Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Cartão Bolsa Alimentação começa a ser liberado aos beneficiários

O benefício pode ter valor variado de R$ 51 a R$ 103, conforme a quantidade de vezes que o estudante se alimenta na instituição.

O Distrito Federal está distribuindo o cartão Bolsa Alimentação para os estudantes da rede pública de educação. A Secretaria de Educação anunciou a novidade e informou que cerca de 82 mil estudantes terão acesso ao benefício.

O benefício pode ter valor variado de R$ 51 a R$ 103, conforme a quantidade de vezes que o estudante se alimenta na instituição. Sendo o valor mínimo é destinado aqueles que possuem somente um momento de refeição na escola e o valor máximo para aqueles que estudam em tempo integral.

No total, R$ 11,3 milhões serão investidos na iniciativa só este ano.

Volta às aulas

Os alunos já estavam há mais de um ano sem estudar de forma regular, com atividades presenciais. Desde o início da pandemia, as escolas foram paralisadas a fim de evitar uma maior propagação da Covid-19.

Todavia, no dia 5 de agosto, as crianças da educação infantil e do ensino fundamental retomaram suas atividades nas instituições de ensino. Cerca de 4 mil alunos puderam retornar à sala de aula, ainda com todos as medidas e protocolos de segurança determinados pelas organizações de saúde.

Diante disso, os alunos que ainda não conseguiram voltar as aulas presenciais estão sendo beneficiados com o cartão Bolsa Alimentação. A medida prevê a redução dos índices de pobreza, garantindo a nutrição dos estudantes, que na maioria das vezes, é obtida por meio das merendas oferecidas nas escolas.

“Os auxílios são recursos eventuais e de transferência de renda, que servem para ajudar as pessoas a enfrentarem momentos de dificuldade econômica. É importante frisar que todo benefício segue critérios e quem recebe é acompanhado pela nossa equipe social. Trabalhamos para que o indivíduo e sua família não fiquem dependentes desses benefícios, mas para que encontrem uma maneira de ter o seu próprio sustento, sua autonomia”, ressalta a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
13 Comentários
  1. Sah Diz

    Queria sabe como faz pra pode recebe

  2. Michelli de Oliveira Rodrigues Diz

    Gostaria de saber se sou aprovada no programa

  3. Malia Diz

    Então foi liberado já?

  4. Luana Diz

    Como saber se minha filha tera direito?

  5. Maria Cristiane Borges Diz

    Tenho dois filhos um voltou as aulas presencial que é uma semana sim outra na minha outra filha não voltou por ter doença de cormobidade ela vai receber o que voltou vai receber referente as duas semanas e ela vai receber referente o mês completo como vai ser?

  6. Raquel C b Diz

    Aqui nos nunca recebemos nada além do aux emergencial e mais nada poxa ta difícil tomara melhorar muito pra mim

  7. Raquel C b Diz

    Será mesmo porq aqui aonde morro não é assim ainda pelo o sei isso q agente tem direitos

  8. Lucicleide santos sousa Diz

    Quero ver se tenho algum dinheiro no cartão alimentação

  9. Lucicleide santos sousa Diz

    Quero ver se tenho direito no cartão alimentação

  10. Daniele Sousa feitoza Diz

    Quero participar como faço

  11. Aline Diz

    Isso é para todo estado?

  12. Heide santos da silva Diz

    Como faço esse cartão

  13. Fabiana lima d Silva Diz

    Quero ver ser eu sou aprovada

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.