Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Benefício emergencial de R$ 1.813,03: Veja quem pode sacar a prorrogação

Segundo informações do Governo, o auxílio para os trabalhadores vai ser pago entre R$ 261,25 e R$ 1.813,03.

Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e Renda (BEm) segue sendo liberado. O novo auxílio do Benefício Emergencial vai contemplar os trabalhadores que realizaram acordos com as empresas para reduzir proporcionalmente a suas jornadas e salários ou que tiveram os seus contratos suspensos. O benefício foi prorrogado por mais tempo.

O presidente Jair Bolsonaro ampliou o prazo para redução de até 70% na jornada de trabalho e suspensão de contratos de trabalhos. A medida faz parte do programa federal de proteção aos empregos com carteira assinada e das empresas.

De acordo com o decreto publicado, as empresas poderão reduzir a jornada de trabalho e os salários por mais 30 dias, complementando com os outros 90 dias, com um total de 120 dias (quatro meses).

No caso da suspensão dos contratos, o prazo foi ampliado em 60 dias. Ao todo, o prazo total também será de quatro meses. De acordo com o Ministério da Economia, 12,9 milhões de contratos de trabalhos foram alterados com o novo programa.

De acordo com o publicado no decreto, a suspensão do contrato de trabalho só poderá ser feita de modo fracionado, em períodos sucessivos ou intercalados. Para isso acontecer, será necessário que esses períodos sejam iguais ou superiores a 10 dias e que não seja excedido o prazo de 120 dias.

De acordo com informações do Governo, o auxílio para os trabalhadores vai ser pago entre R$ 261,25 e R$ 1.813,03. No entanto, vale lembrar que esse valor não pode ser depositado em conta-salário.

Ademais, caso o trabalhador tenha direito a benefícios como plano de saúde ou tíquete alimentação, eles devem ser mantidos durante a suspensão do contrato de trabalho.

Primeiramente, o trabalhador permanecerá empregado durante o tempo de vigência dos acordos e pelo mesmo tempo depois que o acordo acabar.

Por exemplo, um acordo de redução de jornada de 90 dias de duração deve garantir ao trabalhador a permanência no emprego por mais 90 dias após o fim do acordo. Caso o empregador não cumpra, ele terá que pagar todos os direitos do trabalhador, já previstos em lei, além de multas.

Sobre o auxílio BEm

Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda é um benefício financeiro destinado aos trabalhadores que apresentarem redução de jornada de trabalho e de salário ou suspensão temporária do contrato de trabalho em função da crise causada pela pandemia do Coronavírus – COVID 19.

O Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda se destina ao trabalhador que, em função da crise causada pela pandemia do Coronavírus, se enquadre em uma das seguintes situações:

1. Redução da jornada de trabalho e do salário;

2. Suspensão temporária do contrato de trabalho.

O Benefício Emergencial abrange também empregados em regime de jornada parcial ou intermitentes, os empregados domésticos e os aprendizes. A redução da jornada e salário do empregado poderá ser de 25%, 50% ou 70%, com prazo máximo de 90 dias.

A suspensão dos contratos de trabalho tem prazo máximo de 60 dias. Este benefício será pago independentemente do cumprimento do período aquisitivo, do tempo de vínculo empregatício ou do número de salários recebidos.

O empregado deve informar ao seu empregador em qual conta bancária de sua titularidade deseja receber o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda.

Como receber o benefício emergencial?

O pagamento será realizado por crédito em conta poupança existente em nome do trabalhador ou em Conta Social Digital, aberta automaticamente pela CAIXA, quando:

  • não tiver sido informada conta no ato da adesão;
  • houver impedimento para o crédito na conta indicada;
  • houver erros nos dados da conta informada.

A movimentação da conta poupança social CAIXA poderá ser efetuada com o uso do aplicativo CAIXA Tem, disponível para download nas lojas Android e IOS. O benefício não poderá ser depositado em nome de terceiros.

Valor do benefício

O valor do Benefício Emergencial corresponde a um percentual do Seguro-Desemprego a que o trabalhador teria direito em caso de demissão, variando entre R$ 261,25 até R$ 1.813,03, conforme o percentual de redução acordado.

A suspensão de contrato de trabalho prevê o pagamento de 100% do valor do Seguro-Desemprego.

O trabalhador intermitente terá um Benefício Emergencial com valor fixo de R$ 600,00

64 Comentários
  1. Gilmar Lorenzon Diz

    Sou aposentado e estou trabalhando numa empresa privada e por 2 meses entrei no regime de suspensão de contrato. Fiz todos os trâmites legais para essa finalidade. Isso foi em agosto. Já retornei ao trabalho, porém ainda consta como ,, benefício em análise. Qual seria o problema da demora em dar um parecer favorável ou nao.

