Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

A Guerra de Reconquista: um resumo sobre esse conflito na Península Ibérica!

A Guerra de Reconquista: tudo o que você precisa saber!

A Guerra de Reconquista da Península Ibérica foi uma série de importantes conflitos que perduraram por séculos. O principal objetivo da cristandade era recuperar os seus territórios dominados pelo Império Islâmico.

Porém, a Reconquista gerou consequências para toda a Europa Medieval. Dessa forma, a Guerra é extremamente cobrada pelos principais vestibulares do país nas questões de História.

Devido à sua relação com o posterior descobrimento do Brasil pelos portugueses, a Guerra de Reconquista pode também aparecer nas questões de História do Brasil de determinados concursos.

A Reconquista da Península Ibérica: Introdução

A Reconquista da Península Ibérica, também chama de Guerra de Reconquista ou de Retomada Cristã, foi um movimento militar e religioso organizado em conjunto por Portugal e Espanha.

Os dois países pretendiam expulsar os muçulmanos que habitavam os seus territórios. Esses haviam estabelecido um domínio na península no ano de 711 e permaneceram até o ano de 1492, quando foram expulsos.

A Reconquista da Península Ibérica: Antecedentes Históricos

A Península Ibérica, até o século VIII, era habitada por tribos germânicas que seguiam o cristianismo.

Porém, após a morte de Maomé, os povos muçulmanos resolveram expandir os seus territórios.

Em 711, o Império Islâmico derrota cristãos, expulsa as demais tribos que viviam na península (como os visigodos, por exemplo) e estabelece o seu domínio.

Já em 718 os visigodos e demais tribos que haviam sido expulsas tentam reagir aos muçulmanos e conquistar os seus territórios novamente. Entretanto, somente a partir do ano de 722 que os cristãos eram conseguir algumas vitórias expressivas.

A Reconquista da Península Ibérica: Os conflitos e Desfecho

Porém, a Guerra de Reconquista como a conhecemos se consolida somente no século XI, quando a reconquista dos territórios da península ibérica passa a ser considera uma missão sagrada: expulsar aqueles que eram considerados “infiéis” das terras cristãs.

No mesmo século, os cristãos contam ainda com o apoio das Cruzadas e dos Templários para lutar contra os muçulmanos estabelecidos na península. Em pouco tempo, a cristandade havia reconquistado metade dos territórios.

Portugal consolida a sua reconquista em 1147 e passa a ser reconhecido como Estado-Nação. Essa precoce formação do Estado Nacional português irá influenciar o surgimento das Grandes Navegações que resultaram na chegada ao Brasil.

A Espanha, por sua vez, irá se consolidar somente no século XV, com o casamento de Fernando de Aragão e Isabel de Castela.

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.