Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio de R$550 e redução do FGTS: veja como fica

A votação para um possível retorno pode ocorrer no mês de agosto, no entanto, o programa poderá voltar com mudanças.

O Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda (BEm) pode ser reeditado. A votação para um possível retorno pode ocorrer no mês de agosto, no entanto, o programa poderá voltar com mudanças.

Isso porque, além das condições e requisitos já estabelecidos na medida pelo Governo Federal, dois novo programas foram criados, o Requip e o Priore. O primeiro visa a capacitação e qualificação de jovens e o segundo permite a redução do FGTS e outros descontos, a fim de manter o emprego do cidadão.

Funcionamento dos programas

Requip

O Regime Especial de Qualificação e Inclusão Produtiva (Requip) tem como objetivo promover a qualificação para jovens por dois anos, com a ajuda de empresas que deverão contratar e incentivar a capacitação.

O programa deve custar cerca de R$ 17,2 bilhões aos cofres da União, entre os anos de 2022 e 2026. No total, 3 milhões de pessoas serão atendidas. Sendo assim, o programa atendará cidadãos:

  • Com 16 a 29 anos de idade;
  • Estejam sem emprego formal há, pelo menos, dois anos;
  • Sejam beneficiários de programas sociais, como Bolsa Família;
  • Sejam jovens em situação de vulnerabilidade social.

A medida prevê o pagamento de um benefício no valor de R$ 550 por mês, sendo a metade do valor liberada pelo governo e a outra metade pelo contratante. Por fim, em caso de desligamento o programa, o cidadão seja incluído no Bolsa Família.

Detalhes do Requip:

  • Jornada de até 22 horas semanais.
  • Duração contratual de até 2 anos;
  • Não há vínculo empregatício;
  • A qualificação se dará por meio de cursos ofertados pelo Sistema S e pela rede pública;
  • São vedadas atividades entre 22h e 5h, perigosas ou insalubres;
  • Não há recolhimento de FGTS ou contribuição previdenciária.

Priore

O Programa Primeira Oportunidade e Reinserção no Emprego (Priore) será destinado aos cidadãos que buscam seu primeiro emprego formal. Para isso, é necessário possuir entre 18 e 29 anos de idade para participar.

Além disso, pessoas com idade superior a 55 anos e com mais de 1 ano sem emprego, poderão participar do programa.

O contratante poderá recolher parcelas menores referentes ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). O Governo Federal também dará incentivo para contratar.

O programa deve custar até R$ 23,9 bilhões entre 2022 e 2026 aos cofres públicos, sendo 4 milhões de trabalhadores beneficiados.

Detalhes do Priore:

  • Jornada de até 44 horas semanais;
  • Remuneração de R$ 275 pagos pelo governo, além do salário fornecido pelo empregador (não poderá ser inferior a um salário mínimo);
  • Duração contratual de até dois anos;
  • Vínculo estabelecido através de carteira assinada
  • Pagamento de 13º salário e férias mensalmente, de forma proporcional.
  • Demissão por justa causa gera apenas o pagamento de 20% da multa rescisória.

Veja também: Confira os pagamentos do Auxílio Emergencial para essa semana

1 comentário
  1. Oliveira Diz

    Na matéria última informação sobre a demissão está meio confusa. Ainda mais relatando que empregado com justa levaria 20% de multa.???

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.