Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (4 votes)

AUXÍLIO EMERGENCIAL de até R$ 3 mil: veja quem ainda pode receber

O Auxílio Emergencial atendeu milhares de brasileiros na fase mais crítica da pandemia da Covid-19. Mesmo que a iniciativa tenha sido encerrada, algumas pessoas ainda podem receber uma parcela única no valor de até R$ 3 mil.

O Auxílio Emergencial atendeu milhares de brasileiros na fase mais crítica da pandemia da Covid-19. Mesmo que a iniciativa tenha sido encerrada, algumas pessoas ainda podem receber uma parcela única no valor de até R$ 3 mil.

A cota retroativa é de direito dos pais solteiros que são chefes de famílias monoparentais. O valor do benefício depende de quantas parcelas o cidadão recebeu entre abril e agosto de 2020.

Quem tem direito a parcela retroativa do Auxílio Emergencial?

As novas parcelas estão sendo concedidas aos homens provedores de família inscritos no CadÚnico até o dia 2 de abril de 2020. Além disso, é preciso ter realizado o cadastro do programa pelas plataformas digitais até o dia 2 de julho de 2020, prazo final para inscrição no Auxílio Emergencial.

Lembrando que os pais do grupo “Extracard” – composto pelos cidadãos que se inscreveram no programa pelos canais digitais – já receberam o benefício em janeiro. Neste sentido, restam ainda receber aqueles que entraram no programa por meio do CadÚnico e Bolsa Família (agora Auxílio Brasil).

Contudo, o Ministério da Cidadania ainda irá analisar a condição de pagamento conforme o perfil do grupo beneficiário. Na prática, a pasta vai verificar:

  • Se o pai solteiro está cadastrado como Responsável Familiar;
  • Se recebeu cota simples do Auxílio Emergencial entre abril e agosto de 2020;
  • Se não possui cônjuge ou companheira(o); e
  • Se há na família ao menos uma pessoa menor de 18 anos.

Qual o valor da parcela retroativa do Auxílio Emergencial?

O valor do auxílio emergencial retroativo vai depender da quantidade de parcelas recebidas pelos pais solo entre os meses de abril e agosto de 2020. As quantias ficaram definidas da seguinte forma:

  • 5 meses de benefício: valor de R$ 3 mil;
  • 4 meses de benefício: valor de R$ 2,4 mil
  • 3 meses de benefício: valor de R$ 1,8 mil
  • 2 meses de benefício: valor de R$ 1,2 mil;
  • 1 mês de benefício: valor de R$ 600.

Como consultar a parcela retroativa do Auxílio Emergencial?

  1. Acessar o portal de Consulta ao Auxílio Emergencial;
  2. Clicar no botão “Entrar com Gov.br”;
  3. Preencher com seu CPF;
  4. Preencher com sua senha da conta Gov.br;
  5. Caso seja o seu primeiro acesso na plataforma, será solicitada uma “autorização de uso de dados pessoais”, basta clicar em “Autorizar”;
  6. Pronto! Você estará na página do Auxílio Emergencial 2022.
5/5 - (4 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

4 Comentários
  1. VALDINEIDE DA SILVA FREITAS Diz

    Valdineide da Silva Freitas moro no assentamento 25 de julho municipal de giral do pociano al próximo folha miúda vizinho ao sítio esporão

  2. VALDINEIDE DA SILVA FREITAS Diz

    Estou com medidas protetiva de urgência
    Tive que pedir minha vida não está sendo fácil estou com depressão trumas
    Vivo sempre com medo de alguma coisa me acontecer a mim e os meus filhos

  3. VALDINEIDE DA SILVA FREITAS Diz

    Não tenho onde mora
    Já pediram a casa que estou morando mas não saí ainda porque não tenho pra onde ir no momento tenho dois filhos menor não tenho trabalho

  4. Dalva Aparecida Parreira Diz

    Eu quero saber porque eu não tenho direito de receber o Auxílio Brasil? Cheguei a receber o Auxílio Emergencial mas, não estou recebendo mais. Tenho um filho especial (síndrome de down) que recebia o Loas, que foi cortado o porquê não sei! Já tenho 60 anos e não tenho nenhuma renda, moramos eu e meu filho. Estamos vivendo de ajuda. Tem dia que tem as colas de comer, tem dia que não!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.