Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Auxílio Brasil: apenas uma parte dos usuários teve aumento em novembro

De acordo com relatos nas redes sociais, apenas uma parte dos usuários do Bolsa Família tiveram aumento no Auxílio Brasil

O Governo Federal começou os pagamentos do seu novo Auxílio Brasil. Muita gente estava esperando receber no mínimo R$ 400 já a partir deste mês de novembro. Essa, aliás, foi a promessa do Presidente Jair Bolsonaro. Só que quem está recebendo esses repasses está vendo que não é bem isso o que está acontecendo.

O Ministério explica que não vai conseguir pagar os R$ 400 neste primeiro momento porque o Congresso Nacional ainda não aprovou a PEC dos Precatórios. Com isso, ainda na visão deles, não daria para pagar o Auxílio Brasil turbinado. De qualquer forma, eles garantem que os usuários recebem aumento já nesta primeira rodada.

O Ministério da Cidadania anunciou que esse primeiro aumento está sendo de 17,8%. E isso implica dizer que cada pessoa está recebendo em média R$ 220. Já é um aumento já neste primeiro mês de pagamentos. Acontece, no entanto, que muita gente está dizendo que está recebendo menos agora.

Não se sabe ao certo quantos indivíduos tiveram uma queda nos pagamentos entre os meses de outubro e novembro. Seja um contingente grande ou não, o fato é que para essas pessoas a história de que o novo Auxílio Brasil está maior ainda não é verdade. Isso porque eles estão tendo perdas.

Vale lembrar que isso é algo que o Governo vinha garantindo que não aconteceria de jeito nenhum. Eles até chegaram a dizer que no caso de uma queda no valor do benefício as pessoas iriam receber um projeto de compensação. Só que para este mês de novembro, isso ainda não está acontecendo de fato.

Pessoas que vieram do Auxílio

Para quem não sabe, o Governo permitiu que parte dos usuários do Bolsa Família migrassem para o Auxílio Emergencial. Isso podia acontecer sempre que a mudança representasse uma vantagem financeira para o usuário.

A maior parte dos usuários do Bolsa Família que fizeram essa migração, receberam R$ 375 no Auxílio Emergencial. Agora, a maioria está recebendo ou vai receber ainda um valor muito menor do que isso no novo benefício.

Aumento em dezembro?

O plano do Governo Federal é mesmo tentar aumentar esses valores a partir do próximo mês de dezembro. Se isso acontecer mesmo, o patamar vai subir para um mínimo de R$ 400 para cada uma das famílias do benefício.

Falando nisso, a quantidade de pessoas que recebem o Auxílio Brasil também deve aumentar. Como dito, hoje estão recebendo cerca de 14,5 milhões. E em dezembro, isso pode subir para a casa dos 17 milhões.

PEC vai definir

De acordo com o Governo Federal, tudo isso vai depender da aprovação ou não da PEC dos Precatórios. Esse texto, como se sabe, já passou pela liberação da Câmara dos Deputados. Agora, no entanto, o foco se volta para o Senado Federal.

Ainda não se sabe quando essa votação vai acontecer por lá. De acordo com informações de bastidores, as primeiras análises deverão acontecer ainda a partir da próxima semana. Foi isso o que disse o líder do Governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE).

Avalie o Texto.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.