STF: EXCELENTE NOTÍCIA para os aposentados do INSS

STF: EXCELENTE NOTÍCIA para os aposentados do INSS

Muitos aposentados poderão ter um aumento significativo no valor de suas aposentadorias

Os aposentados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) pode comemorar, pois tiveram uma excelente notícia após decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) em dezembro de 2022. Isso porque houve a conclusão do julgamento da revisão da vida toda a favor dos segurados da previdência.

Isso significa que as contribuições realizadas antes do Plano Real (em julho de 1994) poderão ser incluídas no cálculo previdenciário. Assim, muitos aposentados poderão ter um aumento significativo no valor de suas aposentadorias.

Em 1999, foi criada uma regra que excluía as contribuições antes do Plano Real no cálculo previdenciário, prejudicando os contribuintes. No entanto, o STF questionou a regra, pois afirmou que os beneficiários poderiam incluir as contribuições anteriores, caso houvesse vantagem para a obtenção do benefício.

A decisão ocorreu em dezembro de 2022 e favoreceu os segurados, com 6 votos a favor e 5 contra. Por isso, agora os beneficiários devem ficar atentos às mudanças e entender quem tem direito a recorrer ou não. Confira todas as informações a seguir.

O que é a revisão da vida toda para os aposentados do INSS?

A revisão da vida toda tem o objetivo de fazer uma reavaliação das aposentadorias do INSS, visando trazer mais vantagens para o segurado. Isso porque a inclusão das contribuições realizadas antes do Plano Real podem trazer um impacto positivo para o valor mensal do benefício.

No entanto, ela não é realizada de forma automática pela previdência. Assim, os aposentados que receberam a primeira parcela do seu benefício entre 29 de novembro de 1999 e 12 de novembro de 2019 (último dia antes da Reforma da Previdência) poderão solicitar a revisão.

Vale destacar também que o aposentado tem o prazo de até 10 anos para solicitar a revisão, contados a partir do recebimento da primeira parcela. Ou seja, se você recebeu a primeira parcela do seu benefício em março de 2013, poderá solicitar a revisão até abril de 2023.

Vale a pena solicitar a revisão?

A revisão da vida toda é uma excelente notícia para os aposentados do INSS. No entanto, é importante analisar cada caso de forma individual, pois a reavaliação pode não trazer vantagens para todos os beneficiários.

A seguir, confira em quais situações a revisão da vida toda pode ser vantajosa para os beneficiários:

  • Se o contribuinte realizou menos contribuições ao INSS após o ano de 1994, em comparação com os anos anteriores;
  • Caso o contribuinte tenha tido salários mais altos antes de 1994, pois pode aumentar a média salarial das contribuições;
  • Se o contribuinte teve salários mais baixos após a implantação do Plano Real, o que ocasionou uma aposentadoria de menor valor com a regra imposta em 1999.

Sendo assim, é fundamental conhecer o seu histórico de contribuições detalhadamente antes de entrar com o pedido de revisão da vida toda.

O recomendado é realizar um estudo com um advogado especialista em direito previdenciário. Dessa forma, o seu caso será analisado de forma isolada e você poderá ter a certeza de que realmente terá vantagens ao realizar a solicitação.

Me aposentei após a Reforma da Previdência, tenho direito a revisão da vida toda?

Por fim, vale ressaltar que quem se aposentou depois da Reforma da Previdência também poderá solicitar a revisão. No entanto, apenas em um caso excepcional.

Só poderão solicitar a revisão os aposentados que já tinham cumprido todos os requisitos mínimos exigidos para a aposentadoria até 12 de novembro de 2019, mas resolveu solicitar  benefício apenas após a reforma.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.