Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Bolsonaro rejeita possibilidade de redução de salários de servidores públicos

Presidente Jair Bolsonaro negou possibilidade de reduzir salários dos servidores públicos para combater crise econômica por causa do coronavírus

O presidente Jair Bolsonaro nega a possibilidade de redução dos salários dos servidores públicos, como vem sendo discutido, como medida de combater a crise na economia, em decorrência da pandemia de Coronavírus.

De acordo com o ministro da economia, Paulo Guedes, “o presidente Jair Bolsonaro não aceita falar disso”. No entanto, Guedes defende o congelamento de salários dos servidores por dois anos, no sentido de auxiliar na estabilização da economia.

Segundo a reportagem do O Globo, em uma reunião por videoconferência, com deputados do DEM, no último domingo (5), o eventual corte de salários pode gerar um efeito deflacionário. Entretanto, o congelamento permitiria a mesma economia, sem cair no mesmo risco de deflação. A equipe econômica do governo criou uma proposta de emenda à Constituição (PEC) com objetivo de haver redução dos salários dos funcionários públicos em 25%, com equivalente redução de trabalho.

Guedes prevê que a crise econômica decorrente da pandemia dure de três a quatro meses. Segundo os dados do Ministério da Economia, medidas de combate ao Coronavírus devem custar aos cofres públicos cerca de R$ 224 bilhões, o que deve gerar um rombo aos cofres públicos de R$ 419 bilhões, considerando a queda da receita.

Coronavírus no Brasil

Até 15h40 desta segunda-feira, 06 de abril, as secretarias estaduais de Saúde divulgaram 11.721 casos confirmados de novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil em 26 estados e no Distrito Federal. Segundo dados oficiais, são 516 mortes.

O avanço da doença segue em ritmo acelerado. Foram 25 dias desde o primeiro contágio confirmado até os primeiros 1.000 casos (26 de fevereiro a 21 de março). Os outros 2.000 casos foram confirmados em apenas seis dias (do dia 21 ao dia 27 de março) e quase 4.000 casos de 27 de março a 02 de abril, quando a contagem passou da casa dos 8 mil infectados.

De acordo com um boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, o Distrito Federal, São Paulo, Ceará, Rio de Janeiro e Amazonas podem estar na transição para uma fase de aceleração descontrolada da pandemia.

Na tarde do último domingo, o Ministério da Saúde atualizou os números informando que o Brasil tem um total de 11.130 casos confirmados de coronavírus e 486 mortes.

Segundo o secretário-executivo do ministério, João Gabbardo, governo federal não está mais divulgando o número de casos suspeitos porque a transmissão do vírus já é comunitária.

“Com transmissão comunitária, qualquer um pode ser um caso suspeito. Qualquer brasileiro que apresente síndrome gripal. Não tem mais nenhum sentido mostrar os casos suspeitos”, afirmou Gabbardo.

Os testes serão feitos em casos leves. “Estamos adquirindo um volume de testes significativo para que na próxima semana, daqui a 8 dias, tenhamos 5 milhões de testes rápidos para distribuição em todo o Brasil, para iniciarmos a realização (de testes) em casos leves”, disse o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira. “Vai aumentar muito a velocidade de diagnóstico em todo o Brasil.”

Avalie o Texto.
33 Comentários
  1. Isaura Lucia S. de Lima Fiori Diz

    Eu trabalhei em feriados , ano novo e etc.. sem ganhar nada por gostar da função que exercia e por me sentir grata quando pessoas recebiam o que lhe era de direito e não concordo com a redução de meu salário depois de aposentada mesmo porque é nesta idade que se precisa mais do salário mas se reduzirem meu salário irei votar é no PT apesar de não concordar com o que fizeram pois não votei para me tirarem direitos mas quem deve o fazer é estes políticos que ganha um alto salário para isto e aquilo .Que tirem todas as suas mordomias e todo o tipo de salários que estes ganham.O presidente da republica ganha como presidente da república R$ 30.934,70 mais R$10.000,00 desde 1998 por sua aposentadoria como capitão da reserva e uma aposentadoria de R$ 29.301,45 que poderá vir a ganhar por ter trabalhado na câmera dos deputados e somando no total uma aposentadoria de R$ 70.236,15 . Portanto ele poderia abrir mão do total de 60.236,15 e com certeza os outros políticos também poderiam abrir mão deste mesmo total já que devem ganhar o mesmo ou mais. E deviam exigir também daqueles que ganham altos salários na inciativa privada. E o ministro devia parar de investir altos valores na bolsa de valores e doar

  2. DENISE Diz

    E os salários dos aposentados e pensionistas públicos que já tem o seu salário reduzido, como ficaria?

