Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Existe um tempo ideal de pausa entre tarefas?

Será que existe um tempo ideal de pausa entre tarefas? Quantos minutos de descanso são suficientes para nos sentirmos mais focados e motivados?

Bem, antes de qualquer coisa, queremos dizer que este conteúdo não diz respeito ao tempo de pausa estipulado por Lei. Estamos tratando apenas de algumas reflexões sobre as pequenas pausas que damos ao longo do dia (que podem ser de 10 ou 5 minutos), entre uma tarefa e outra. 

Afinal, cumprir uma carga de tarefas sem parar nenhum minuto pode não ser um caminho muito promissor. Pois como conseguiremos manter a energia e o foco dessa forma? Venha pensar com a gente sobre o assunto. 🙂

Existe um tempo ideal de pausa entre tarefas?

Na realidade, não podemos cravar um tempo ideal de pausa entre uma tarefa e outra. Novamente, não estamos falando das pausas resguardadas por Lei, ok? O que queremos discutir aqui é que as pausas no trabalho, sejam elas de poucos minutos, têm um papel muito importante na nossa rotina. 

Porém, como cada organismo e cada pessoa é única, não existe a possibilidade de travar um tempo mínimo ou máximo de pausa. Tudo dependerá de uma série de fatores, como: estilo de vida, tarefas que estão sendo executadas, saúde mental, hábitos, e muitos outros pontos.

Por isso, cuidado com as “receitas prontas” que vemos na internet. Às vezes, você não precisa de uma pausa de 10 minutos para aumentar a produtividade exponencialmente – no seu caso, 7 minutos podem ser suficientes.

Cabe a você avaliar a sua rotina e verificar o que pode ser relevante para a sua saúde física e mental, sem descartar as recomendações dadas pelo seu psicólogo ou médico, claro.

Por que as pausas são tão importantes?

As pausas são fundamentais em nossa rotina. Elas fazem a diferença na hora de termos mais energia e bem-estar no trabalho e em outros âmbitos de nossa vida.

Isso decorre do fato de que o nosso cérebro tem um chamado “tempo de saturação”. Isto é, existe um “limite de tempo” natural para o foco e a concentração. Sendo assim, é válido dizer que não seremos produtivos o tempo todo, mesmo que queiramos e “façamos força” para isso.

De tempos em tempos, o nosso cérebro pode ficar um pouco sobrecarregado. E é aí que entram as pausas estratégicas.

Elas podem ser curtas – nem sempre são necessárias horas para restabelecer a energia mental, e podem acontecer ao longo do dia de forma equilibrada e saudável.

Assim, é possível construir uma rotina de trabalho que seja mais agradável. Afinal, você descansará a mente, mesmo que por 5 minutos, e poderá retomar o trabalho com chances de ter menos estresse.

Pois pare e pense naquele problemão que você não conseguir resolver de forma alguma, mas que conseguiu depois de uma pausa de 5 minutos. Ele pode ser uma das provas de que a pausa faz com que o nosso cérebro tenha um pequeno descanso que ajuda a devolver o foco depois.

Por isso, embora não haja um tempo ideal de pausa entre tarefas – salvo as pausas protegidas por Lei, a verdade é que elas são essenciais para o nosso bem-estar e fluxo de trabalho.

Você tem feito pequenas pausas na rotina?

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.