Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Atualidades: 9 soluções propostas pelo filme Dilema das Redes

A Netflix lançou o documentário investigativo premiado Dilema nas Redes neste ano. Expõe os muitos perigos que as redes sociais trouxeram para a nossa sociedade e pegou a todos de surpresa, e por um bom motivo.

Apesar das revelações perturbadoras apresentadas pelas pessoas que ajudaram a moldar a Internet como a conhecemos hoje, eles continuam otimistas. Por meio da ação coletiva, ainda podemos redirecionar a direção que a mídia social está tomando e conduzi-la a um mundo melhor.

Veja a seguir nove soluções que você pode aplicar agora para neutralizar o sistema, conforme declarado pelas mesmas pessoas que o criaram:

1 – Exclua aplicativos desnecessários

Às vezes baixamos aplicativos que quase não usamos, de jogos a apps de notícias. Avalie quais deles são desnecessários e exclua-os. Afinal, você pode se sentir ansioso por ter esses programas em seu celular.

2 – Desligue as notificações de aplicativos

As notificações de mensagens e conteúdos novos são uma forma das redes sociais de chamar a sua atenção com o pretexto de mantê-lo atualizado. Em vez disso, desligue-os. Você descobrirá se é realmente importante ou não no seu próprio tempo.

3 – Mudar do Google para Qwant

A saber, ao contrário do Google, o buscador Qwant não armazena o histórico de pesquisa do usuário, muito menos o compartilha com terceiros sem o consentimento do usuário.

4 – Nunca aceite as recomendações do Youtube

Assumir o controle do que você vê e lê é outra maneira de neutralizar o algoritmo. As recomendações foram criadas para mantê-lo informado e assistir a mais vídeos por horas a fio.

5 – Verifique os fatos antes de compartilhar

Passamos da era da informação para o sofrimento na era da desinformação. Evite compartilhar notícias falsas e verifique de forma proativa se as informações nas notícias que você está lendo são verdadeiras.

Uma dica: se o título imediatamente apela às suas emoções, ou é desnecessariamente sensacionalista, então provavelmente não é verdade.

6 – Evite clickbaits

‘Clickbaits criam um incentivo financeiro que perpetua o sistema existente’, disse Justin Rosenstein, ex-engenheiro do Google e do Facebook e co-fundador da Asana.

7 – Siga pessoas de quem discorda

Aqui estou eu por um segundo. Diferentes tipos de informação mantêm você fora da bolha em que o algoritmo deseja mantê-lo dentro; exponha-se a diferentes perspectivas para estar em sintonia com a realidade ao seu redor.

8 – Aos pais: só permita dispositivos com propósito educacional

A mídia social perpetua seu crescimento. Permita que eles tenham uma presença online quando chegarem ao ensino médio ou aos 16 anos. Mantenha os dispositivos fora do quarto em um horário fixo todas as noites.

Leia mais – Jovens e redes sociais: Dicas de como os pais podem agir

9 – Limite seu tempo de tela

Quanto tempo você deseja passar online? Retome o controle de seu tempo. Smartphones agora têm um recurso integrado que mostra quanto tempo você gasta rolando; o iPhone, por exemplo, possui um recurso de configurações chamado Screen Time .

Para uma resposta mais curta: exclua completamente as mídias sociais e faça parte da mudança. O Dilema Social é imperdível: dê uma olhada na Netflix, se ainda não o fez!


E então, qual sua opinião sobre o uso desenfreado de mídias sociais e a coleta de dados por parte das empresas?

Você assistiu o filme Dilema das Redes? Conte para a gente o que achou!

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.