  3. Célia Rocha Diz

    Esses filhos da puta desses políticos, acham que tem que ir em cima do funcionário público e do povo em geral não temos culpa de nada, estamos 20 anos sem aumento de salário e esses canalhas vem falar em corte, tem que cortar é o deles que ganham um absurdo e ainda roubam o dinheiro do povo. Vão se foder todos eles. Corja de canalhas

  4. Fabio Diz

    Não entendo as pessoas falando aqui, quer dizer q só pode baixar o salário do trabalhador comum? Hipocrisia do cassete se baixar tem q baixar de todos, inclusive de políticos!!!!!!!

    1. Carine Diz

      Este sem vergonha deste Maia quer baixar o salário do funcionalismo, do trabalhadores privados, mas não aceita mecher nos bilhões do fundo partidário e nem mecher no salário dos políticos.. E ainda quer posar de bonzinho e botar no do Bolsonaro…E um baita falcatrua…

    2. Abreu Diz

      Você é o contra, além de ser desinformado, o STF decidiu em decisão provisória a diminuição salário só pode ocorrer através de negociação, com aval do Sindicato. Não é unilateral. Autorizado pela Constituição, ou seja, acordo coletivo e outro. No caso do servidor não pode ser reduzido, não pode ajuizar ação na. Justiça Trabalhista em sua maioria, dedicação exclusiva. Ainda quer reduzir o salário. Quem propõem é o Partido Novo do Governador de Minas que nem pagou o 13° Salário 2019 e não pagou o salário do mês de Março, 05/04/2020. Além de não ser momento adequado. Pessoas insensíveis, diabos em pessoa!!!

      1. Isaura Lucia S. de Lima Fiori Diz

        Abreu Diz este partido novo não tem nada de novo.

  5. Rosa Diz

    Avisa a esse ministro que estamos a 6 anos sem reajuste!

  6. Sidnei Diz

    De uma coisa tenho certeza que d deputados prefeitos e senadores vereadores num baixá mesmo mais daquele q trabalha mesmo desde gari enfermeiro é professores do primário vai baixá mesmo

  7. Maria Alice Diz

    Reduzam dos ministros.

  8. Marcia Valeria Barbosa Rufino Diz

    Tem que congelar os salários do judiciário e do legislativo. O executivo já vem sendo congelado a anos, pelo menos aqui em São Paulo.

    1. taniac Diz

      E quem lhe disse que todos os servidores dos judiciários estaduais estão tendo reajuste?
      Na Bahia os servidores da justiça estadual estão completando 6 anos sem reajuste.
      Nesse tempo, só teve reajuste pra juízes e desembargadores!

  9. MAIKON LUIS LIBERATO Diz

    Engraçado o salário dos trabalhadores de verdade ele queria cortar por quatro meses. Tudo corja.

  10. João Paulo Diz

    São os únicos que não vão perder nada, estão sempre reclamando e nunca largam o osso…E cadê as forças armadas na guerra contra o covid19?? Estamos vendo em vários países as forças armadas atuando e aqui? Cadê? Mais os salários são 100%…

    1. Barboza Diz

      Se estão em casa parados os funcionários publicos tem que reduzir o salário também igual a todos os trabalhadores e o fim da picada receberem o salário cheio

    2. Nete Diz

      Os militares estão em casa de quarentena, até porque está guerra não é nossa.

    3. Rogério Diz

      Sou servidor púbico ni interior de mt. Acho q se for mexer primeiro teria q mexer nis auxílio q os políticos ganham, palito, aluguel, e outros inúmeros a mais q eles ganham. Mais isso duvido acontecer. Os fracos q sempre pagam a conta, infelizmente.

  11. Jozafaborbasilveira Diz

    Vamos começar a rebaixar e reduzir o salário dos políticos do Eduardo Bolsonaro..

  12. Andreza Diz

    É.. deles não tiram nada cambada de abutres e ainda está do lado dos patrões e massacra trabalhadores .

