Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio Emergencial: como saber se está dentro do novo lote de usuários

De acordo com informações oficiais, o Governo Federal liberou mais um lote de usuários para o Auxílio Emergencial neste final de semana

O Governo Federal liberou neste final de semana mais um lote de usuários que podem receber o Auxílio Emergencial. De acordo com informações oficiais, nós estamos falando de algo em torno de 1,1 mil pessoas que passarão a se tornar beneficiárias. Pelo menos é isso o que o Ministério da Cidadania está dizendo.

De acordo com o Governo, essas pessoas tinham passado por cancelamentos em suas contas. Só que logo depois disso elas optaram por contestar o resultado do projeto em questão. Por isso, elas acharam por melhor questionar o Planalto. E para elas, essa foi uma ótima decisão.

Acontece que a Dataprev mudou de opinião sobre essas pessoas e decidiu permitir que elas voltassem a receber o benefício em questão. De acordo com o Ministério da Cidadania, esse novo gasto vai representar algo em torno de R$ 204 mil para os cofres públicos. Alguns desses cidadãos irão receber o Auxílio de forma retroativa.

Isso quer dizer portanto que independente de quanto tempo eles tenham ficado de fora do projeto, elas irão receber o benefício correspondente. Então se um cidadão passou, por exemplo, dois meses esperando por uma resposta, isso quer dizer que ele teria que receber duas vezes uma parcela do Auxílio Emergencial.

Hoje, de acordo com o Ministério da Cidadania, a versão atual do programa paga entre R$ 150 e R$ 375 a depender do público que está recebendo. Esses valores poderiam, portanto, serem multiplicados pela quantidade de meses que o cidadão passou sem receber o auxílio de forma equivocada.

Como saber se está dentro

De acordo com as regras do programa em questão, o usuário precisa abrir o site oficial da consulta ao Auxílio. Por lá, é só inserir o nome completo, cpf, data de nascimento e o nome completo da mãe. Neste momento, o indivíduo vai saber se sua conta voltou a ficar ativa ou não. O processo todo não demora mais do que dois minutos.

Contestação

Vale lembrar que os usuários que passam por um bloqueio do Auxílio Emergencial possuem um máximo de 10 dias para enviar uma contestação. Pelo menos é isso o que dizem as regras gerais do próprio benefício.

Essa conta se faz a partir da data da negativa. Então é importante prestar atenção nesse ponto. O contrário, no entanto, não é verdadeiro. Isso quer dizer portanto que a Dataprev não tem um prazo máximo de tempo para enviar uma resposta para o cidadão.

É justamente por isso que muitas vezes os beneficiários passam vários meses esperando por uma solução para a contestação. Em caso de mudança de posição, então esse usuário vai passar a receber todo o dinheiro que deveria ter recebido normalmente.

Prazo acabando

Para quem sofreu um bloqueio na janela de setembro, por exemplo, o prazo para fazer a contestação acaba justamente nesta segunda-feira (27). De acordo com as informações oficiais, as pessoas desse grupo podem fazer isso até às 23h59.

Vale lembrar, no entanto, que nem todo mundo pode contestar o resultado da negativa do Auxílio Emergencial. De acordo com o Ministério da Cidadania, quando o bloqueio é definitivo, eles não mostram nem a opção de reclamar do resultado no site oficial.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
2 Comentários
  1. Eliene Paulo de Oliveira Diz

    Eliene Paulo de Oliveira

  2. Noemia Diz

    Gostaria de saber porque eu não estou recebendo o auxílio? não tenho renda neuma, o meu marido recebe um salário e quais não da nem pros remédios dele, ele tem poblema de coração e diabético tem preensão alta toma 6 tipos de remédio muitos tem que comprar.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.