Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio emergencial com prorrogação até abril de 2022

Auxílio emergencial com prorrogação até abril de 2022. É isso que se especula no momento, sobretudo porque o Auxílio Brasil (possível substituto do Bolsa Família), pode não ser lançado pelo Governo Federal. O motivo, segundo fontes do governo, a proposta que promete viabilizar o novo programa social está com dificuldades de ser aprovada. Segundo informações de bastidores, o governo federal tem uma saída: prorrogar o auxílio emergencial caso o novo Bolsa Família não seja lançado.

Veja também: NOVO GOLPE do WhatsApp assusta os usuários do aplicativo

“Estudos sempre existem. Estamos avaliando [a prorrogação do auxílio emergencial até abril de 2022], mas não há nenhuma definição”, disse um auxiliar do governo presente na tramitação da proposta.

A possível prorrogação do auxílio emergencial vem sendo amplamente discutida nos últimos dias principalmente porque o governo federal vem tendo dificuldades em conseguir aprovar o Auxílio Brasil. A falta de recursos financeiros pode comprometer a implementação do benefício. Sendo assim, a equipe procura buscar novas fontes através da PEC dos precatórios e da Reforma do Imposto de Renda no Senado Federal.

Ademais, o presidente Jair Bolsonaro também está inclinado a prorrogar o auxílio emergencial por mais tempo. Recentemente, o chefe do executivo federal deu indícios que o auxílio emergencial pode ser prorrogado. Na ocasião, Bolsonaro ressaltou as dificuldades oriundas da pandemia e consequentemente o agravamento da situação social, considerando a perda de renda e aumento da inflação.

“Temos que trabalhar, sim, para atender a esses que ainda não retornaram ao mercado de trabalho. O Brasil é grande, o Brasil é próspero. Temos um país rico e podemos atender aos mais necessitados por mais algum tempo”, disse Bolsonaro.

Guedes também sinaliza prorrogação

Durante esta semana, o ministro da Economia, Paulo Guedes, sinalizou que o benefício será prorrogado por mais tempo. A declaração foi dada em cerimônia no Palácio do Planalto e as informações são da Agência o Globo.

“O ministro Tarcísio (de Freitas, da Infraestrutura) vai vender mais 22 aeroportos. O ministro Rogério Marinho (do Desenvolvimento Regional) vai concluir as obras. O ministro João Roma vai estender o auxílio emergencial. Nós somos um time remando pelo Brasil”, disse Guedes.

O presidente Jair Bolsonaro também está inclinado a prorrogar o auxílio emergencial por mais tempo. Em discurso na Bahia, o presidente disse que o Brasil é um país rico e poderia “atender os mais necessitados por mais tempo”.

“Temos que trabalhar, sim, para atender a esses que ainda não retornaram ao mercado de trabalho. O Brasil é grande, o Brasil é próspero. Temos um país rico e podemos atender aos mais necessitados por mais algum tempo e pedimos a Deus que essa pandemia se vá logo embora e todos nós possamos voltar logo à normalidade”, declarou o presidente durante seu pronunciamento. 

A ideia inicial de Paulo Guedes, inicialmente, era realizar uma reformulação do programa Bolsa Família. Para isso, a ideia seria dar prosseguimento com o lançamento do Auxílio Brasil. Sem aprovação de reformas que bancariam o benefício, a prorrogação do auxílio emergencial 2021 pode ser tornar uma realidade.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

8 Comentários
  1. Gina Diz

    Tem que deixar o auxílio tá difícil conseguir serviço e aumentar um pouco mais o valor

  2. Tereza Diz

    Como fazer com pessoas como eu com 66 anos e sem renda com doenças da idade e que não tem aposentadoria, e que não consegue e também não guenta mais trabalhar se ficar sem esse auxílio vai passar dificuldades, com ele já passa imagina sem ele, o que faremos.

  3. Maria Diz

    Povo ingrato recebe auxílio e ainda reclama.
    Bolsa familiaera 80.00 agora recebem 4 vezes mais e reclamam. Bando de mama teta

  4. Fa Diz

    Jesus Cristo é o Senhor.

  5. MAXIMILIANO BARBOZA Diz

    Fico me perguntando querem tirar o auxílio e passar para o bolsa família e quem não tem bolsa família assim como eu deis de que entrou essa pandemia eu não consigo emprego nem bico o valor do auxílio foi reduzido e mal da pra pagar uma conta de luz é fácil para os governantes pois os salários de vocês são altíssimos quero ver vocês sobreviver com 150 reais por mês cuidar de um filho pre adolescente de 12 anos põe a mão na consciência governantes

  6. Fátima amaral Diz

    Deixe esse auxílio mesmo dá me os trabalho e não mistura tdo na cabeça das pessoas, tenho quase 66 anos sem trabalho, sem aposentadoria e dependo até de ajuda para comprar medicamentos e mantimentos, e OS ATUAIS150 reais que recebo não tem nem como comprar nada!!

  7. Rachel Diz

    Como pode o discurso mudar assim né? Antes não queriam prorrogar o auxílio pq diziam que eram vagabundos que recebiam, agora mais próximo das eleições mudam de discurso e de postura, cambada de hipócritas que acham que somos idiotas de acreditar nessa balela. Pague o auxílio a quem precisa de fato pq somos mesmo um país gigante de fato e calem a boca. Sem mais.

  8. Eduardo Alves Pereira Júnior Diz

    Deixa o Auxílio Emergencial mesmo que não dar trabalho pra VCS!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.