ou sacar dinheiro em um caixa eletrônico, os dados eram copiados.

Hoje, os chips são outra barreira para impedir que tais informações sejam roubadas dessa maneira. Contudo, os golpistas encontraram outras maneiras de obter fontes das vítimas. Um exemplo disso é o phishing.

Com esse tipo de golpe, os criminosos tentam “enganar” as vítimas para que roubem suas informações. Então, usam “iscas” falsas, muitas vezes promoções bastante atraentes.

Tais promoções resultam em links para páginas destinadas a capturar dados de clientes, principalmente dados de cartões. Além disso, existem outras maneiras de clonagem, como compartilhamento de informações em redes sociais e aplicativos de mensagens.

É muito perigoso enviar os dados do seu cartão, especialmente fotos da frente e do verso do seu cartão. Os hackers podem obter acesso ao seu telefone e conseguir essas fotos, desde que você confie em alguém do outro lado. Portanto, evite fazer isso.

Registrar um cartão em um aplicativo também é uma forma de capturar dados da vítima, principalmente se o aplicativo não for real. Isso pode acontecer, por exemplo, com alguns jogos para celular criados para esse fim.

Nas compras presenciais, os golpistas podem cometer “erros” ao inserir suas informações de compras em uma máquina de cartão. Assim, se você não tomar cuidado, conseguem seu PIN, já que deixam em branco o local onde deveria ter o valor especificado.

A pessoa, então, pega de volta a máquina com sua senha exposta, enquanto o cartão é clonado. Em breve, ela terá todos os dados de que precisa.

Cartão clonado: evite cair no velho golpe
Cartão clonado: evite cair no velho golpe – Canva Pro

Foi clonado? Saiba o que fazer

O mais importante é manter a calma quando for notificado de uma compra inadequada. Este problema é solucionável, portanto, se você não sabe o que fazer no caso de um clone de cartão de crédito, basta seguir alguns passos:

  • Bloqueie ou cancele seu cartão imediatamente, pois isso impedirá que outras compras sejam feitas;
  • Em seguida, investigue quais transações não são suas. Entre em contato com a loja primeiramente. Se eles se negarem a estornar, o próximo passo é ligar para o banco;
  • Entre em contato com seu banco para informar que o cartão foi clonado e apontar quais compras foram inadequadas. Os responsáveis iniciarão um processo de disputa para reembolsar o dinheiro e enviar um novo cartão.

Se desejar, no caso de uma compra física, você também pode registrar um boletim de ocorrência (BO) informando que seu cartão foi clonado. Isso lhe dará mais suporte para reverter a compra. Algumas cidades permitem a conclusão do BO online, para que você possa obter esse arquivo rapidamente para mais proteção.

Outras proteções

Você pode se proteger de golpes de cartão clone tomando alguns cuidados básicos no seu dia a dia. O primeiro passo é usar cartões virtuais para fazer compras online em sites e aplicativos. É como um “espelho” para um cartão físico, mas com número e data de validade diferentes. Dessa forma, seus dados ficam protegidos e você pode evitar dores de cabeça com a clonagem de cartões.

Outra dica é verificar os links recebidos por e-mail e mensagens de texto. Por mais incrível que a promoção possa parecer, não caia na tentação de clicar em algo que você não conhece. Sempre pesquise a loja na Internet e procure ofertas diretamente no site da empresa.

Se você estiver fazendo uma compra pela primeira vez em um site ou aplicativo com o qual não está familiarizado, faça uma pesquisa prévia sobre a reputação da marca de sites como o Reclame Aqui. Além disso, instale um antivírus em seu computador e telefone celular para notificá-lo sobre qualquer atividade suspeita, seja links falsos ou alguém tentando invadir seu dispositivo.

Outro ponto a ter em mente é nunca compartilhar as informações do seu cartão por mensagem de texto ou telefone, mesmo que você saiba quem é. Esses dados são muito sensíveis e não é seguro enviá-los a ninguém.

Ao fazer compras pessoalmente, nunca olhe para longe de onde está o cartão para evitar ser fotografado. Além disso, antes de digitar sua senha, verifique o que é mostrado no visor para não revelar informações indevidamente.

Por fim, em suspeita de cartão clonado, verifique regularmente seus extratos bancários e faturas. Assim, no caso de uma compra inadequada, você pode determinar rapidamente o golpe e tomar todas as medidas necessárias.

4/5 - (1 vote)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.