  13. LUIZ TRINDADE Diz

    Presidente, deve-se requerer agora a colaboração dos que sempre receberam “muito mais” do que a média nacional: os políticos & o judiciário… Ou somente eu aqui no Brasil que diz isso???

    1. Jailson Diz

      Eu nunca vi e acredito q nunca verei os políticos brasileiros reduzir seus próprios salários, e com esse representante aí lascou!!!

    2. taniac Diz

      Quando falar em judiciário, fale o correto! Juízes, desembargadores e comissionados nomeados, que são apadrinhados políticos! Porque na justiça estadual da Bahia os servidores concursados não ganham supersalários e estão há mais de 6 anos sem reajuste! Nesse tempo, reajuste só para juízes e desembargadores!

  14. Ana Lucia Diz

    O meu salário esteve congelado por 4 longos anos. Nossa perda é sentida até hj, agora continua mais ou menos congelado, pois recebemos só a reposição de inflação. Imagina se congelar por mais dois, e não receber R$60,00 ao ano. Vai ser muito difícil. Pois o salário dos servidores de Canoas não tem mais aumento que a reposição.

    1. Bob Diz

      Que bom Ana que a prefeitura de Canoas faz a reposição da inflação. Sou servidor federal e se o meu salário fosse corrigido somente a inflação estaria ganhando 30% a mais do que ganho hoje.

  15. Nilton Neves Diz

    Se facilitar são capaz de aumentar seus salários ainda pois desses políticos se espera tudo.

    1. Rosa Diz

      Não entendo esse ministro! Na cabeça dele o país só cresce se sacrificar o funcionário público! Por que não tira o salário dos deputados? Do TSF? Dos garçons do TSF que o salário de 8 mil reais para servi água para os urubus? Ministro tome tento o povo não aguenta mais ser sacrificado! Nós elegemos Bolsonaro não lhe colocamos ai não se continuar com essa perseguição conosco vamos pedir sua cabeça!

  16. Eliane silva Diz

    A Eee né engraçado né !!! Precisa reduzir simmm seu presidente.. precisa ter mais compaixão dos pobres q tirou benefícios os direitos dos trabalhadores de garras.nao q ficam de mamata ganhando super bem mais Amos aos pobres Deus está de olho …

    1. Rosa Diz

      Não entendo esse ministro! Na cabeça dele o país só cresce se sacrificar o funcionário público! Por que não tira o salário dos deputados? Do TSF? Dos garçons do TSF que o salário de 8 mil reais para servi água para os urubus? Ministro tome tento o povo não aguenta mais ser sacrificado! Nós elegemos Bolsonaro não lhe colocamos ai não se continuar com essa perseguição conosco vamos pedir sua cabeça!

  17. Kesia Diz

    O salário dos políticos nao baixa né, por isso o Brasil nunca vai pra frente, enquanto o trabalhador sofre pra ganhar o pão de cada dia quem rouba do cofre público sempre ganha mais e a maioria das vezes sem fazer nada. Ai acha q vai ajuda muito o trabalhador com 600 reais

    1. Janaina Diz

      Concordo os deles nao baixa o nosso igual o meu n tenho mais trabalho nem dinheiro e tenho filha d 2 anos 600 nao ajuda em nada

      1. Antônio Diz

        Meseravel , e ainda tem gente que apoia isso , quero ver quando voltar essas férias que o povo tá curtindo e começar o desemprego e serem demitidos aí é hora de dizer fica em casa ! Ele fala isso pq tem dinheiro vida boa pra ficar em casa , metade dos Brasileiros curtindo férias quero quando a grana acabar e acabar os empregos daí quero ver sobreviver com 600 reais se é que todos irão ganhar né ! Ficar em casa não morrer de vírus e morrer de fome parabéns pra esse coronadoria

      2. Carlos Cascarana Diz

        Estamos ferrados com essa política escrota do Brasil, infelizmente eles fizeram do congresso uma empresa privada pra eles, e nós somos o cliente deles, porém não levamos nada só damos o nosso dinheiro suado pra essa cambada, criaram uma falsa esquerda e direita só pra iludir o povão, mas na verdade não passa se um teatro.
        Na boa, não perco mais o meu tempo em ir votar, não vale mais a pena.

  18. Luis Diz

    Mas os deputados e nem esse ministros diz em baixar os salarios deles.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.