Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Bolsa Família 2021: Veja o calendário de pagamentos de agosto

De acordo com o Governo Federal, as datas dos pagamentos de agosto estão disponíveis e podem ser consultadas pelos mais de 14 milhões de beneficiários do programa

Muitos usuários do Bolsa Família ainda não receberam a parcela de julho do benefício, no entanto, eles já podem se preparar para a próxima mensalidade. De acordo com o Governo Federal, as datas dos pagamentos de agosto estão disponíveis e podem ser consultadas pelos mais de 14 milhões de beneficiários do programa.

De acordo com o Ministério da Cidadania, esses pagamentos irão começar no próximo dia 18 de agosto. Nesta data, as pessoas que possuem o Número de Inscrição Social (NIS) terminando em 1 poderão fazer os saques do benefício em questão. As liberações deverão seguir normalmente até o próximo dia 31 de agosto.

Vale lembrar que nós estamos falando de um programa fixo. Portanto, ao contrário do Auxílio Emergencial, o Bolsa Família é um projeto que vai ficar realizando esses pagamentos de forma definitiva. Pelo menos é isso o que o Governo Federal está dizendo neste momento para os cidadãos brasileiros.

Vale lembrar que o Bolsa Família tem hoje pouco mais de 14 milhões de usuários em todo o Brasil. Só que 10 milhões deles estão neste momento recebendo os valores do Auxílio Emergencial. E isso deve seguir desse jeito por mais algum tempo. Isso porque o Governo Federal anunciou a prorrogação do programa por mais três meses.

De qualquer forma, esses 10 milhões que estão no Auxílio neste momento usam as mesmas datas do calendário do Bolsa Família. Então, em tese, eles sabem que irão receber a quinta parcela do programa emergencial a partir do próximo da 18 de agosto, contando como a primeira parcela da prorrogação do benefício.

Bolsa Família

Vale lembrar também que nós estamos falando das últimas parcelas deste Bolsa Família da forma que nós o conhecemos agora. É que de acordo com o Governo Federal, o programa deverá passar por uma reformulação. Muita coisa vai mudar.

Os valores, por exemplo, irão passar por uma alteração. De acordo com o Presidente
Jair Bolsonaro, o patamar de pagamentos deverá subir para uma média de R$ 300 nos primeiros meses de reformulação do programa.

Além disso, o número de beneficiários também deve aumentar. Hoje, de acordo com o Ministério da Cidadania, cerca de 14 milhões recebem os valores do projeto. Esse número deve subir para 22 milhões, também segundo Bolsonaro.

Faltam definições

O Governo Federal, no entanto, ainda não bateu o martelo sobre nenhuma dessas informações. Eles seguem realizando várias reuniões para tentar chegar em um denominador comum.

De acordo com informações de bastidores, eles ainda estão em dúvida em relação ao nível de pagamentos do programa novo. Membros do Ministério da Economia acreditam que a projeção de Bolsonaro poderia ser otimista demais.

É que há um temor de que manter os valores médios do Bolsa Família na casa dos R$ 300 possa acabar quebrando o teto de gastos públicos. De qualquer forma, a expectativa central do Governo é conseguir fazer isso até o próximo mês de novembro, que é quando o programa novo tende a começar.

Veja também: Auxílio emergencial 2021: veja o calendário da 5ª parcela do benefício

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.