  2. Janine Diz

    Algum intermitente recebeu a parcela em Setembro? Que dia? Ainda não recebi a minha…

  3. lucas Diz

    E quem tem contrato de trabalho intermitente como fica?

  4. Elen Diz

    Gostaria de saber se o auxílio renda do bem foi prorrogado e quando vai ser pago em setembro?

  5. Jarete Diz

    Pq foi cancelado o beneficio do bolsa familiar o final 6pq não ta tendo o pagamento eu gostaria de sabe

  6. Lilia Diz

    Eu já cumprir 120 dias redução salário .vão prorrogar o prazo para para dias ?

    1. Joilson Diz

      Me informa com quanto tempo recebeu a primeira parcela , no contrato de 120 dias

  7. mario Diz

    esse auxilio e pra quem nao precisa
    desde que min cadastrei nunca saiu de analise
    sei varias pessoas que estao empregados carteira assinda e ja ta na quarta parcela

  8. Irineu Diz

    Recebo bolsa familia e não consigo receber o auxílio emergencial. Alegam que tenho trabalho formal e não tenho trabalho formal. Reclama pra quem?????????

  9. Edna Ferreira pedra Diz

    Oi sou a Edna eu não moro de aluguel mais pago meu do cdhu e minha contas tenho 3 filhos,e não recebi os 1200 reais só pq meu ex-esposo está no meu cadastro,mais bem ele conseguiu receber pq qdo ele ia fazer o cadastro falava q ele já estava no cadastro,e até agora não consegui tira ele do cadastro, tudo pq o cadastro está fechado,acho q não tem necessidade do cras esta fechado,se lá e tudo controlado,pq pode abrir bares salões de cabeleireiro e o q nós mais precisa não pode.q raiva

  10. Cristina da Silva Diz

    Boa tarde, me chamo Cristina não sei se você poderia me ajudar, estou atrás de respostas a quase uma semana e ninguém consegue me ajudar.
    A ajuda seria em relação ao meu pagamento do mês de julho que foi feita a suspensão de contrato na minha empresa, e não caiu na minha conta, fui no banco e falaram que foi devolvido para o ministério da economia.
    Fui registrada no dia 16 de março na nova empresa que estou trabalhando agora ,antes eu era massoterapeuta e motorista de apricadivo, não sabendo como iria ficar a minha contratação então fiz o auxílio emergencial pois não estava podendo atender por conta do decreto, e fui aprovada para receber, recebi 2 parcelas.
    Em abril a empresa então me chamou pra fazer a redução de jornada de 30% da empresa e 70% do governo recebi as duas parcelas certinho dessa redução ,em junho então foi feito a suspensão da mesma onde o governo pagaria 100% do meu salário, mas aconteceu que eu não recebi o valor do mês de Julho, e foi então que fui na caixa e falaram que meu salário foi devolvido pra o mistério da economia , então não estou recebendo meu pagamento e nem o auxílio do mês de julho ( o auxílio imagino que seja por conta de eu ter sido registrada, mas não sabia uma forma de “bloquear” ele e eu fiz porque não sabia se iria receber da empresa ou não, pq fazia pouco tempo que estava trabalhando e até então não tinha sido registrada) poderia me ajudar ??

    Muito obrigado, aguardo retorno.

  11. Simone Diz

    Vc tem q baixar o aplicativo da caixa e colocar todos os dados, inclusive número da conta que quer receber o benefício, comigo aconteceu a mesma coisa, daí baixei o aplicativo e deu tudo certo

  12. Sandro Diz

    O governo está fazendo o que pôde dentro dás suas possibilidades e ainda sim já ajudou milhares de pessoas que realmente precisam desse auxílio do governo. É a maior distribuição de renda já vista, até reconhecido mundialmente e ainda tem uma certa parcela do povo que crítica pôr não ter recebido.
    Eu imagino que tem muita grata com esse auxílio, pois querendo ou não está ajudando muitas famílias.
    Eu não recebo pois minha renda foi muito assina dás regras exigidas para poder ter o benefício. Estou desempregado dês de janeiro já acabou meu seguro desemprego no mês dê junho e nem pôr isso reclamo

