Auxílio Brasil: mais 556 mil pessoas são incluídas

Um total de 556 mil famílias foram incluídas neste mês para receber o Auxílio Brasil, desta forma já são 18 milhões de beneficiários do programa de transferência de renda.

Mesmo assim há ainda famílias de fora do programa e muitas tem dúvidas se de fato tem direito e como saber se vão receber, por isso, preparamos algumas perguntas e respostas abaixo.

Veja também como conseguir o vale-gás e desconto na conta de luz.

O que é o Auxílio Brasil?

O Auxílio Brasil é uma reformulação do Bolsa Família que deixou de existir, todas as pessoas que participavam do antigo programa tem direito aos valores automaticamente, já novos beneficiários serão incluídos mensalmente.

Mega-Sena acumula para R$12 milhões

Fila de espera

O presidente Jair Bolsonaro (PL) vetou a regra que estabelecia a proibição da fila de espera, com a inclusão automática de todos que tinha os requisitos. Na época ele explicou que a inclusão automática de todas as famílias “acarretaria em ampliação das despesas”. E que caberia ao Executivo fazer o balanço dos gastos a mais e orçamentos disponíveis, o que dispensaria a proibição da fila de espera.

Como saber se vou receber?

Se você tem dúvida se vai receber, saiba que basta baixar um dos aplicativos abaixo no seu celular e conferir a sua situação.

  • Aplicativo Caixa Tem;
  • Aplicativo Caixa Econômica Federal;
  • Ou pelo aplicativo Auxílio Brasil.
  • Atendimento da Caixa pelo telefone 111.

Quem tem direito?

  • É necessário estar cadastrado no CadÚnico e ter seus dados atualizados pelo menos uma vez nos últimos dois anos;
  • Tem direito que tem renda familiar mensal per pessoa de até R$ 105, ou seja, extrema pobreza;
  • Tem direito que tem renda entre R$ 105,01 e R$ 210, desde que a família seja composta por gestante, nutrizes (mães que amamentam), crianças, adolescentes ou jovens entre 0 e 21 anos incompletos.

Valor do Auxílio Brasil: cerca de R$ 400. Composição familiar interfere no valor – entenda.

Valor mínimo para receber

O Auxílio Brasil conta com um valor mínimo estabelecido de R$ 400. Nenhuma família recebe menos que isso, pelo menos não enquanto o benefício extraordinário está estabelecido.

O valor do benefício extraordinário varia de família para família já que sempre é um complemento do total que falta para que o valor de R$ 400 seja atingido.

Famílias que já receberiam R$ 400 sem o benefício extraordinário não devem receber qualquer valor a mais – entenda mais como funciona o benefício e que pode receber. 

Calendário do Auxílio Brasil – fevereiro

O calendário do Auxílio Brasil de fevereiro começa nesta segunda-feira (14). A ordem de pagamentos deve acontecer de acordo com o número de identificação social – o Nis.

Assim que chegar a data que você pode receber, o dinheiro já fica disponível para saque, transferências e até pelo cartão do programa.

NIS 1: 14/2 (segunda-feira)
NIS 2: 15/2 (terça-feira)
NIS 3: 16/2 (quarta-feira)
NIS 4: 17/2 (quinta-feira)
NIS 5: 18/2 (sexta-feira)
NIS 6: 21/2 (segunda-feira)
NIS 7: 22/2 (terça-feira)
NIS 8: 23/2 (quarta-feira)
NIS 9: 24/2 (quinta-feira)
NIS 0: 25/2 (sexta-feira)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.