Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Três técnicas práticas de memorização para Concursos Públicos

Muitos concurseiros se queixam de estudar muito e, ainda assim, sentirem que não absorveram todo o conteúdo. Isso se dá porque o cérebro humano não retém todas as informações de primeira.

Nesse sentido, o cérebro não guarda na memória todas as informações recebidas diariamente, de modo que, se determinado assunto estudado não for repassado em um curto período temporal, 50% desse conteúdo é esquecido em 24 horas, podendo restar apenas 20% do que foi estudado em um período maior.

A tendência é que o cérebro vá perdendo gradativamente e muito rapidamente as informações nele retidas. Assim, é fundamental recorrer a técnicas práticas de memorização para garantir a absorção completa do conteúdo.

Três técnicas de memorização para concurseiros

Muitos dos métodos comumente utilizados pelos estudantes nem sempre são adequados ou efetivamente eficazes para aqueles que estão se preparando para concursos. Por esse motivo, apresentamos abaixo três técnicas pensando justamente em concurseiros. Confira!

Flash Cards

A técnica de utilização de flash cards consiste na formulação de perguntas após o estudo e a compreensão de determinado assunto. Essas perguntas devem ser escritas em fichas ou em cartões e, no verso, você deve escrever a resposta para cada uma dessas perguntas.

A criação das perguntas estimula o seu cérebro a ir além do conteúdo lido, passando para um nível mais completo de compreensão do assunto. Durante as revisões, você deve tentar responder as perguntas dos cards e deve conferir se acertou no verso, onde se encontra a resposta.

Assim, além de trabalhar a memorização, você saberá quais tópicos do assunto ainda precisa estudar detalhadamente (quando errar a resposta) e quais assuntos você já domina (quando acertar a resposta).

Fichamentos

Criar fichamentos é também uma excelente técnica de memorização. Para isso, recomendamos que durante a leitura dos textos, livros e apostilas, você marque os trechos mais importantes, claro, de acordo com a cobrança que os concursos fizeram em provas anteriores.

Posteriormente, você deve resumir as ideias grifadas de forma sucinta e escrevê-las em cadernos ou fichas, organizando-as por tópicos ou palavras-chave. Assim, com a releitura dessas sínteses, você poderá relembrar os tópicos mais importantes do material estudado.

Revisão

Por fim, a revisão é indispensável para atuar na memorização dos assuntos estudados. Isso já foi comprovado, inclusive, com os estudos sobre A Curva do Esquecimento.

Assim, é importante revisar periodicamente todos os assuntos estudados. Então, separe sempre um tempo do seu estudo diário para revisar através dos flash cards, dos fichamentos e dos resumos criados por você. Sem a técnica de revisão, as demais técnicas de memorização perdem também a eficácia.

E aí? Gostou das nossas dicas? Então deixe seu comentário!

Confira Estudos: 5 dicas para estudar melhor de acordo com a ciência.
Veja também Como manter a motivação nos estudos? Confira 5 dicas!

Estudos: 5 dicas infalíveis para melhorar seu rendimento nos estudos

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.