Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4.8/5 - (5 votes)

Auxílio emergencial: CAIXA vai liberar novo lote; veja quem pode receber

A Caixa Econômica Federal libera desde 13 de janeiro, o auxílio emergencial referente ao pagamento de cotas adicionais.

A Caixa Econômica Federal libera desde 13 de janeiro, o auxílio emergencial referente ao pagamento de cotas adicionais. A liberação do recurso acontecerá em parcela única para os pais chefes de famílias monoparentais. Serão liberados, ao todo, cerca de 823,4 mil beneficiários.

A Lei 14.171/2021 alterou a Lei 13.982/2020, que estabelecia que a mulher provedora de família monoparental teria direito a duas cotas do Auxílio Emergencial. Estão lembrados? Por um período, as mães solteiras receberam cota dupla do benefício emergencial.

Com a nova lei, o provedor de família monoparental tem direito a duas cotas do Auxílio Emergencial, independentemente do sexo. Sendo assim, o benefício será liberado aos homens, e agora eles recebem de forma retroativa o valor a que teriam direito se a regra já fosse assim na mesma ocasião dos pagamentos repassados às mulheres provedoras da família.

O pagamento do auxílio emergencial pode variar entre R$ 600 e R$ 3 mil, de acordo com o número de parcelas a que o beneficiário teve direito durante o pagamento do benefício.

É importante destacar que o crédito em conta é realizado exclusivamente pelo Caixa Tem, não sendo, portanto, necessário comparecer às agências do banco.

Dataprev libera consulta da cota extra

Os possíveis candidatos à eleição do benefício podem consultar a sua situação pelo site oficial do Auxílio Emergencial. Na prática, basta informar o número do CPF, nome completo, data de nascimento e o nome completo da mãe.

A Dataprev deve checar novamente os dados para verificar se os homens chefes de família que pediram a cota dupla não possuem cônjuge ou companheira(o) e se há pelo menos uma pessoa menor de 18 anos na família. Além disso, será verificado se a cota dupla (R$ 1.200) já foi paga para a mãe do mesmo grupo familiar. Caso isso tenha acontecido, o pai não receberá.

Quem terá direito ao benefício?

De acordo com informações do governo, serão beneficiados os pais solteiros que eram inscritos no Auxílio Emergencial no início do ano passado e recebiam por mês a quantia regular de R$ 600. Na época, as mães solteiras chefes de família monoparentais recebiam uma cota dupla de R$ 1.200 por mês.

Isso ocorreu devido ao veto do presidente Jair Bolsonaro que impossibilitou o público masculino de ter acesso as parcelas dobradas. Porém, este ano o Congresso Nacional derrubou a restrição e permitiu que os homens na mesma situação que mulheres recebessem o complemento dessas parcelas.

O valor que o auxílio vai receber dependerá de quantas parcelas de apenas R$ 600 recebeu em 2020. Ao todo, foram cinco depósitos com este valor. Desta forma, aqueles que forem elegíveis terão direito a um adicional de até R$ 3 mil. Os repasses devem começar no próximo mês.

4.8/5 - (5 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

1 comentário
  1. Raimundo Nonato Dias Soares Diz

    Muito bom

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.