Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Abono salarial do PIS/Pasep 2022 pode ser pago em dobro, passando de R$ 2 mil

Devido a decisão do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), o pagamento ocorrerá apenas no ano que vem.

Cidadãos que trabalharam com carteira assinada em 2020 estavam aguardando a liberação do abono salarial PIS/Pasep este ano. No entanto, devido a decisão do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), o pagamento ocorrerá apenas no ano que vem.

Decisão do Codefat

O Conselho Deliberativo do Fundo de Amparado ao Trabalhador (Codefat), composto por representantes do governo, empresas e trabalhadores, por sugestão da Controladoria Geral da União (CGU), decidiu em março adiar o abono PIS/Pasep de 2020 para 2022.

De acordo com a resolução, o adiamento da distribuição do abono salarial para o ano que vem foi necessário para aliviar os cofres da União, uma vez que se encontravam restritos ao fechamento das contas para o Orçamento de 2021 dentro no teto de gastos.

Além disso, o texto estabeleceu que os próximos pagamentos do PIS/Pasep ocorrerão a partir do primeiro semestre de cada ano. Isso porque, a decisão considera que os gastos referentes aos programas devem ser realizados dentro de um mesmo Orçamento, ou seja, mesmo ano.

Abono PIS/Pasep

O governo federal ainda não possui a lista com os nomes dos beneficiários do ano que vem, pois, além de ter trabalhado com carteira assinada em 2020, o cidadão deve contemplar alguns critérios para receber o benefício, como:

  • Estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos 5 anos;
  • Ter trabalhador no ano-base, ao menos, 30 dias consecutivos ou não;
  • Ter recebido em médio no ano-base remuneração de até dois salários mínimo;
  • Estar com os dados corretamente informados pelo empregador ao RAIS do governo.

A identificação dos contemplados de 2020 ocorrerá a partir do mês de outubro de 2021. A expectativa é que o governo libere o cronograma de pagamentos em janeiro para ser iniciado em fevereiro.

Abono dobrado

Embora o adiamento seja visto como negativo para milhares de trabalhadores, existe a possibilidade de o abono salarial ser pago de maneira acumulado no ano que vem, referente aos anos de 2020 e 2021.

O governo não confirmou a liberação dos dois abonos de uma vez em 2022, porém, a expectativa só aumenta.

Veja também: PIS/Pasep de até R$1.100 esquecido pelos trabalhadores; veja como sacar

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
1 comentário
  1. Roselene de Fátima do nascimento ramos Diz

    Eu presizava de dois mil reais emprestadosera possível como ke eu posso fazer pra fazer ese empréstimo

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.