Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Caixa: NOVO crédito de R$ 1.000 via aplicativo; veja como fazer

Nada menos que R$ 10 bilhões em microcrédito serão liberados pela Caixa Econômica Federal (CEF) para brasileiros que desejam abrir ou investir em seus negócios. O objetivo do banco é oferecer microcréditos para apoiar os brasileiros após o fim do pagamento do auxílio emergencial, previsto para dezembro.

Além de servir como um suporte para o término do auxílio, a medida também é uma estratégia de crescimento do banco para os próximos anos. De acordo com a Caixa, aproximadamente 10 milhões de empreendedores serão beneficiados com pequenos empréstimos de até R$ 1.000.

O plano de crescimento da Caixa também conta com a abertura de capital na bolsa americana Nasdaq e criação de banco digital, criando uma opção para os brasileiros desbancarizados. Essa linha de microcrédito para empreendedores ficará disponível no novo banco digital.

As condições do microcrédito para empreendedores, que ficará disponível após o fim do auxílio emergencial, terá valor máximo de R$ 1 mil e pagamento de três a cinco anos. A taxa de juros ainda não foi informada pela Caixa. Entretanto, o banco afirma que ela será mais acessível do que as encontradas no mercado.

A Caixa reforçou que, apesar das facilidades, o valor continua sendo um empréstimo, e não um benefício pago aos empreendedores. “O microcrédito não é auxílio. O auxílio é transferência. O microcrédito é um crédito, para aqueles que têm condição de pagar a Caixa de volta”, reforçou Pedro Guimarães, presidente do banco.

Auxílio emergencial: Beneficiários poderão ter acesso ao empréstimo fácil da Caixa

A partir de 2021, a Caixa Econômica Federal (CEF) deve disponibilizar empréstimo para os beneficiários do auxílio emergencial. Quando o benefício começou a ser pago, milhões de contas poupanças sociais digitais foram abertas pelo banco. Essas contas foram abertas em nome dos brasileiros considerados até então “invisíveis” pelo governo. Por isso, ao tomar conhecimento desse público, a Caixa vislumbrou abrir microcrédito para o grupo.

Foram abertas cerca de 33 milhões de contas digitais durante a pandemia do novo coronavírus. Muitas dessas pessoas não tinham acesso a uma conta digital até então. “O microcrédito era um projeto sobre o qual estávamos debruçados já antes da pandemia. Mas a discussão que tínhamos internamente era de que não seria economicamente possível e rentável realizar operações de empréstimo de R$ 100 ou R$ 200 utilizando nossa base de agências, nem os lotéricos”, explicou Pedro Guimarães, presidente da Caixa.

“A única maneira era via um aplicativo, o que acabamos desenvolvendo agora. Então a questão da solução via contas digitais acelerou em anos o projeto principal que tínhamos na Caixa”, continuou Guimarães.

O microcrédito deve ser lançado assim que os pagamentos do auxílio emergencial chegarem ao fim. As contas digitais que foram abertas para o programa serão mantidas. A opção deve ficar disponível ainda no primeiro trimestre de 2021.

Veja também: Caixa: aplicativo permite para pagamentos de até R$1.200 sem cartão

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
13 Comentários
  1. Gilmar Diz

    Eu tenho o cartão da caixa .será que poder fazer o empréstimo

  2. Gracinha Diz

    Quem recebe um salário de INSS, não recebeu o auxílio . Gente 1salario minimo em São Paulo, paga moradia, conta de luz, internete e o resto? Alimentação , remédios . E muitas pessoas que não precisam, continuam recebendo. Muito mal projetado esse auxílio .

    1. Raimunda Diz

      Um salário mínimo já diz tudo mínimo contra uma inflação alta ,o mínimo e uma pequena esmola para o aposentado que vive só do salário mínimo ,é muito triste , então pagou o décimo terceiro Sedo e agora a inflação tá muito alta e não vai ter o décimo quarto que falaram que ia ajudar um pouco o aposentado que ganha só um salário, devia ter o décimo quarto salário!

  3. Nádia Diz

    Mas mil reais pra gente pagar com três ou cinco anos isso não da certo só se fosse 5000 quem é doido de fica pagando mil durante 5 anos isso é uma enrascada

  4. MARCOS CEZAR CAVALCANTE SILVA Diz

    Acho que precisamos de incentivo ao desenvolvimento particular preciso fazer à diferença a mais, como lucro próprio é com possibilidade de acesso, ao seu próprio negócio.

  5. Lourenço da paz nonato Diz

    eu posso fazer este empréstimo e tirar um cartão

  6. María Betania de Oliveira Santana Diz

    Quem terá acesso a este imprestimo, e quais os critérios para ser aprovado.

  7. Teodolino de Sousa e Silva Diz

    Bloqueadaram,recebe até a 7 parcela,falaram que eu tenho emprego,estou de licença sem vencimento,

  8. Teodolino de Sousa e Silva Diz

    Bloqueado, falaram que eu tem emprego,só que eu estou de licença sem vencimento,eu estava vendendo as coisas nos terminais,eu recebe até a 7 parcela

  9. Romilso Lopes da Silva Diz

    Não recebo meu auxílio desde Agosto não sei como pagar minhas contas

  10. Sandra Maria de Oliveira Damasio Diz

    Meu auxílio emergencial bloqueado desde de agosto não recebo mais e estou desempregada e não recebo seguro

  11. Sandra vatam Diz

    Cartão de crédito

  12. Mayara Diz

    Será que dar certo isso

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.