Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Um resumo sobre o Movimento Diretas Já

O Movimento Diretas Já: aquilo que você precisa saber

O Movimento Diretas Já foi um dos maiores movimentos populares de todo o século XX. As consequências das mobilizações foram muito importantes para a história brasileira. 

Dessa maneira, não é de se surpreender que o movimento apareça com tanta frequência nas principais provas do país, com um destaque para o ENEM e os vestibulares.

O Movimento Diretas Já: Definição

O “Diretas Já” foi um movimento civil e popular que ocorreu nos anos de 1983 e 1984. A população, nesse momento, reivindicava o direto ao voto direto para as eleições presidenciais no Brasil.

O Movimento Diretas Já: Contexto Histórico

Em 1964, o Brasil sofreu um Golpe Militar, que resultou na instauração de uma Ditadura. O regime, que duraria 21 anos, seria marcado pela repressão e pela censura. Quatro anos depois do golpe, no ano de 1968, ocorreu a instituição do Ato Institucional número 5, conhecido como AI-5, que seria responsável por fechar o Congresso.

O Regime terminaria oficialmente no ano de 1985. Porém, já no governo do presidente Ernesto Geisel, em 1974, uma pequena abertura política foi iniciada. No ano de 1978, o AI-5 seria extinto e, posteriormente, no ano de 1982, seriam realizadas eleições diretas para eleger os governadores de cada estado.

O Movimento Diretas Já: As reivindicações populares

A população não queria somente eleger os governadores de seus estados: todos queriam ter o direito de eleger o Presidente do país.

Assim, no ano de 1983, inicia-se um forte movimento popular que reivindicava o direito ao voto direto para o cargo de Presidente (daí o seu nome “Diretas Já”). O movimento pedia que fosse aprovada, no Congresso Nacional, a Emenda Constitucional do deputado mato-grossense Dante de Oliveira, que permitira as eleições diretas para a Presidência da República. Porém, a ementa não foi aprovada.

No mesmo ano, o deputado federal Ulysses Guimarães, um dos maiores apoiadores do movimento pelas eleições diretas, fez um discurso em um debate em Goiânia que seria o estopim para o início de uma série de comícios e movimentações a favor das eleições por todo o país.

O movimento Diretas Já pode ser considerado a maior mobilização popular da História Brasileira e, talvez, de todo o século XX. As mobilizações aconteceram no país inteiro, por meio de passeatas e comícios que reuniam Artistas, intelectuais, civis e políticos. Porém, estatísticas afirmam que a maior concentração teria acontecido na cidade do Rio de Janeiro, no dia 10 de abril de 1984, com a presença de um milhão de pessoas em um comício na Candelária.

O Movimento Diretas Já: Consequências

As eleições diretas para Presidente não aconteceram naquele ano. Porém, o movimento fez com que fossem realizadas negociações para acabar com o Regime Militar: o que de fato acontece no ano de 1985, com a eleição de  Tancredo Neves de forma indireta.

As eleições diretas para o cargo de Presidente da República só aconteceriam no ano de 1989.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.