Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4/5 - (1 vote)

Auxílio Brasil: Como saber se irei receber?

Com mais 3 milhões de novas famílias beneficiárias neste mês de janeiro, muitas querem saber se foram incluídas.

No início desta semana, o Ministério da Cidadania informou que mais de 3 milhões de famílias foram incluídas no Auxílio Brasil. Isto é, programa do Governo Federal com o objetivo de substituir o Bolsa Família.

Desse modo, neste mês de janeiro, o benefício deverá chegar a cerca de 17,5 milhões de lares brasileiros. Além disso, cada uma destas famílias terá acesso a pelo menos o valor mínimo do benefício, ou seja, de R$ 400. 

Assim, a pasta responsável pela coordenação do programa relata que, com a inclusão destas famílias, a fila de espera do benefício foi zerada. Nesse sentido, serão cerca de R$ 7,1 bilhões investidos no programa durante este mês de janeiro. 

“As 3 milhões de novas famílias incluídas já começaram a receber notificações desde a última semana. Ao entrar no programa, elas recebem, via Correios, no endereço informado durante o cadastramento, duas cartas da Caixa: a primeira é um informativo com orientações gerais, enquanto a segunda traz o Cartão Auxílio Brasil”, declarou o Ministério da Cidadania por meio de nota oficial.

Leia mais:

Auxílio Brasil: como saber se vou receber o complemento do programa

Auxílio Brasil: número de novos usuários é maior do que o Governo prometeu

Pagamentos do mês de janeiro

A partir da próxima terça-feira, 18 de janeiro, os beneficiários que possuem o Número de Identificação Social (NIS) de fim 1 já poderão receber os valores do Auxílio Brasil em 2022.

Então, os depósitos continuarão da seguinte maneira:  

  • 18 de janeiro: NIS de final 1; 
  • 19 de janeiro: NIS de final 2; 
  • 20 de janeiro: NIS de final 3; 
  • 21 de janeiro: NIS de final 4; 
  • 24 de janeiro: NIS de final 5; 
  • 25 de janeiro: NIS de final 6; 
  • 26 de janeiro: NIS de final 7; 
  • 27 de janeiro: NIS de final 8; 
  • 28 de janeiro: NIS de final 9; 
  • 31 de janeiro: NIS de final 0.

Quem entrou no Auxílio Brasil?

O Ministério da Cidadania ainda não publicou uma lista com informações sobre os novos participantes do Auxílio Brasil. No entanto, já é possível consultar quem são os novos beneficiários.

Tratam-se, então, de quem já cumpria com os critérios de participação, mas esperavam análise do governo.  Portanto, serão comtemplados pelo programa de transferência de renda, aquelas famílias que se enquadrem nos seguintes casos:

  • Famílias que se encontrem em situação de extrema pobreza, ou seja, com renda mensal per capita de R$ 105; 
  • Famílias que em situação de pobreza, que possuam renda entre R$ 105,01 e R$ 210. No entanto, estas também devem ter em sua constituição gestantes, nutrizes ou crianças e jovens de 0 a 21 anos incompletos.

Além disso, também é necessário ter inscrição no Cadastro Único (CadÚnico), o banco de dados do Governo Federal que identifica as famílias de baixa renda do país.

Por fim, a gestão também alerta que, caso a família já possua inscrição no CadÚnico, os dados da unidade familiar deverão estar atualizados há pelo menos 2 anos.

Como consultar se receberei Auxílio Brasil?

Inicialmente, o Governo Federal irá enviar duas cartas: uma com orientações sobre o benefício e outra com o cartão. No entanto, se a família ainda não recebeu a correspondência pode conferir por meio de seu CPF.

Assim, a consulta pode ocorrer por meio do número do CPF do responsável pela unidade familiar da seguinte forma:

  • Primeiramente, o cidadão deve ter o aplicativo Auxílio Brasil. No momento de baixá-lo, é importante verificar aquele que contém como desenvolvedor oficial a Caixa Econômica Federal. Isso é essencial para não baixar um app falso e cair em golpes.
  • Após o app ser instalado, escolha a opção “Fazer login”; 
  • Preencha suas informações de login, com o número de seu CPF e senha;

Após efetuar o login, então, o painel do aplicativo irá apresentar as principais informações sobre o programa. Isto é, como, por exemplo, a aprovação, saldo disponível, número do NIS, calendário e chat para tirar dúvidas.

Ademais, a consulta sobre o pagamento também poderá ser realizada nos seguintes locais:

  • Terminais de autoatendimento
  • Casas lotéricas
  • Agências bancárias
  • Correspondentes credenciados Caixa Aqui

Por fim, também é possível verificar sua situação pelo Atendimento Caixa ao Cidadão, com o número de telefone 111.

Como é o Auxílio Brasil?

O novo programa social do Governo Federal, o Auxílio Brasil, é composto por nove modalidades distintas de benefícios. As três primeiras foram a base da medida, assim, são elas:

  • Primeira Infância: às famílias que possuem crianças entre zero e 36 meses incompletos;
  • Composição Familiar: a jovens de 18 a 21 anos incompletos. O objetivo da modalidade é de promover o incentivo ao grupo a permanecer nos estudos para concluir pelo menos um nível de escolarização formal;  
  • Superação da Extrema Pobreza: caso a renda mensal de cada integrante da família não ultrapasse os valores da linha da extrema pobreza mesmo após o recebimento dos benefícios citados anteriormente, a família terá direito a um complemento financeiro sem limitações relacionadas ao número de membros do núcleo familiar.

Já as outras seis são consideradas complementares, que poder ser acrescentadas ao valor base de acordo com a situação de cada família.

Leia mais:

Auxílio Brasil não terá opção de empréstimo consignado. Entenda

Complementos 

Ademais, as famílias poderão receber, também:

  • Auxílio Esporte Escolar: a estudantes com idades entre 12 e 17 anos incompletos que obtenham destaque em competições oficiais do sistema de jogos escolares brasileiros e que sejam membros de famílias que participam do Auxílio Brasil; 
  • Bolsa de Iniciação Científica Júnior: a estudantes beneficiários do Auxílio Brasil que tenham bom desempenho em competições acadêmicas no país; 
  • Auxílio Criança Cidadã: ao responsável por família com criança de zero a 48 meses incompletos que consiga fonte de renda, mas não encontre vaga em creches públicas ou privadas da rede conveniada. A cota será disponibilizada até a criança complete 2 anos; 
  • Auxílio Inclusão Produtiva Rural:  auxílio financeiro mensal para que o cidadão possa começar a investir em uma produção rural própria; 
  • Auxílio Inclusão Produtiva Urbana: é um incentivo para que o beneficiário integre o mercado formal de trabalho, com a garantia de que, caso mantenha os demais requisitos do Auxílio Brasil, será apoiado pelo Governo Federal; 
  • Benefício Compensatório de Transição: a unidades familiares que se encontravam na folha de pagamento do Bolsa Família e perderam parte do valor recebido em razão da transferência para o Auxílio Brasil.

No entanto, mesmo que as famílias não tenham direito aos complementos acima poderão receber o valor de R$ 400.

4/5 - (1 vote)

Veja o que é sucesso na Internet:

1 comentário
  1. andrieli da Silva alves Diz

    Nao recebi o auxílio Brasil ate agora gostaria de saber como faco se ja fui aprovadaprovada pra receber

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.