Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio Emergencial com valor médio de R$688 foi confirmado; VEJA

Em outubro, o auxílio emergencial alcançou menos domicílios. Acontece que o pagamento do benefício chegou a 29 milhões de domicílios em outubro, ante 29,9 milhões em setembro, conforme dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Covid (Pnad Covid-19) mensal, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em setembro, o valor médio havia sido de R$902. No entanto, em outubro, o valor médio do benefício assistencial foi de R$688. A proporção de domicílios que recebeu algum auxílio relacionado à pandemia diminuiu de 43,6% em setembro para 42,2% em outubro.

Em agosto, o auxílio emergencial saiu de R$600 para R$300 (valor pago já no mês de setembro). Na pesquisa, os auxílios pesquisados incluem tanto o auxílio emergencial, como, também, a complementação do governo pelo Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda. Isso explica, assim, a incidência de recebimento de benefício entre domicílios com renda mais elevada.

Veja quantas parcelas você receberá na prorrogação do auxílio

As parcelas extras do auxílio emergencial no valor de R$ 300 são válidas apenas para os beneficiários que já estão recebendo o benefício de R$ 600. No entanto, o número de parcelas depende de quando o trabalhador, que não faz parte do Bolsa Família, começou a receber o benefício no valor inicial.

As novas parcelas no valor R$ 300 começam a ser pagas somente após a conclusão das cinco parcelas iniciais de R$ 600. Novas inscrições não serão feitas, portanto, apenas quem foi aprovado para as parcelas de R$ 600 poderá receber as parcelas extras.

A quantidade total de parcelas que o cidadão terá direito vai depender de quando ela começou a receber o auxílio. O máximo são nove parcelas, sendo as cinco primeiras de R$ 600 e as quatro últimas de R$ 300.

  • Quem recebeu a 1ª parcela em abril: 9 parcelas
  • Quem recebeu a 1ª parcela em maio: 8 parcelas
  • Quem recebeu a 1ª parcela em junho: 7 parcelas
  • Quem recebeu a 1ª parcela em julho: 6 parcelas
  • Quem recebeu a última parcela de R$ 600 em agosto: vai receber 4 parcelas de R$ 300 nos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro;
  • Quem recebeu a última parcela de R$ 600 em setembro: vai receber 3 parcelas de R$ 300 nos meses de outubro, novembro e dezembro;
  • Quem recebeu a última parcela de R$ 600 em outubro: vai receber 2 parcelas de R$ 300 nos meses de novembro e dezembro;
  • Quem recebeu a última parcela de R$600 em novembro: vai receber apenas 1 parcela de R$ 300, em dezembro.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
4 Comentários
  1. Kessia Dialice Ferreira Diz

    Por favor se alguém ver está mensagem me avisa Por Que não recebo pensão nem auxílio nenhum é estou desempregada a muito tempo é recebi minhas parcelas desde setembro só recebi 4 e entrou na avaliação sem motivos nenhum estou desesperada tenho um filho de 12 anos e o pai não Manda nada desde fevereiro me de uma resposta se vão me paga obrigada

  2. Sônia Diz

    Olá eu agradeço por tudo que fizeram eu não tenho emprego eu não tenho nem uma renda cidadã eu não sou aposentada tenho 57 anos esse dinheiro pra mim e muito bom eu compro as alimentação e gasto com água luz obrigado 🙏🙏🙏🙌

  3. PAULA DAIANE FOGAÇA VITTI Diz

    obrigada

  4. Marcos Inácio dos santos Diz

    O auxílio emergencial o valor é de 688 reais em dezembro e janeiro de 2021

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.