Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

TJ – RS publica novo edital para concurso público

As vagas são para nível médio e superior

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul (TJ – RS) anuncia um novo concurso público para duas vagas, destinadas a contratação de Analista judiciário – Engenharia Civil, para uma vaga, e Técnico em Informática, também para uma vaga.

As atividades próprias do cargo de Analista Judiciário, na Área de Apoio Especializado para Engenharia Civil, serão realizadas na Direção de Logística e/ou nos locais em que sejam necessárias e do cargo de Técnico em Informática serão realizadas na Direção de Tecnologia da Informação e Comunicação, ambas em Porto Alegre (RS).

A jornada será de 40 horas semanais. A remuneração mensal será de R$ 4.712,55 para Técnico em Informática, e R$ 7.352,93 para Analista Judiciário.

O valor da taxa de inscrição é de:

  • R$ 212,00 (duzentos e doze reais) para o cargo de Analista Judiciário – Área de Apoio Especializado para Engenharia Civil;
  • R$ 93,00 (noventa e três reais) para o cargo de Técnico em Informática.

Vale ressaltar que o pagamento da taxa deve ser efetuado até 1º de outubro de 2021. Entretanto, os candidatos que se enquadram nos critérios especificados no edital, poderão solicitar a isenção da taxa.

Como se inscrever?

Os interessados em participar do concurso podem se inscrever no período de 22 de julho até às 16h59 do dia 20 de agosto de 2021, por meio do site do Instituto Brasileiro de Gestão e Pesquisa (IBGP).

O Comprovante Definitivo de Inscrição (CDI), contendo a data, o horário e o local da realização das provas será disponibilizado em até 10 (dez) dias antes da data provável de aplicação das provas, no endereço eletrônico: www.ibgpconcursos.com.br, na “Área do Candidato” – opção “Meus Concursos”, clicar no ícone “CDI” para gerar o arquivo contendo os dados sobre o local das provas.

Caso o candidato não visualize seu CDI dentro do período, deverá entrar em contato pelo email: concursotjrs@ibgp.org.br.

Requisitos exigidos para cada cargo

Para concorrer a uma das oportunidades ofertadas, é necessário que o candidato possua escolaridade em níveil médio, para o cargo de Técnico em Informática, e superior em Graduação em Engenharia Civil, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC), para o cargo de Analista Judiciário.

Além disso, para o cargo de Técnico em Informática, é preciso ter:

  • Curso de aperfeiçoamento na área (mínimo de 80 horas), comprovado através de cópia do certificado de conclusão de curso técnico, reconhecido pelo MEC e/ou Conselhos Estaduais da Educação;
  • Experiência mínima comprovada de 01 (um) ano em serviços conexos com as funções do cargo. Isso pode ser comprovado por registro na Carteira de Trabalho (CTPS), ou atestado fornecido por órgão público.

E para o cargo de Analista Judiciário, além da graduação concluída, é preciso apresentar registro legal para o exercício profissional no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA).

Sobre a prova

As Provas Objetivas serão aplicadas na cidade de Porto Alegre, em um domingo, na data prevista de 5 de dezembro de 2021, no turno da manhã, com duração de 5h (cinco horas). A prova terá questões objetivas, de caráter eliminatório e classificatório.

Para o cargo de Técnico em Informática, a Prova Objetiva terá 80 questões, valendo um ponto cada, assim distribuídas:

  • Parte 1: 16 questões de Língua Portuguesa;
  • Parte 2: 40 questões de Conhecimentos Específicos;
  • Parte 3: 12 questões de Língua Inglesa;
  • Parte 4: 12 questões de Tópicos de Legislação.

Para o cargo de Analista Judiciário – Área de Apoio Especializado para Engenharia Civil, a Prova Objetiva também será composta por 80 questões, divididas em:

  • Parte 1: 20 questões de Língua Portuguesa;
  • Parte 2: 40 questões de Conhecimentos Específicos;
  • Parte 3: 10 questões de Microinformática;
  • Parte 4: 10 questões de Tópicos de Legislação.

Vigência

De acordo com o edital de abertura, o certame terá validade de dois anos, contados a partir da data de homologação do resultado final, prorrogáveis por igual período.

Procedimentos sanitários devido à pandemia da Covid-19

O edital do concurso providenciou algumas medidas e orientações, zelando pela saúde de concursandos e prestadores de serviços de coordenação. Eles se destinam aos candidatos que estão infectados com a COVID-19, manifestem sintomas respiratórios e/ou febre, estão em isolamento sanitário em decorrência da infecção, ou forem contactantes (entraram em contato com algum infectado) de COVID19, além dos candidatos que apresentarem sintomas respiratórios agudos e/ou febre.

Quem testou positivo para Covid-19

Não poderá fazer a prova, mas terá seu direito de restituição da inscrição garantido, desde que encaminhe para o e-mail concursotjrs@ibgp.org.br, até 12 horas antes da prova, o laudo do exame RT-PCR que detecta a presença do RNA do vírus Sars-CoV-2, devendo para tanto estar devidamente descrito no laudo o resultado de positivação quanto ao vírus, a data de emissão e a assinatura do profissional do laboratório. No corpo do e-mail, escreva solicitando sua restituição da inscrição motivada pela contaminação.

Quem apresenta sintomas respiratórios com ou sem febre, ou teve contatos com positivados

Quem ainda não obteve confirmação de seu caso como COVID-19, poderão fazer prova. Mas é necessário que sua condição seja encaminhada para o e-mail concursotjrs@ibgp.org.br, de 14 dias até 12 horas antes da prova, para que seja estabelecido atendimento especial, e será reservada uma sala de isolamento, para realização da prova.

Quem apresentou sintomas respiratórios com ou sem febre com menos de 12 horas para a prova

Caso a sintomatologia respiratória aguda e/ou febre, ainda não confirmada como COVID-19, se iniciem em tempo inferior a 12 horas agendada para o início das provas, e o candidato se sinta em condições de realizar a prova, ele deverá se dirigir no dia da prova à Coordenação do Concurso, que estará identificada com crachá do Concurso Público, usando máscara e mantendo uma distância de, no mínimo, um metro e meio, e informar seus sintomas. A Coordenação do Concurso irá orientar quanto a resolução de isolamento sanitário.

O que faz o Tribunal de Justiça (TJ) de um estado?

O Poder Judiciário é o ramo do Estado responsável pela solução de conflitos da sociedade e garantia de direitos dos cidadãos.

O Tribunal de Justiça é um órgão colegiado (em que há representações diversas e as decisões são tomadas em grupos) constituído de juízes de segunda instância, chamados de desembargadores. A Justiça Estadual, integrante da Justiça comum (junto com a Justiça Federal), é responsável por julgar matérias que não sejam da competência dos demais segmentos do Judiciário – Federal, do Trabalho, Eleitoral e Militar.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.