Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio Emergencial: Confira dicas para tentar se livrar de fraudes no programa

Polícia Federal (PF) lançou uma cartilha com dicas para quem não quer correr o risco de sofrer com fraudes no Auxílio Emergencial

Imagine a situação de um cidadão que recebe o dinheiro do Auxílio Emergencial, mas quando vai sacar a quantia percebe que não tem mais nada na conta. Situações assim infelizmente são mais comuns do que se pode imaginar. Dessa forma, muita gente acaba querendo saber o que é preciso fazer para escapar de golpes como esse.

De acordo com a Polícia Federal (PF) zerar as chances de sofrer uma fraude é impossível. Qualquer pessoa pode acabar sofrendo com isso a qualquer momento. De qualquer modo, há sim maneiras que tentar evitar essa situação. Foi por isso que os policiais lançaram uma cartilha com dicas para tentar evitar ao máximo a execução desses golpes.

Foco nos canais oficiais

De acordo com a PF a principal dica para tentar se livrar de fraudes é realizar procedimentos sempre pelos canais oficiais. Seja a Caixa Econômica, Ministério da Cidadania ou mesmo a Dataprev. Todos esses órgãos possuem sites e aplicativos oficiais. Normalmente, esses apps aparecem no topo da lista de pesquisa das lojas do celular. Além disso, os ícones são naturalmente mais profissionais. É fácil distinguir.

Enviaram link? Não clique

Parece tentador, mas sempre que alguém enviar um link, é preciso ter força para não clicar. Essa é uma forma que os bandidos normalmente usam para roubar dados dos celulares das vítimas. E aí eles podem usar essas informações para fraudar não apenas o Auxílio Emergencial como uma série de outros projetos e até contas do banco.

Cuidado com os dados

Os seus dados são seus. Seja o CPF, o RG ou qualquer outra informação. O cidadão só deve inserir eles em sites ou aplicativos oficiais. Nos golpes, os bandidos costumam pedir essas informações. O ideal é pesquisar bem para saber se esse pedido está acontecendo de fato. Se souber que é fraude, denuncie.

Não acredite em milagres

Outra dica importante que a PF está dando é não acreditar em soluções rápidas. Independente da sua religião, saiba que no mundo dos projetos sociais do Brasil, milagres não existem. Tudo é sempre mais difícil do que parece ser.

Então desconfie sempre quando receber uma mensagem prometendo uma liberação fácil do benefício. Muitas vezes o bandido afirma que basta clicar no link para entrar automaticamente em um projeto. Outras vezes eles dizem que basta enviar os dados que o dinheiro cai na conta. Isso raramente é verdade.

Outro ponto importante é prestar atenção nas palavras imediatistas. Normalmente os golpistas costumam enviar textos sobre o auxílio com os termos “urgente”, ou “até hoje” e “últimas vagas”. Eles fazem isso justamente para evitar que a cidadão perca tempo se informando melhor e clique logo no link de uma vez.

Não compartilhe a fraude

Ainda de acordo com a PF é muito importante não passar a informação para frente. E se fizer isso, é preciso deixar claro que aquilo se trata de um golpe. Muitas vezes pessoas menos informadas podem acabar acreditando naquilo.

Segundo autoridades, o melhor a se fazer mesmo é tentar denunciar. Órgãos oficiais como o Ministério da Cidadania, a Caixa Econômica e a própria Polícia Federal possuem canais de denúncia para casos assim.

Ao fazer esse relato, o cidadão vai estar ajudando a polícia a recriar um padrão e consequentemente a encontrar o indivíduo ou a quadrilha que está fazendo isso. Assim, menos pessoas podem acabar caindo nesses golpes.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.