  13. Dan Diz

    Povo so fala em dinheiro
    Meu Deus

  14. Miguel Cezar Pinto Martins Diz

    Eu fiz pedido do auxílio emergencial desde do começo e até agora nada

  15. Viviane Maciel da Silva Diz

    Olá ,meu seguro desemprego acabou agora ,e o governo não tem uma ajuda para mi
    Tenho duas filhas pago aluguel ,tem alguma dica por favor

    1. Michele Diz

      Meu auxilio Bem de 70% foi fraudado, a agência me garantiu que eu receberia após o pedido de contestação, já se passaram meses, estou trabalhando sem receber e hoje me ligaram dizendo que a contestação foi negada e que eu não tenho direito a nenhuma parcela. O que eu faço agora? Fui na agência e nada deles resolverem, estou sendo prejudicada por causa de erros deles

  16. Gustavo Diz

    Fiquei desempregado não consegui o auxilio emergencial, não recebo seguro desemprego pois so estava a três meses que fui contrato, moro de aluguel e estou aqui tentento sobreviver vocês do governo poderiam ajudar pessoas como eu ….

  17. Bernardo Chagas Gonçalves Diz

    Eu nunca recebi o meu auxílio emergencial.
    Eu fiz o cadastro auxílio emergencial foi negado.

  18. Giderlene Diz

    E pra quem está desempregado e recebeu a última parcela de seguro desemprego, o governo não se move em ajudar em nada, está difícil pra arrumar trabalho…

    1. Nanda Diz

      Meu esposo estava de férias no mês de julho o mês que foi prorrogado mais uma parcela do auxílio Bem , queria saber se ele tem direito a receber a quarta parcela ? Pq os que entraram de férias em junho receberam a parcela do mês que ficaram de ferias … Pode me informar ?

  19. Bruna Diz

    Os intermitente vai recebe outras parcelas será prorrogado setembro outubro novembro e dezembro tbm?

    1. Patrícia Diz

      Eu quero receber o meu auxilio bem que desde maio o governo não paga. Safadeza isso.

      1. Ronaldo Diz

        Né eu também to na mesma situação que safadeza e essa que governo sem vergonha

        1. Dan Diz

          O governo nao é sem vergonha por deixar de passar dinheiro de graca sem que muitos trabalhe para ter
          Ogoverno so nao é besta igual silvio santos
          Quem quer dinheiro
          Se dependermos de governo morreremos de fome vamos a luta menos drama nao viemos ao mundo pra ser um coitado mas sim um vencedor

          1. Dan Diz

            Povo so fala em dinheiro
            Meu Deus

        2. Clodoaldo ferreira Inacio Diz

          Ola amigo fiquei 2 meses no contrato será que tenho direito a receber

        3. Sandro Diz

          Viu porque vocês falam governo safadeza?
          Horas o governo não ajudou a milhares e milhares de pessoas que realmente precisava. Se você não conseguiu você tem que primeiro saber o qual motivo e não desdenhar suas críticas.
          Eu não recebi já acabou o meu seguro desemprego e nem pôr isso fico criticando o governo.
          Veja quantas família já foi beneficiadas

        4. Sandro Diz

          O governo está fazendo o que pôde dentro dás suas possibilidades e ainda sim já ajudou milhares de pessoas que realmente precisam desse auxílio do governo. É a maior distribuição de renda já vista, até reconhecido mundialmente e ainda tem uma certa parcela do povo que crítica pôr não ter recebido.
          Eu imagino que tem muita grata com esse auxílio, pois querendo ou não está ajudando muitas famílias.
          Eu não recebo pois minha renda foi muito assina dás regras exigidas para poder ter o benefício. Estou desempregado dês de janeiro já acabou meu seguro desemprego no mês dê junho e nem pôr isso reclamo

      2. Victor Gabriel Gonçalves de Aguiar Diz

        Trabalhei 5 meses , é fui dispensado da empresa , poço entrar com o auxílio emergêncial ,tenho algum direito do governo

  20. Tácilo P.M. Vilarinhos Diz

    Aproveitando ésta oportunidade, gostaria de saber o seguinte: minha esposa ficou 60 dias com contrato suspenso, voltou a trabalhar no dia 01 de junho e no dia 01 de julho.foi lhe dado férias e no dia 8 de agosto lhe foi dado o aviso de demissão com vencimento no dia 08 de setembro . Não recebeu até hoje o benefício do BEM seguro desemprego ref. aos 60 dias de contrato suspenso e foi dispensada do trabalho. Isto está correto ? A empresa é responsável.pelos pagamentos dos 60 dias ref. aos 70.% ? Precisamos de ajuda.

