Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (1 vote)

Auxílio Brasil: beneficiários devem ter cuidado ao baixar o app

Muitos aplicativos fraudulentos já surgiram, se passando pelo oficial do benefício.

Na última quarta-feira, 17 de novembro, o Governo Federal iniciou o pagamento do novo programa social, ou seja, o Auxílio Brasil, que substitui o Bolsa Família. Contudo, após o lançamento do aplicativo oficial do programa, diversos outros aplicativos que utilizam o mesmo nome começaram a aparecer na internet. Assim, isso pode representar um risco para os beneficiários do programa. 

Nesse sentido, houve a identificação de pelo menos oito aplicativos não oficiais na Play Store. Portanto, os  especialistas alertam sobre o uso dos apps que podem roubar dados e informações de sus usuários. 

Para chamar a atenção das pessoas, inclusive, alguns oferecem serviços como consulta de calendários e disponibilidade sobre o recebimento do benefício. Por esse motivo, profissionais da área sugerem que o Governo Federal realize uma campanha com o objetivo de instruir as pessoas e, dessa maneira, minimizar a possibilidade de fraudes. 

Além disso, é importante que os usuários sempre chequem se a versão do aplicativo é realmente a oficial desenvolvida pelo Governo Federal.

Qual é o aplicativo correto?

De acordo com a Caixa Econômica Federal, os participantes que já recebem os valores pagos pelo programa Bolsa Família não precisam efetuar o download de um novo aplicativo. Isto é, visto que isto ocorrerá de maneira automática. 

Ademais, segundo a instituição, o aplicativo oficial do Auxílio Brasil será atualizado de maneira gradativa para evitar um possível congestionamento do sistema.

No entanto, aqueles que desejam baixar o novo aplicativo devem verificar se estão acessando o correto. Desse modo, a Caixa também explica que o cidadão que possui interessa de efetuar o download do aplicativo deve sempre estar atento aos seguintes pontos: 

  • No momento de efetuar o download do aplicativo, sempre verifique qual o nome do desenvolvedor do programa. No caso do Auxílio Brasil, o desenvolvedor oficial do aplicativo é a própria Caixa Econômica Federal.
  • O nome correto do aplicativo oficial desenvolvido pela instituição é Auxílio Brasil CAIXA.
  • Nunca forneça seus dados a sites e aplicativos não oficiais.

Usuários reclamam de aplicativo do Auxílio Brasil após o mesmo ficar fora do ar

Logo após seu lançamento, o aplicativo oficial do Auxílio Brasil já vem sendo alvo de críticas de alguns usuários. De acordo com estes, portanto, estão enfrentando problemas durante sua utilização. O programa promete acesso a diversos serviços, como, por exemplo, o calendário de pagamentos. No entanto, recebeu críticas no decorrer da última quarta-feira, 17 de novembro, início do pagamento das parcelas referentes ao Auxílio Brasil.

A principal reclamação dos usuários foi que o sistema não apresenta as informações do benefício. Ademais, as vezes eram a plataforma informava dados do Auxílio Emergencial, programa que se encerrou em outubro.

Sem conseguir as informações de maneira remota, então, centenas de beneficiários tiveram que se dirigir as agências físicas da Caixa Econômica. Assim, isso acabou por acarretar um aumento considerável das filas nos postos de atendimento em várias localidades do país.

Sobre as reclamações, a instituição relatou que, até o momento, não encontrou instabilidades no sistema do aplicativo.

Outros canais de atendimento

Aqueles que tiverem dúvidas no momento de utilizar o aplicativo não precisam se preocupar, já que existem outros canais de atendimento. Assim, a Caixa informa que a consulta de informações sobre o pagamento do Auxílio Brasil também pode ocorrer por meio do aplicativo Caixa Tem.

Em conjunto, aqueles que preferem o atendimento físico podem procurar os terminais de atendimento, as casas lotéricas, as agências físicas do banco e, também, os postos Caixa Aqui.

Por fim, ainda, o atendimento também poderá ser realizado por meio do Caixa Cidadão, disponível pelo número 111.

Confira como consultar o Auxílio Brasil por meio de seu CPF

Todos os participantes do Bolsa Família que receberam suas parcelas até o mês de outubro deste ano foram para o novo benefício de maneira automática.

Além disso, o Auxílio Brasil contemplará famílias que se encontrem em situação de pobreza ou extrema pobreza. Assim como no Auxílio Emergencial, então, a Dataprev realizará mensalmente uma análise na folha de pagamentos do benefício. Dessa forma, será possível garantir que todos os participantes estejam cumprindo todas os requisitos para ter acesso aos valores do benefício.

Contudo, em caso de dúvida o cidadão pode conferir nos postos de atendimento do Governo Federal com seu CPF. Depois de instalar o aplicativo oficial do Auxílio Brasil, o cidadão deverá escolher a opção “Consultar”, logo após deve digitar sua senha.

A seguir, será necessário que o mesmo informe o número do CPF do responsável familiar do Auxílio Brasil. Se a família estiver apta para o novo benefício, é possível consultar o valor que receberá e a data do depósito. Para isso, basta selecionar a opção “Ver parcelas”.

Também é possível realizar a consulta ao Auxílio Brasil por meio do aplicativo Caixa Tem, que é utilizado para movimentação da conta-poupança digital da Caixa. O acesso também é feito com o número do CPF e a senha numérica cadastrada no aplicativo.

Como se cadastrar no aplicativo

Caso o usuário ainda não possua senha cadastrada, siga os passos a seguir:

  • Instale o aplicativo em seu telefone celular. Para realizar o download, é só acessar a Google Play Store ou a Apple Store e baixar o app CAIXA Tem; 
  • Digite o número de seu CPF e escolha a opção “Cadastre-se”; 
  • Informe novamente o CPF e seu nome completo. Após este passo selecione “Próximo”; 
  • Digite o número do seu celular. Não esqueça de informar o seu DDD corretamente. Clique em “Próximo”; 
  • Informe sua data de nascimento e o seu CPF; 
  • Depois, digite duas vezes o seu e-mail e clique em “Próximo” 
  • Crie uma senha, de seis dígitos numéricos. É importante alertar que está senha nunca deverá ser fornecida a terceiros e nem utilizada em outros aplicativos não oficias; 
  • Selecione a opção “Não sou um robô”; 
  • Após realizar o processo, vá à sua caixa de e-mail e procure pelo “Login Caixa”. Clique no link presenta na mensagem para confirmar; 
  • Durante seu primeiro acesso, no aplicativo Caixa Tem, clique em “Liberar acesso” e valide o seu celular através da opção “Receber código”; 
  • Informe o código recebido por SMS no aplicativo Caixa Tem;
5/5 - (1 vote)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.