Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio emergencial: Dataprev fará nova revisão nas contas ainda nesta semana

De acordo com as informações oficiais, o Dataprev fará mais um pente fino nas mais de 39 milhões de contas nesta semana

O Dataprev está se preparando para realizar mais um pente fino nas contas das mais de 39 milhões de pessoas que estão recebendo o Auxílio Emergencial. Pelo menos é isso o que diz a regra geral do benefício. É uma forma de tentar evitar golpes nos pagamentos do dinheiro do Governo Federal.

Por isso, é importante ressaltar que mais pessoas podem acabar perdendo o direito de receber o benefício. Neste caso, portanto, quem tiver esse novo cancelamento não recebe a quarta parcela do programa em questão. O Dataprev costuma analisar a atualização dos dados dos usuários.

Então se, por exemplo, uma pessoa conseguir um emprego formal, ela vai acabar deixando de ter o direito de receber o benefício. Acontece que pelas regras do projeto, um usuário que recebe formalmente um salário fixo não pode receber o saldo. Isso porque se entende que ela não precisa mais disso.

Quem tiver esse cancelamento agora entre os pagamentos do terceiro e do quarto ciclo também vai perder o direito de receber as parcelas da possível e provável prorrogação do benefício. De acordo com o Ministro da Economia, Paulo Guedes, a tendência é que o programa se estique por mais dois ou três meses.

Cancelamento

Esse movimento de reanálise é normal e acontece sempre depois dos pagamentos de cada parcela. Então logo depois que a Caixa termina os repasses de um ciclo, o Dataprev começa a reanalisar os dados para saber quem pode seguir recebendo.

Eles fizeram isso entre os repasses da primeira e da segunda parcela. E logo depois, repetiram a dose entre os pagamentos do segundo e terceiro ciclo. Agora, eles devem fazer o mesmo procedimento depois da próxima quarta (30).

Esta é a data do último pagamento para as pessoas que recebem o Auxílio via Bolsa Família e também para os brasileiros que se inscreveram no programa através do aplicativo do projeto. Qualquer um deles poderá passar por um cancelamento na conta.

Contestação

Vale lembrar que as pessoas que tiveram essa suspensão na conta, terão o direito de fazer a contestação do resultado. Para isso, é importante ir até o site oficial do programa e colocar os dados pessoais.

Logo depois disso, o próprio site vai informar como está a situação do beneficiário. Em caso de cancelamento, o cidadão vai poder analisar se concorda ou não com o motivo. Se ele considerar que foi erro, aparecerá um botão de contestação.

Vale lembrar ainda que esse botão não aparece para todo mundo. Em alguns casos, o Dataprev não permite que esse processo de questionamento do resultado aconteça porque considera que essas situações não são passíveis de contestação.

Auxílio

O Auxílio Emergencial, aliás, está pagando quatro parcelas de valores que variam entre R$ 150 e R$ 375. Os montantes são notadamente mais baixos do que os do ano passado. O Governo alega que a redução aconteceu por uma questão de respeito com as contas públicas. Não há nenhuma previsão de aumento para o projeto. Pelo menos não até aqui.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.