Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (2 votes)

Auxílio Brasil: entenda o que será a lista de reserva do programa

Governo Federal pretende criar uma espécie de lista de reserva para os pagamentos do programa Auxílio Brasil

Estamos à vésperas dos primeiros pagamentos do Auxílio Brasil e mesmo diante dessa proximidade, muita gente ainda tem dúvidas sobre esses repasses. Uma das questões é sobre a chamada lista de reserva. Boa parte dos futuros usuários do benefício ainda não sabem o que é isso.

Para explicar, é preciso entender como vai funcionar. É que como se sabe, o Auxílio Brasil vai atender apenas pessoas que estejam dentro do Cadúnico. Esse é o requisito básico. Para além disso, o cidadão precisa estar em situação de extrema pobreza ou pelo menos de pobreza desde que esteja morando com pelo menos uma gestante ou um indivíduo com menos de 21 anos.

Só que mesmo quem atende a todos esses requisitos vai poder ficar de fora do programa. E isso vai acontecer porque o plano do Governo Federal é fazer os pagamentos para cerca de 17 milhões de pessoas. E isso considerando que o Congresso Nacional vai aprovar a PEC dos Precatórios.

Se mais de 17 milhões de pessoas pediram para entrar no Auxílio Brasil, o que vai acontecer? Neste caso, o Governo vai colocar 17 milhões para receber o programa e a quantidade excedente vai acabar indo para essa lista de reserva. Pelo menos é isso o que se sabe até aqui.

Na prática, essas pessoas que não conseguiram entrar no programa irão para uma fila de espera. Elas irão esperar até que alguns usuários saiam do projeto para que se abra um espaço para que elas entrem. Não é, portanto, muito diferente do que acontece hoje com a fila do Bolsa Família.

A fila do Bolsa Família

Nos últimos meses, um ponto específico está gerando uma série de críticas ao Governo Federal. Nós estamos falando aqui da fila do Bolsa Família. De acordo com o Consórcio Nordeste, cerca de 2,4 milhões de pessoas estão nesta situação.

A promessa do Governo Federal era acabar com essa fila até já neste mês de novembro. Mas como o Congresso Nacional ainda não aprovou a PEC dos Precatórios por completo, então a proposta agora é só zerar a partir de dezembro.

O que pode acontecer é que essa fila pode voltar já no mês de janeiro de 2022. É que, como dito, se o número de pessoas que querem o novo Bolsa Família foi maior do que os 17 milhões, então essa espera vai se formar novamente

Olho no Cadúnico

Mesmo que o Cadúnico não seja uma garantia para o recebimento do Auxílio Brasil, ele não deixa de ser importante. Então quem não está com os dados atualizados, precisa fazer isso o quanto antes para não perder a chance de entrar no benefício.

Auxílio mês a mês

O Governo Federal afirma, no entanto, que é bem provável que novos usuários entrem no benefício sempre a cada mês. Então mesmo quem não conseguir entrar no projeto em dezembro, vai poder entrar no programa nos meses seguintes.

A ideia do Palácio do Planalto é pagar o Auxílio Brasil a partir deste mês de novembro. Só que neste primeiro momento, os valores irão apenas para quem estava no Bolsa Família. Novas entradas acontecerão apenas a partir de dezembro.

5/5 - (2 votes)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.