Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3/5 - (2 votes)

LIBERADO calendário do abono salarial PIS/PASEP 2022; veja todas as datas

O Codefat aprovou na última sexta-feira (7) o calendário de pagamentos do PIS/Pasep sugerido pelo Governo Federal. De acordo com o cronograma, os repasses devem começar no dia 8 de fevereiro.

O calendário de pagamentos do abono salarial PIS/Pasep foi aprovado pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat). Neste sentido, os trabalhadores já podem conferir a data que receberão o seu respectivo benefício.

Veja também: Auxílio Brasil: entenda por que alguns usuários irão receber o 13º este ano

Na tarde da última segunda-feira (10), o Ministério do Trabalho e Previdência e Caixa Econômica Federal (CEF) confirmaram as datas.

Pagamentos do PIS/Pasep

O Codefat aprovou o calendário de pagamentos do PIS/Pasep sugerido pelo Governo Federal. De acordo com o cronograma, os repasses devem começar no dia 8 de fevereiro.

Importante ressaltar que o Conselho também decidiu que este ano só será pago o abono referente aos trabalhadores que exerceram atividade com carteira assinada ao longo de 2020. O benefício referente a 2021 será distribuído somente em 2023.

Calendário de pagamentos

PIS

Nascidos em Saque liberado dia Podem sacar até o dia
Janeiro 08/02/2022 29/12/2022
Fevereiro 10/02/2022 29/12/2022
Março 15/02/2022 29/12/2022
Abril 17/02/2022 29/12/2022
Maio 22/02/2022 29/12/2022
Junho 24/02/2022 29/12/2022
Julho 15/03/2022 29/12/2022
Agosto 17/03/2022 29/12/2022
Setembro 22/03/2022 29/12/2022
Outubro 24/03/2022 29/12/2022
Novembro 29/03/2022 29/12/2022
Dezembro 31/03/2022 29/12/2022

 

PASEP

Final da inscrição Saque liberado dia Podem sacar até o dia
0 15/02/2022 29/12/2022
1 15/02/2022 29/12/2022
2 17/02/2022 29/12/2022
3 17/02/2022 29/12/2022
4 22/02/2022 29/12/2022
5 24/02/2022 29/12/2022
6 15/03/2022 29/12/2022
7 17/03/2022 29/12/2022
8 22/03/2022 29/12/2022
9 24/03/2022 29/12/2022

 

Valor do PIS/Pasep

O valor do abono será de até R$ 1.212, conforme o novo salário mínimo em vigência. No entanto, esta quantia só concedida caso o trabalhador tenha exercido atividade com carteira assinada ao longo dos 12 meses de 2020.

Os trabalhadores que exerceram atividade por tempo inferior, vão receber o benefício proporcional a quantidade de meses trabalhados no ano-base. Para saber o valor que receberá, basta dividir o salário mínimo por doze referente aos doze meses do ano e multiplicar pela quantidade de meses trabalhados.

Exemplo:

  • Um cidadão trabalhou por 4 meses no ano-base, logo, R$ 1.212/12 (quantidade de meses no ano) = R$ 101×4 (quantidade de meses trabalhados) = R$ 404.

Como sacar o PIS/PASEP?

O Governo Federal liberou o saque do abono salarial do PIS/PASEP. Segundo o governo, o trabalhador que possuir Cartão do Cidadão e senha cadastrada poderá se dirigir aos terminais de autoatendimento da Caixa ou a uma casa lotérica. Caso não tenha o dispositivo, o cidadão poderá receber o valor em qualquer agência da Caixa, mediante apresentação de documento de identificação.

Lembrando que o Governo libera o recebimento via Caixa Tem, através da poupança social digital.

É importante destacar que as informações sobre o PIS podem ser obtidas a partir de 1º de fevereiro pelo telefone 0800-726-02-07 da Caixa. O trabalhador pode fazer consulta ainda no site http://www.caixa.gov.br/abonosalarial/ ou no aplicativo CAIXA Trabalhador. Para isso, é preciso ter o número do NIS (PIS/Pasep).

Já os servidores públicos que possuem o direito ao Pasep precisam verificar se houve depósito em conta. Caso isso não tenha ocorrido, é possível procurar uma agência do Banco do Brasil e apresentar um documento de identificação. Mais informações sobre o Pasep podem ser obtidas pelo telefone 0800-729 00 01, do Banco do Brasil.

Quem não pode receber o abono PIS/PASEP

As mesmas regras afirmam que algumas categorias não podem receber o PIS-PASEP mesmo que eventualmente atendam todas as características acima. O caso mais famoso é o dos empregados domésticos. Eles não recebem.

Trabalhadores rurais e urbanos que trabalham empregados por uma pessoa física também não podem receber. Se essa pessoa física for equiparada a uma jurídica, então também não pode receber esse abono adicional.

Quem tiver alguma dúvida de cunho mais particular sobre o PIS-PASEP deve entrar em contato com a central Alô Trabalhador, do Ministério da Cidadania. O número em questão é o 158 e o telefonema é gratuito.

3/5 - (2 votes)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.