  21. Rosangela Colombo Cardoso da Silva Diz

    O meu está assim um dia está lá quando vou pra sacar não tem nada está dando divergência

  22. Glaciane Diz

    Recebi uma parcela so ate agora aguardo as outras meu contrato foi suspenso depois fui demitida em 09/04 no site do bem fala que fui antes do dia 01/04 ja mandei o arquivo e nada as vezes aparce data de emitir mas quando chega some tudo
    Muito triste esse sitema

    1. Tácilo P.M. Vilarinhos Diz

      Pois é, minha esposa está tentando receber o auxílio seguro desemprego por suspensão de contrato de trabalho dia 01 de abril 2020 e não está conseguindo até hoje, receber os valores. A empresa colocou a conta antiga dela para depósitos e na verdade, teria que ter sido informado corretamente pela empresa a conta corrente atualizada e foi coisa que ela não fez. Foram feitas várias reclamações por ela a empresa é a mesma disse que está certo e que é problema com.o Governo Federal. Está muito difícil resolver e precisa de ajuda para conseguir receber o que lhe é de direito conforme Ordens do Governo Federal.

      1. Ronaldo Diz

        O meu foi Broqueado isso e uma putaria mt grande o pior que não tem data pra receber pra quem tá precisando pra pagar água luz e aluguel ninguém merece

      2. SALES Diz

        Boa tarde. O momento exige cautela. Não adianta ficar procurando quem é culpado ou não. O fato é se o BEm foi aprovado o direito está garantido e se o detalhe do erro é a conta, a empresa pode retificar a informação no EMPREGADOR WEB. Nesse momento o bom senso deve prevalecer, tanto do lado do colaborador como empregador. Nada que um bom combinado não resolva o problema, talvez empregador adiantar o valor e depois quando sair o colaborador devolve, enfim, bom senso na medida certa para sair dessa fase difícil.

  23. Sandra Diz

    Amiga, boa tarde!..a sua empresa ou o contador tem de fazer os ajustes junto a receita. Ou sua empresa tem de te pagar, por que o erro e deles.

  24. Lucinara da Silva freire Diz

    Os intermitentes, receberam mais uma ? É isso que entendi

    1. Monique Gonçalves Dos Santos Diz

      Será?

    2. Adriana Diz

      Os intermitentes seguem recebendo também.

    3. samor-@outlook.com Diz

      Desde que começou a pandemia foi realizado o pedido e continua em análise. O que será que aconteceu?

  25. Maria Diz

    Boa tarde! No sistema do cadastro Bem. Da Receita Federal . tinha q o dinheiro entraria na minha conta dia 11/08. Hoje já olhei e disse q tem divergência no cadastro. Não entendi porque depois que o contador atualisou meu cadastro , liberaram o meu pagamante e agora está novamente como estava antes. Erro de divergência no cadastro. Alguém pode mim ajudar. São dois meses esperando e nada.

  26. Uther Melo Diz

    É fácil aprovar lei é depois não pagar. O meu benefício já está há 30 dias atrasado, como faz? Reclama com quem? Deveria também fiscalizar as empresas que estão aproveitando essa lei pois muitas delas continuam com o mesmo faturamento mas estão utilizando essa brecha pra lucrar às custas do trabalhador.

  27. Solange Amaral andrade Diz

    Sou aposentada por idade,mais contínuo trabalhando na área da saúde,quero saber por que não recebo os 70% do governo federal,sendo que recebo um salário mínimo de aposentadoria e estou passando por dificuldades financeiras acho uma injustiça .porque sou aposentada recebendo um salário mínimo não tenho direito de mais nada do governo federal do meu novo contrato sou útil é trabalho muito.

  28. Romário Diz

    Eu recibir as 2 parcela , faltar receber a 3 que era no mês de julho e até agora não caiu nada na minha conta

    1. João paulo Diz

      Eu sou trabalhador intermitente já recebir 4 parcelas mais a empresa não voltou a trabalhar, ainda vou receber outra em setembro??

    2. Ana Maria Lopes Fonseca de Azevedo Correia Diz

      Temos duas colaboradoras c suspensão do contrato, a que tem conta na Caixa recebeu 4 parcelas. A que não tem conta infornada recebeu apenas a 2a, mesmo o 0800 726 02 07 da Caixa informando que há a parcela disponível, ao chegar ao atendimento presencial, é informada que não há o crédito. Mesmo estando tudo certo, tudo anotado no cadastro e na carteira de trabalho digital. Oque pensar?

