Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio emergencial com valor de R$1.500 criado

O Governo do Estado do Rio de Janeiro anunciou que cerca de 48 mil servidores da educação do estado irão receber um auxílio tecnológico. Esse dinheiro vai cair na folha salarial dessas pessoas neste mês de junho e vai servir para bancar as despesas do trabalho remoto.

De acordo com o Governo o benefício em questão é no valor de R$ 1500. Será apenas um pagamento. Assim, esses profissionais terão que usar esse dinheiro para todos os gastos tecnológicos no ano. O Governo optou por pagar a quantia toda de uma vez só.

Ao todo, o Governo do Rio pretende gastar algo em torno de R$ 72 milhões com esses repasses. Não são apenas os professores que irão receber esse dinheiro. A Secretaria Estadual de educação divulgou uma lista de cargos que deverão obter esse auxílio agora em junho.

Além dos servidores de carreira do magistério, profissionais de outros cargos também receberão esse dinheiro. Veja a lista:

  • diretor
  • diretor adjunto
  • secretário escolar
  • coordenador pedagógico
  • orientador educacional
  • assistente operacional escolar
  • agente de acompanhamento de gestão escolar
  • agente de pessoal
  • profissional de leitura
  • auxiliar de secretaria
  • professor articulador pedagógico

Não é preciso fazer qualquer tipo de inscrição neste auxílio. Isso porque o próprio Governo do Estado possui a lista dos profissionais que estão precisando deste dinheiro neste momento. Uma ajuda tecnológica é um pedido antigo não só de professores, como de outras pessoas que trabalham com educação.

Professores na pandemia

Aparentemente a tarefa de ser professor na pandemia não foi fácil. É que esses profissionais tiveram que se adaptar a uma nova realidade de ensino. Na grande maioria dos lugares, o ensino passou a ser completamente remoto, e muitos trabalhadores não tinham muita familiaridade com esses aparatos.

Além disso, esses profissionais tiveram que se reinventar para se adaptar para a realidade dos diferentes alunos. Em muitos casos, por exemplo, esses estudantes não possuam uma conexão de qualidade com a internet. E isso foi mais um problema em toda essa jornada.

Alguns outros estados também estão pagando um auxílio tecnológico para esses professores. São projetos semelhantes ao do Rio de Janeiro. No entanto, a grande maioria das unidades da federação ainda não possuem um programa deste tipo.

Auxílio no Rio

O Governo do Estado do Rio anunciou que o programa de auxílio estadual Supera Rio vai chegar no bolso dos trabalhadores em junho. Então dá para dizer que o projeto passou pelo segundo adiamento. Isso porque eles prometeram que pagariam em abril.

Logo depois, eles adiaram para março, e agora remarcaram para junho. Nas redes sociais, muita gente reclamou desta demora porque estão esperando por esse dinheiro há muito tempo. De acordo com o Governo do Rio, o Auxílio Emergencial do estado vai pagar valores que variam entre R$ 200 e R$ 300.

O Governo disse ainda que o atraso aconteceu por causa de uma demora na chegada dos cartões do programa. No entanto, eles garantem que esse problema foi resolvido. Então, por essa lógica, esse dinheiro deve chegar no bolso dos trabalhadores nos próximos dias.

4 Comentários
  1. gilvanMirandaSousa Diz

    etodizipegado eu resebo oxilo não posso trabalho tive á cidete moto que bei caucaiho pé

  2. Victor Diz

    Isso é verdade ou fake

  3. ELISANGELA DA SILVA Diz

    É incrível bois trabalhador ninguém faz auxílio emergencial para bois , bois que lute trabalhando , recebendo pouco e ninguém deixa nem a gente pegar o nosso dinheiro do FGTS q temos no banco, e só liberar o auxílio emergencial que nem ano passado quem tiver saldo tira . ninguém facilita pra gente

  4. Luis Machado Diz

    Estou desempregada vou ter direito esse alxilio

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.