Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Úlceras nos olhos e ceratites infecciosas podem ocorrer ao dormir com lente de contato

photo-1564638279203-15437089e851
Banco de Imagens: Unsplash

O uso de lentes de contato é considerado muito vantajoso, visto que além de discretas, as lentes não embaçam ou incomodam fisicamente, como é o caso dos óculos de grau.

Apesar disso, devido ao contato mais direto com a região dos olhos, as lentes podem aumentar o risco de complicações, como por exemplo, conjuntivite, olhos vermelhos e ressecados, inclusive, ocasionar úlceras na córnea.

Essas consequências podem ser reflexo da falta de higienização adequada e maus hábitos, como o costume de dormir com as lentes de contato.

Riscos de dormir com a lente de contato

photo-1601570445156-17eb20a7bd1e
Banco de Imagens: Unsplash

Apesar das lentes de contato serem desenvolvidas para se adequar perfeitamente aos olhos sem provocar incômodos, vale destacar, que dormir com um objeto estranho para o corpo, não é indicado.

Isso porque o globo ocular é uma região extremamente sensível, por isso, o tempo recomendado para o uso das lentes deve ser de 8 a 10 horas.

Além disso, na parte da noite há uma redução significativa da lubrificação dos olhos, o que pode aumentar os riscos de irritações.

Essa falta de lubrificação e até oxigenação da córnea pode levar a sérias consequências, como por exemplo, a ceratite e a úlcera.

Ceratite

A ceratite é uma inflamação dos olhos bem comum aos usuários de lente de contato, que fazem uso do acessório na hora de dormir.

Esta inflamação não é considerada muito grave, entretanto, traz possibilidades para infecções mais sérias, visto que bactérias e fungos podem invadir os tecidos oculares.

Entre os principais sintomas da ceratite é comum o portador sentir:

  • Dor nos olhos
  • Lacrimejamento
  • Vermelhidão
  • Visão turva
  • Desconforto com a luz

Além disso, a inflamação pode ocorrer de forma bacteriana, exigindo um tratamento urgente.

A ceratite bacteriana pode resultar na perfuração da córnea, gerando sérios riscos de afetar a capacidade visual.

Úlcera de córnea

A úlcera é uma ferida que pode atingir desde a cama externa da córnea chegando até perfurar tecidos importantes para a capacidade ocular.

A causa da ulcera de córnea é de origem infecciosa podendo ser desde uma ceratite mal tratada, dentre outras manifestações de bactérias e vírus.

Além da ceratite, a conjuntivite também pode evoluir para uma quadro de úlcera de córnea, que deve ser tratado com emergência, a fim de não afetar a visão de forma irreversível.

Os tratamentos tanto para ceratite, conjuntivite e até da própria úlcera de córnea, geralmente segue uma base de colírio, uso de lentes terapêuticas e em casos mais graves, procedimento cirúrgicos.

Para evitar essas complicações, entre outras, como arranhões na superfície da córnea, irritação, conjuntivite tóxica, ressecamento e aderência da lente; o ideal é nunca dormir usando a lente de contato, além de mantê-la sempre higienizada, conforme a orientação do médica oftalmologista.

A assepsia das mãos de forma constante, também pode ajudar a prevenir possíveis infecções, já que levar à mão ao olho pode trazer inúmeros germes e bactérias até a lente.

A solução do estojo, onde ficam acondicionadas as lentes, também deve ser trocada pelo menos uma vez ao dia.

 

 

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.