Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Aumento no preço de combustíveis provoca filas nos postos de cidades brasileiras

Nesta quinta-feira (10) a Petrobrás comunicou o aumento no preço dos combustíveis, gasolina, diesel e gás de cozinha. Isso se deve, segundo a estatal, ao fato da empresa seguir a política internacional de preços do petróleo.

Aumento nos preços de combustíveis

Se não bastasse, o fato é que o aumento é ainda maior nos consumidores finais, ou seja, o cidadão brasileiro que depende do combustível para se locomover. A justificativa da alta nesse caso é que esse preço nas bombas está atrelado aos impostos e as margens de lucro dos revendedores e distribuidores.

Esse anúncio levou aos brasileiros a uma corrida contra o tempo em busca de encher os tanques antes da alta. O que se viu nas cidades de todo o Brasil foram enormes filas nos postos de combustíveis.

Leia também: “Auxílio-gasolina” para motoristas e motoboys; entenda

Aumento no preço de combustíveis pelo país

São Paulo (SP)

Filas longas, chegando mesmo a atrapalhar o trânsito. O consumidor que foi aos postos na tentativa de se antecipar ao aumento teve que enfrentar longas filas que, inclusive, chegaram a atapalhar o trânsito. Postos de gasolina já venderam produtos com altos preços antes mesmo de entrarem em vigor. Segundo o Procon isso é ilegal.

Belo Horizonte (MG)

A tônica foi a mesma na capital mineira. Motoristas buscando abastecer antes do reajuste entrar em vigor.
Santos (SP)

Em vários estabelecimentos da cidade foram vistas enormes filas. Destaque para o posto do Supermercado Extra. Outros estabelecimentos também enfrentaram as filas.

Curitiba (PR)

Mesmo com a corrida em busca do combustível sem o aumento, alguns postos chegaram a vender combustíveis a mais de R$ 7,05

Teresina (PI)

Em Teresina a média do litro de gasolina é de R$ 7. Um posto que oferecia gasolina a R$ 6,78 estava bem disputado. Estima-se que, com o aumento o valor do produto chegue até R$ 8.
São Luís (MA)

Em São Luis já se pode observar o aumento dos preços antes mesmo do reajuste anunciado para sexta-feira (11). Em poucas regiões o preço ficou no esperado. Em tais locais o que se observou foram as longas filas.

Maceió (AL)

Em Maceió se observou a constante do restante do país: longas filas e em alguns postos o aumento da gasolina e do diesel antes mesmo do reajuste.

Campo Grande (MS)

Na capital matogrossense foi verificado que distribuidoras seguraram combustíveis com a finalidade de os vender no preço de rejuste na sexta-feira (11). Motoristas se dirigiram aos postos e também enfrentaram filas para encher o tanque e apoveitar o preço antes de reajuste.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.