AVISO: Consulta do Bolsa Família de Junho no Portal Cidadão da Caixa é liberada para os brasileiros

O mês de junho marca o começo de novos pagamentos para os inscritos no programa Bolsa Família. Agora, o objetivo é dar assistência para os grupos mais vulneráveis, compostos de crianças, mães e gestantes, para que o valor do benefício atinja o mínimo de R$ 600.

Sabendo dessa novidade, muitas famílias estão procurando um meio seguro para se informar sobre o quanto irão receber e quando, e incluir tudo no seu planejamento familiar. Para isso, a Caixa Econômica Federal decidiu centralizar as informações sobre programas sociais em um único lugar: o Portal do Cidadão.

Por meio da plataforma, o beneficiário pode consultar o valor total da parcela do Bolsa Família, e o montante de cada benefício individual, além de muitas outras informações.

Portal Cidadão da Caixa: acesso aos programas sociais

Para entrar no Portal Cidadão da Caixa, você deve acessar aqui e fazer login informando CPF e senha.

Essa senha pode ser a mesma que já é utilizada no aplicativo Caixa Trabalhador e também no aplicativo oficial do Bolsa Família. Ali você poderá consultar diversos serviços sociais oferecidos pela Caixa, como:

Seguro-desemprego

Este benefício oferece auxílio em dinheiro por um período determinado, logo após o trabalhador ser demitido. É pago entre três e cinco parcelas, de forma contínua ou alternada, de acordo com o tempo trabalhado.

Abono Salarial (ou PIS)

O Abono Salarial equivale ao valor de, no máximo, um salário mínimo a ser pago conforme calendário anual, aos trabalhadores que satisfaçam os requisitos previstos em lei.

Auxílio-gás

Programa de auxílio à compra de gás de cozinha, destinado às famílias de baixa renda.

Meu NIS

Para os trabalhadores, o NIS será utilizado para identificá-lo no recolhimento/recebimento do FGTS, Seguro-Desemprego, Abono Salarial e também no ato da aposentadoria.

INSS

De posse do cartão previdenciário e senha, o saque pode ser realizado em uma sala de Autoatendimento Caixa, Unidade Lotérica ou correspondente Caixa Aqui, de acordo com o limite de pagamento nesses canais. O saque também pode ser realizado em uma agência Caixa com o documento de identificação oficial com foto.

AVISO: Consulta do Bolsa Família de Junho no Portal Cidadão da Caixa é liberada para os brasileiros
Consulta do Bolsa Família de Junho no Portal Cidadão da Caixa é liberada. Imagem: Divulgação.

Outros programas de transferência de renda:

O Portal Cidadão também serve de intermédio para programas Regionais de Benefícios Sociais, no âmbito de Estados, Municípios e do Distrito Federal.

Bolsa Família pelo Portal Cidadão da Caixa

Como um portal prático e seguro, o Portal Cidadão da Caixa pode ser acessado tanto por computador como por celular. A senha é a mesma utilizada no aplicativo Caixa Trabalhador e do Bolsa Família. Caso ainda não possua senha, faça o seu cadastro clicando no botão. Talvez seja enviado um código de verificação para o seu e-mail.

Com o login feito, o responsável familiar do Bolsa Família pode verificar suas parcelas a receber, o valor detalhado de cada benefício, a data do pagamento e as mensagens do MDS (Ministério do Desenvolvimento Social).

Veja agora como será composto o Bolsa Família:

  • Benefício de Primeira Infância, no valor de R$ 150,00 por cada criança de 0 a 6 anos de idade;
  • Benefício de Renda de Cidadania: pago para todos os integrantes da família, no valor de R$ 142 por pessoa;
  • Benefício Complementar: pago às famílias beneficiárias do Bolsa Família, caso o Benefício de Renda de Cidadania não seja o suficiente para alcançar o valor mínimo de R$ 600 por família. O complemento é calculado para garantir que nenhuma família receba menos que R$ 600;
  • Benefício Variável Familiar: pago às famílias que tenham em sua composição gestantes e/ou crianças, com idade entre sete e 12 anos incompletos e/ou adolescentes, com idade entre 12 e 18 anos incompletos; no valor de R$ 50 por pessoa que atenda estes critérios;
  • Benefício Extraordinário de Transição: para casos excepcionais, quando o valor dos novos benefícios somados for inferior ao que ela recebia no Programa Auxílio Brasil, a família automaticamente começará a receber o Benefício Extraordinário de Transição.

O Benefício Variável Familiar e o Benefício Extraordinário de Transição começarão a ser pagos em junho de 2023, concluindo a implementação do programa.

Para entrar nos critérios do Bolsa Família, o grupo familiar deve estar:

  • em situação de pobreza, com renda familiar per capita (por pessoa) mensal entre R$ 105,01 e R$ 210,00 (duzentos e dez reais);
  • em situação de extrema pobreza, com renda familiar per capita mensal igual ou inferior a R$ 105,00 (cento e cinco reais).

Calendário Bolsa Família – Junho

Confira as datas oficiais dos pagamentos do Bolsa Família, que devem seguir as datas previstas para o mês de junho:

  • Final do NIS 1 – recebe em 19/06/2023
  • Final do NIS 2 – recebe em 20/06/2023
  • Final do NIS 3 – recebe em 21/06/2023
  • Final do NIS 4 – recebe em 22/06/2023
  • Final do NIS 5 – recebe em 23/06/2023
  • Final do NIS 6 – recebe em 26/06/2023
  • Final do NIS 7 – recebe em 27/06/2023
  • Final do NIS 8 – recebe em 28/06/2023
  • Final do NIS 9 – recebe em 29/06/2023
  • Final do NIS 0 – recebe em 30/06/2023

Para saber o dia em que o benefício ficará disponível para saque ou crédito em conta bancária, a família deve observar o último dígito do Número de Identificação Social (NIS), impresso no cartão de cada titular, ou na aba “NIS” do Portal do Cidadão.

Bolsa Família: fique atento às mensagens recebidas no Portal Cidadão

Tendo feito o login no Portal Cidadão e clicado no botão “Bolsa Família”, o usuário logo verá uma área com a descrição “Mensagens para Você”. Esse campo é muito importante, pois ali serão colocados avisos à respeito de sua situação no programa.

Quem recebe o Bolsa Família, obrigatoriamente, também está incluído no Cadastro Único (CadÚnico). Para identificar e coibir as fraudes e pagamentos indevidos, o Governo Federal determinou uma grande averiguação nos dados das famílias cadastradas.

Como sabemos, é através do Cadastro Único que o Governo Federal define quem receberá o Bolsa Família. Se houver qualquer problema no seu cadastro, será comunicado através do Portal Cidadão.

Estar com o Cadastro Único desatualizado pode fazer com que a parcela dos benefícios mediados por ele, como Bolsa Família, sejam suspensas. 

Muitos fizeram a inscrição no CadÚnico há anos atrás, e o que foi informado naquele tempo não condiz com a sua situação familiar hoje. É comum também que as pessoas não saibam quais mudanças em sua família devem ser atualizadas.

O nascimento de uma criança, por exemplo, altera as despesas da família. Uma mudança de endereço altera as características do domicílio. E uma mudança de trabalho altera os rendimentos da família. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.