  29. Douglas da Silva Pinto Diz

    Sou trabalhador intermitente, ao todo terei direito a qtas parcelas do bem?alguém sabe informar?

    1. Adriana Diz

      O intermitente já rendeu 4 parcelas, e irá continuar recebendo, pelo menos por enquanto. É o que está bem explicado acima.

  30. Rosemeire Diz

    Bom dia a todos na empresa que eu trabalho estamos todos com contrato reduzido de 70 por cento já vai fazer 5 meses desde de quando estamos em casa a empresa paga 30 por cento e o governo 70 por cento mas desde de abril que estamos em casa a empresa não nos paga o nosso vale alimentação alguém sabe me dizer alguma coisa nossa empresa não é de São Paulo já denunciei no sindicato aqui em São Paulo mas não resolveu por que a empresa e de Minas e segue o sindicato de Minas então eles não pagam nosso vale alimentação

  31. Torquilho Diz

    Esse governo através do ministério da economia, todos manipulador, sobre o auxílio do BEM eles concede benefício do jeito deles a quem eles querem. Já tive meu contrato de trabalho suspenso por 60 dias, passei pela redução da jornada por 30 dias e depois suspensão por 30 dias e nada contestei não obtive respostas nesses site que eles divulgam com isso se passaram 4 meses não recebi nenhuma informação muito auxílio.

  32. ARTUR Diz

    Como funciona o pagamento do governo no complemento do salário o meu contrato de redução de horas foi feito dia 10/07/20 a empresa já pagou a metade e que dia recebo do governo.

    1. Michelli Diz

      Bom dia, o governo paga depois de 30 dias que foi feito o acordo
      Se o acordo foi feito dia 10/07
      Provavelmente vc receberá hj

      1. Fabio da Silva Severino Diz

        Eu recebi só uma parcela até agora a primeira junho.

  33. ARTUR Diz

    Alguém saber de dizer quando eu recebo a diferença da redução o meu contrato foi feito no dia 10 de julho com redução de 50% do salário e estou esperando do governo o restante como é minhas dívidas

    1. Solange Amaral andrade Diz

      Sou aposentada por idade,mais contínuo trabalhando na área da saúde,quero saber por que não recebo os 70% do governo federal,sendo que recebo um salário mínimo de aposentadoria e estou passando por dificuldades financeiras acho uma injustiça .porque sou aposentada recebendo um salário mínimo não tenho direito de mais nada do governo federal do meu novo contrato sou útil é trabalho muito.

  34. ARTUR Diz

    TEM EMPRESAS QUE ESTAM SE APROVEITANDO DA SITUAÇÃO E PREJUDICADO SEUS FUNCIONÁRIOS COM REDUÇÃO DE TRABALHO ALGUMAS DEIXANDO FUNCIONÁRIOS COM UMA CARGA DE TRABALHO MAIOR COMO QUE ELAS CONSEGUER ESTAS VANTAGENS COM CERTEZA SONEGAM SEUS FATURAMENTOS PORQUE A ONDE EU TRABALHO AUMENTOU O TRABALHO TRANSPORTADORA NÃO PAROU.

  35. Cecilia Diz

    Recebi minha última das 3 parcelas do seguro desemprego dia 26/07/2020, e não consigo me cadastrar no auxílio emergencial pq era até o dia 03/07/20. Como proceder se nao prorrogada o seguro desemprego, lembrando que Fui demitida devido o covid.

    1. Adriana Ferreira Diz

      Recibe a 3 parcela do seguro desemprego em 17 06 como faco pra prolonga estou sem trabanha e pago alugue

    2. Joao Andrade Neto Andrade Neto Diz

      Tô com mais de 60 dias até agora não recebir nem uma parcela

      1. Ronaldo Diz

        Eu também to assim amigo que raiva

  36. Lilian Fernanda Félix Araujo bezerra Diz

    Adorei é uma grande oportunidade

  37. Fernando Diz

    Que tanta conversa fiada tô a mas de 6 meses aguardando fui aprovado agora moro de aluguel peguei meu filho adolescente pra morar comigo desempregado estou desempregado e vocês ficam aí postanão essas merdas oferecenão curso eos caranbas nem emprego tô conseguindo vigilante formado libera meus direitos pois pago meus impostos e sem muita conversa fiada

    1. Aglaé Cardozo Diz

      Estou com contrato suspenso e não tive mantido vale-alimentação, tenho desconto no contra-cheque de INSS, sindicato e outros. Tenho dúvidas sobre quantos meses vou ter de estabilidade sendo que tive 60 dias de suspensão e agora mais 60 dias.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.