Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílios Emergenciais do Rio de Janeiro atrasam e preocupam população

O Governo do Estado do Rio de Janeiro e a Prefeitura da cidade do Rio prometeram que iriam pagar alguns auxílios para a população humilde. No entanto, até aqui as promessas ainda não saíram do papel. E em alguns casos elas nem chegaram a ir para o papel de fato.

De acordo com o Governo do estado, o Rio de Janeiro iria começar os pagamentos do programa Supera Rio no início do mês de abril. Nós estamos em maio e os repasses ainda não começaram. Esse Auxílio passou por uma aprovação na Assembleia Legislativa.

O Supera Rio pretende pagar uma quantia de até R$ 300 por mês para as famílias em situação de pobreza. São cidadãos que recebem uma renda per capita de até R$ 174 por mês. O Governador Cláudio Castro prometeu que pagaria esse programa no início de abril, mas ele não chegou no bolso das pessoas.

Já a Prefeitura do Rio prometeu que criaria o programa Auxílio Carioca. Esse projeto iria pagar parcelas de R$ 200 para as pessoas que estão em situação de vulnerabilidade social. São cariocas que estão inscritos no Cadúnico e que não estão recebendo nenhum outro benefício neste momento.

A ideia do Governo municipal é pagar esse Auxílio para cerca de 25 mil pessoas. Além disso, eles também prometeram a criação de um programa para ajudar os trabalhadores do carnaval. Até agora, eles não chegaram a publicar nem o edital desse suposto programa.

Auxílios no Rio de Janeiro

Esses atrasos acabaram deixando muita gente apreensiva. É que há uma massa de pessoas que não está recebendo nenhum tipo de benefício neste momento. São cidadãos que não recebem Auxílio Emergencial, Bolsa Família ou qualquer outro program.

Para os trabalhadores do carnaval, que este ano ficaram sem renda nenhuma, a situação beira ao desespero. “Nada até agora. A gente continua esperando e espera que o prefeito seja um pouco mais rápido com isso. A gente sabe que tem problemas de saúde, de educação, mas tem uma série de profissionais de uma cadeia produtiva que está muito fragilizada”, disse a presidente da Associação Independente dos Blocos de Carnaval de Rua da Zona Sul, Rita Fernandes.

Além dos trabalhadores do carnaval, várias outras pessoas estão esperando respostas mais concretas tanto do Governo do Estado como da Prefeitura da cidade. O fato é que eles querem que esses gestores sejam mais rápidos. Isso porque nós estamos falando de um benefício de caráter emergencial.

O que dizem os envolvidos

O Governo do Estado do Rio de Janeiro disse que reconhece o atraso em questão. Eles disseram que falaram que iriam começar os pagamentos do Auxílio no início de abril, mas não conseguiram cumprir essa promessa. Eles argumentaram que o atraso aconteceu por uma demora nos estudos econômicos.

A ideia do Governo agora é esperar esses estudos acabarem para começar esses pagamentos. De acordo com eles, isso deve acontecer ainda neste mês de maio. Então a ideia deles é fazer esses pagamentos ainda nas próximas semanas.

A Prefeitura do Rio disse que está analisando os casos mas que também vai começar os pagamentos dos seus projetos ainda em maio. Eles não deram, no entanto, mais detalhes sobre essa demora na liberação do dinheiro para os trabalhadores humildes da cidade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.