Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (1 vote)

Análise de Literatura: Memórias de Um Sargento de Milícias

Um resumo completo sobre a obra

Análise para ENEM e Vestibulares: Memórias de Um Sargento de Milícias

A obra “Memórias de Um Sargento de Milícias”, escrita por Manuel Antônio de Almeida, é um livro muito importante para a literatura brasileira.

Assim, não é de se surpreender que o livro seja abordado com frequência por questões de literatura, principalmente nos vestibulares e na prova do ENEM.

Dessa forma, para te ajudar, o artigo de hoje trouxe um resumo com uma breve análise sobre as principais características de Memórias de Um Sargento de Milícias. Vamos conferir!

Manuel Antônio de Almeida: o autor

Manuel Antônio de Almeida nasceu em 1831 e foi jornalista e escritor. O autor faleceu no ano de 1861, vítima de um naufrágio. As principais obras de Manuel incluem  “Dois Amores” e  “Memórias de Um Sargento de Milícias”.

Memórias de Um Sargento de Milícias: introdução

O livro “Memórias de um sargento de milícias” foi o único romance publicado pelo autor. A obra, publicada no ano de 1854, é considerada parte do romantismo brasileiro. Porém, devemos ter em mente de que alguns críticos literários classificam o romance como pré-realista.    

Os principais personagens da obra são: Leonardo, o protagonista; seu pai Leonardo Pataca, Maria da Hortaliça, mãe de Leonardo, o Barbeiro, a Parteira, Luizinha, Dona Maria e Major Vidigal.

Memórias de Um Sargento de Milícias: enredo

A história acontece na cidade do Rio de Janeiro e o centro dela é a vida de Leonardo Pataca, um jovem malandro.

O protagonista foi criado por seus padrinhos, uma vez que os seus pais brigaram e sua mãe fugiu para Portugal. O seu padrinho queria que ele se tornasse um padre. Porém, o jovem deixou da escola e só queria praticar travessuras. 

Em determinada fase da obra, Leonardinho, como é apelidado, apaixona-se por Luizinha. A história entre os dois dura pouco tempo. José Manuel, amigo da família, decide pedir a mãe de Luizinha em casamento para ficar com todos os seus bens.

Leonardinho percebe as verdadeiras intenções do homem e conta para os seus padrinhos, que relatam todo o plano para a avó de Luizinha, Dona Maria, que expulsa o noivo de casa.

Após a morte do padrinho, Leonardo recebe uma herança e seu pai, interessado nos bens do filhe, o convida para morar com ele. Nesse período, Pataca está casado com Chiquinha, filha da Parteira, e juntos tem uma filha.

A convivência com o pai não é boa e Leonardo é expulso de casa. Depois disso, ele conhece Vidinha, por quem se apaixona. Tudo vai bem até que dois primos da garota armam uma armadilha para Leonardinho, que acaba sendo preso.

A madrinha de Leonardo consegue libertá-lo e ele acaba se tornando “sargento de milícias”. Ainda, ele casa-se com Luizinha, uma vez que o seu esposo falece.

Memórias de Um Sargento de Milícias: características

Um dos maiores destaques do romance é o fato de a maioria dos personagens da obra pertencerem à classes baixas. Ainda, o amor representado ao longo da história não é idealizado e o protagonista não é representado como um herói, como acontecia frequentemente durante o Romantismo.

Assim, pode-se afirmar que Memórias de Um Sargento de Milícias se distancia dos padrões do movimento que predominava na época. Manuel Antônio de Almeida possui, ainda, a preocupação de empregar uma linguagem direta e em criar personagens realistas.

5/5 - (1 vote)

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.