Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio Emergencial 2021: beneficiário do Bolsa Família pode contestar negativa até 1º de maio

É beneficiário do Bolsa Família e teve o auxílio emergencial 2021 negado? Saiba que você poderá recorrer da decisão até o dia 1º de maio.

Para enteder se você foi aprovado ou não para receber o auxílio emergencial 2021 é preciso consultar por meio do site do Ministério da Cidadania a situação do benefício. No próprio site de consulta é possível também recorrer da decisão. (Veja abaixo passo a passo de como fazer). 

Os pagamentos para beneficiários do Bolsa família que foram aprovados no auxílio emergencial 2021 começarão a partir de sexta-feira (16). O calendário está organizado de acordo com o Número de Identificação Social (NIS).

Não foi divulgado os principais motivos para negar o auxílio emergencial 2021 para os beneficiários do Bolsa Família, porém, uma possibilidade é devido a vínculos empregatícios.

O auxílio emergencial 2021 só poderá ser pago para famílias que estejam dentro das regras, sendo uma delas não ter vínculo formal com empresa ou então estar sem receber pelo menos a três meses.

Veja alguns números divulgados:

  • 10 milhões de beneficiários do Bolsa Família foram aprovados;
  • A maioria (5,098 milhões) são mulheres chefes de famílias;
  • Outros 3,34 milhões são de beneficiários com mais de um integrante na família (sem mulher chefe de família);
  •  1,56 milhão são pessoas que moram sozinhas;
  • Em abril é estimado que sejam pagos R$ 2,98 bilhões de auxílio emergencial para os beneficiários do Bolsa Família;

Como contestar

Para contestar a decisão será necessário consultar o auxílio emergencial 2021. Na sequência, se você tiver o benefício negado poderá visualizar o motivo e selecionar “Solicitar contestação”

Depois uma pergunta parecerá pedindo questionando se o beneficiário tem certeza que realmente deseja dar sequência ao processo de contestação.

É possível entrar em contato com o Ministério da Cidadania, pelo pelo número 121 ou ainda por meio de formulário online da Ouvidoria. Também é possível enviar uma carta para o endereço: SMAS – Setor de Múltiplas Atividades Sul Trecho 03, lote 01, Edifício The Union, térreo, sala 32, CEP: 70610-051 – Brasília/DF.

Neste último caso, o contato pode ser mais demorado já que é necessário que o ministério receba a carta pelos correios.

Regras do auxílio emergencial 2021

Algumas regras básicas determinam quem pode receber o auxílio emergencial ou não. Veja abaixo algumas regras para quem receberá o auxílio emergencial em 2021.

  • Ter renda per capita inferior a meio salário mínimo (atuais R$ 550);
  • O valor da renda per capita é calculado pela soma dos ganhos de cada um, dividido pelo número de pessoas que residem no mesmo local;
  • Possuir renda total inferior a R$ 3.300;
  • Não ter vínculo empregatício ou não ter recebido há pelo menos três meses;
  • Microempreendedor Individual (MEI);
  • Desempregados;
  • Beneficiários que receberam o auxílio em 2020 e movimentaram os valores;

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.