Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Auxílio Brasil: novo grupo recebe parcela quinta-feira (21)

A partir de hoje (21) a Caixa Econômica Federal paga o Auxílio Brasil do mês de julho aos beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) final 4. Os pagamentos referentes a este mês tiveram início na segunda-feira (18). Nesta semana já receberam o valor do benefício, os beneficiários com NIS final 1, 2 e 3.

O Auxílio Brasil possui o valor mínimo de R$ 400 e o calendário de pagamento segue como base o modelo do antigo programa Bolsa Família, que pagava os beneficiários nos dez últimos dias úteis do mês.

Para consultar informações sobre datas de pagamento, valor do benefício e composição das parcelas, os beneficiários podem acessar dois aplicativos, estes são: Auxílio Brasil, desenvolvido para o programa social, e Caixa Tem, usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco.

Calendário de pagamento do Auxílio Brasil

Durante o mês de julho, o Ministério da Cidadania informa que, o Auxílio Brasil deve receber mais de 18 milhões de famílias. Este volume irá totalizar um investimento de R$ 7,6 bilhões. Atualmente o benefício garante um repasse mínimo de R$ 400, durante o mês de julho o repasse médio será de R$ 408,80. Confira a seguir o calendário de pagamento do benefício para o mês de julho:

Final do NISData de pagamento do Auxílio Brasil
118/07
219/07
320/07
421/07
522/07
625/07
726/07
827/07
928/07
028/07

De acordo com uma portaria publicada no “Diário Oficial da União” da última quarta-feira (20), o programa pagará benefício mínimo de R$ 600 durante os meses de agosto a dezembro.

Está automaticamente incluso no programa, as famílias que já estavam inclusas no antigo programa Bolsa Família do governo Lula. Já as famílias que estão no CadÚnico, mas não recebia o Bolsa Família, estas vão para a lista de reserva. Enquanto, as famílias que não estão incluídas no Cadastro Único, precisarão  buscar um Cras para registro, contudo continuarão sem garantia de receber o auxílio.

Levantamento sobre o benefício

De acordo com um levantamento da Secretaria Nacional de Renda de Cidadania, dentre as regiões com maior volume de beneficiários, o Nordeste se destaca com quase 8,6 milhões de famílias. Em sequência aparecem as regiões Sudeste (5,2 milhões), Norte (2,1 milhões), Sul (1,2 milhão) e Centro-Oeste (941 mil).

Já o estado com maior número de famílias contempladas, a Bahia se destaca com 2,26 milhões de famílias. Outros volumes consideráveis estão localizados nos estados de São Paulo (2,18 milhões), Pernambuco (1,44 milhão), Minas Gerais (1,43 milhão), Rio de Janeiro (1,33 milhão), Ceará (1,32 milhão), Pará (1,15 milhão) e Maranhão (1,1 milhão).

O atual valor do Auxílio Brasil é destinado às famílias em situação de extrema pobreza (com renda familiar mensal per capita de até R$ 105). Também tem direito às famílias que se enquadram em situação de pobreza (com renda familiar mensal per capita entre R$ 105,01 e R$ 210), tendo entre seus membros, gestantes ou pessoas com menos de 21 anos.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.