Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Apple reassume posição de marca mundial mais valiosa

Tecnologia é o principal setor entre as dez marcas mais valiosas do mundo no ranking da Kantar

A Apple está no topo da classificação das marcas mundiais mais valiosas do Kantar BrandZ de 2022 e está no caminho de tornar-se a primeira marca a atingir a casa do trilhão de dólares. Com um valor de marca de US$ 947,1 bilhões, a empresa “se destaca por seu alto grau de diferenciação e diversificação continuada, englobando hardware, software e portfólio de serviços”, segundo o estudo. 

O Google vem em segundo lugar, sendo um dos destaques de crescimento mais rápido na classificação e com um aumento no seu valor de marca de 79%, ou US$ 819,6 bilhões. Seu conjunto de aplicativos de trabalho e produtividade é parte essencial da vida dos consumidores em todo o mundo, na visão do Kantar BrandZ. 

O estudo ainda mostra que o valor combinado das 100 marcas globais mais valiosas aumentou em 23%, ou US$ 8,7 trilhões no último ano, destacando a importância da força das marcas ao navegar em uma economia global desestabilizada. 

Dos dez primeiros lugares, sete são empresas de tecnologia (veja o ranking abaixo). As categorias de Mídia e Entretenimento, Soluções de Negócios, Provedores de Tecnologia e Varejo respondem por mais de metade do valor total da classificação das 100 Maiores. 

Por fim, o Mercado Livre é a única marca latino-americana no Top 100 das marcas mais valiosas e é a primeira da Argentina a chegar ao ranking Kantar BrandZ desde sua criação, em 2006. Maior ecosistema de e-commerce e pagamentos online da América Latina, a marca ingressa na 71ª posição, com um valor de US$ 29,916 milhões. 

Marcas mundiais mais valiosas de Kantar BrandZ de 2022 

Posição 2022 Mudança na classificação Marca País de origem Valor da marca em 2022 (US$ mi) Valor da marca em 2021 (US$ mi) % de mudança do valor da marca 2022 vs. 2021 
1 1 Apple Estados Unidos 947.062 611.997 55% 
2 1 Google Estados Unidos 819.573 457.998 79% 
3 -2 Amazon Estados Unidos 705.646 683.852 3% 
4 0 Microsoft Estados Unidos 611.460 410.271 49% 
5 0 Tencent China 214.023 240.931 -11% 
6 3 McDonald’s Estados Unidos 196.526 154.921 27% 
7 1 Visa Estados Unidos 191.032 191.285 0% 
8 -2 Facebook Estados Unidos 186.421 226.744 -18% 
9 -2 Alibaba China 169.966 196.912 -14% 
10 11 Louis Vuitton França 124.273 75.730 64% 

As principais tendências destacadas no estudo global da Kantar BrandZ incluem: 

  • Microsoft, Zara e IBM estão entre as primeiras no novo Kantar Sustainability BrandZ Index, mostrando que a sustentabilidade já responde por 3% do valor da marca e espera-se seu crescimento. 
  • Tesla é uma das maiores histórias de sucesso do ano, saltando da 47ª posição para a 29ª e espelhando a tendência de vendas mundiais de veículos elétricos, com mais que o dobro de 2021. 
  • As marcas chinesas continuam fortes, apesar de enfrentarem desafios singulares com a pandemia, figurando duas vezes entre as 10 Maiores globais, com a Tencent em 5º lugar e a Alibaba em 9º. A China também é o único mercado a rivalizar com a dominância dos EUA na categoria de Mídia e Entretenimento, com o WeChat na 5ª posição e o TikTok na 9ª.  

Tecnologia e Luxo se destacam  

As marcas de Tecnologia e Luxo foram as que mais cresceram, com 46% para a Tecnologia ao Consumidor e 45% Artigos de Luxo. A Louis Vuitton, por exemplo, é a primeira marca de luxo a alcançar as 10 maiores globais, o que reflete o crescimento do mercado mundial de artigos de luxo, particularmente na China. A Louis Vuitton obteve um crescimento de 64% no valor da marca esse ano, e é a primeira europeia a alcançar as 10 Maiores globais desde 2010. 

Já o setor de Tecnologia, além de representar o maior número de empresas no top 10 entre as marcas mais valiosas, também trouxe destaque entre as empresas estreantes no ranking. A Infosys, empresa indiana de serviços de TI e consultoria, chegou ao 64º. A marca latino-americana Mercado Livre entrou na 71ª posição. Fora do setor, a marca Aramco, uma das maiores companhias integradas de energia e produtos químicos do mundo, também estreou no ranking e logo em uma posição mais alta, em 16º lugar.   

As marcas de Serviços Bancários e Automóveis também demonstraram um crescimento expressivo, sendo 34% nos Automóveis e 30% nos Bancos. Isso se compara ao crescimento entre setores como os de Vestuário (20%) e Cuidados Pessoais (17%). Em nível de categoria, a Wells Fargo foi a única nova marca em 1º lugar, saindo do segundo para o primeiro lugar na categoria de Serviços Bancários e substituindo a chinesa ICBC. 

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.