Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio emergencial 2021: saques da 4ª parcela já têm data

De acordo com informações oficiais da própria Caixa Econômica, saques da quarta parcela do Auxílio começarão em agosto

A Caixa Econômica Federal anunciou a antecipação dos pagamentos da quarta parcela do Auxílio Emergencial. Com as mudanças, os repasses começam para os informais, com as liberações para as pessoas que nasceram no mês de janeiro.

No entanto, esses cidadãos ainda não poderão sacar o dinheiro desta parcela de pagamentos. Isso porque, como se sabe, elas precisam esperar o calendário de saques do programa. E de acordo com essas datas, os indivíduos que nasceram em janeiro só poderão sacar a quantia a partir do próximo dia 2 de agosto deste ano.

Essa é uma informação importante principalmente para as pessoas que não possuem conexão ativa com a internet. É que de acordo com as regras do programa, nesse primeiro momento de liberações, os cidadãos só podem usar o dinheiro de forma digital. Isso inclui, por exemplo, o uso do Caixa Tem ou mesmo do Internet Banking.

Quem não tem conexão de qualidade com internet certamente tem muito mais dificuldades para fazer essas movimentações. Para muitos desses cidadãos, o que resta mesmo é esperar. E no caso daqueles informais que nasceram em janeiro, essa espera só deve acabar mesmo no próximo dia 2 de agosto deste ano.

O mesmo vale para todos os outros grupos de informais. Eles precisam obedecer a dois calendários. O primeiro é o da liberação digital e o segundo é o da permissão para os saques. De acordo com os dados oficiais, todos os saques desta quarta parcela serão liberados dentro do mês de agosto.

Auxílio Emergencial

Vale lembrar que o Auxílio Emergencial do Governo Federal acabou de passar por uma prorrogação. Pelo menos foi isso o que disse o Palácio do Planalto de forma oficial ainda na semana passada com a assinatura de uma Medida Provisória (MP).

E de acordo com as autoridades do Ministério da Cidadania, essa lógica de dois pagamentos deve seguir normalmente durante essa prorrogação. Então entre os meses de agosto e outubro, eles deverão seguir essas regras de duas datas.

Muitos trabalhadores não gostam nada desta ideia. Muitos deles, aliás, usam as redes sociais para dizer que essa lógica não seria justa. A Caixa Econômica Federal, no entanto, argumenta que isso acontece por uma questão de segurança.

Bolsa Família

Vale lembrar que essa lógica de liberação em dois calendários só vale para os informais que se inscreveram pelo aplicativo do projeto. Também entram neste grupo aquelas pessoas que estão no Cadúnico mas que não fazem parte do Bolsa Família.

Os outros grupos não precisam seguir essa regra. Eles recebem a liberação do dinheiro e da possibilidade do saque no mesmo dia. É o que acontece justamente com as pessoas que recebem o Bolsa Família e que estão momentaneamente no Auxílio Emergencial.

De acordo com o Ministro da Economia, Paulo Guedes, o programa pode até passar por uma segunda prorrogação. No entanto, isso só vai acontecer se a pandemia do novo coronavírus não der uma trégua nos próximos meses.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
2 Comentários
  1. Veronica Aparecida Miranda Diz

    Sou mãe e estou desempregada à 5 anos e não estou recebendo o auxílio emergencial , já tentei contestar e não consegui.

  2. Predo Diz

    Seria muito bom se o governo antecipa-se também o saque do valor em espécie pra essa próxima semana já que todos os grupos já fecharam a 4 parcela.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.