Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Renda Pará: Veja quem recebe nesta semana

Aniversariantes de outubro e novembro poderão receber.

Desde o dia 15 de janeiro, o governo de Pará reiniciou os pagamentos do programa Renda Pará e assim seguirá até o dia 09 de fevereiro.

Dessa maneira, o governo estadual conseguirá finalizar a terceira etapa da medida, que busca redistribuir renda para os que mais precisam.

No dia de hoje, 31 de janeiro, então, não haverá pagamentos. No entanto, estes retornam no dia 1º de fevereiro. Veja, abaixo, como continuará o calendário.

Quem já pode sacar o Renda Pará?

Desde 15 de janeiro o programa iniciou a liberação de saques. Assim, esta ocorrerá de acordo com o dia de nascimento de cada beneficiário.

Portanto, iniciando nos aniversariantes de junho, veja as liberações que já ocorreram:

  • 15 de janeiro: para participantes que nasceram de 1 a 20 de junho
  • 17 de janeiro: para aniversariantes de 21 a 30 de junho
  • 18 de janeiro: aos beneficiários que nasceram 1 a 10 de julho
  • 19 de janeiro: de 11 a 20 de julho
  • 20 de janeiro: de 21 a 31 de julho
  • 21 de janeiro: de 1 a 10 de agosto
  • 22 de janeiro: de 11 a 31 de agosto
  • 24 de janeiro: de 1 a 10 de setembro
  • 25 de janeiro: de 11 a 20 de setembro
  • 26 de janeiro: de 21 a 30 de setembro

Calendário de pagamentos desta semana

Indo adiante, o Renda Pará seguirá com os pagamentos diários, com exceção de domingos, a partir dos aniversários do participantes.

Portanto, para esta semana, os pagamentos serão da seguinte maneira:

  • 31 de janeiro, segunda-feira: não haverá.
  • 1º de fevereiro, terça-feira: recebem os beneficiários que nasceram de 1 a 10 de outubro.
  • 2 de fevereiro, quarta-feira: recebem os aniversariantes de 11 a 20 de outubro.
  • 3 de fevereiro: quinta-feira: de 21 a 31 de outubro.
  • 4 de fevereiro, sexta-feira: de 1 a 10 de novembro.
  • 5 de fevereiro, sábado: de 11 a 30 de novembro.

Em seguida, os pagamentos se encerram na próxima semana, nas datas que seguem:

  • 7 de fevereiro, segunda-feira: para os aniversariantes de 1 a 10 de dezembro.
  • 8 de fevereiro, terça-feira: de 11 a 20 de dezembro.
  • 9 de fevereiro, quarta-feira: de 21 a 31 de dezembro.

Assim, neste período de saque, os participantes poderão retirar seus valores em todas as agências do Banco do Estado do Pará (Banpará), de 8h às 12h.

O que é o Renda Pará?

O programa social do estado foi instituído pela Lei 9.139/2020 e conta com a:

  • Condução da Secretaria de Estado de Assist ncia Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster).
  • Operação pelo Banco do Estado do Pará (Banpará).

Assim, a medida busca transferir recursos aos cidadãos que mais sofreram com a pandemia de Covid-19, no sentido social e econômico.

Ademais, o programa social se iniciou em 2020 com o atendimento de 720 mil pessoas. Neste momento, o estado distribuiu o valor de R$ 100 em cota único.

Em seguida, o programa recebeu uma segunda etapa, na qual atendeu cerca de 664.162 com a mesma quantia de benefício. Desse modo, houve o total de R$ 66.416.200,00 de investimento do estado.

Por fim, o governo iniciou a terceira etapa do programa em dezembro de 2021, concedendo o valor de R$ 200 em duas parcelas. Neste momento, recebem todos os cidadãos de Pará que estão dentro do Auxílio Brasil. Portanto, além do apoio federal, este público também recebe um apoio estadual.

Veja mais: Auxílio Brasil: Quem recebe em fevereiro?

O titular da Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), Inocêncio Gasparim, falou sobre a medida.

Nesse sentido, o secretário explicou sobre o investimento do programa, que será de quase R$ 100 milhões. Este valor se direcionará cidadãos que realizaram seus cadastros até até novembro de 2021 Auxílio Brasil.

“O Renda Pará é um esforço do governo para cuidar de famílias com menor renda, que são profundamente afetadas pelo aumento dos preços dos alimentos. É uma contribuição para que as famílias paraenses continuem podendo se alimentar todos os dias”, declarou.

Pará possui benefício para portadores de hanseníase

Além do programa Renda Pará que foca nas pessoas de renda mais baixa, o estado também conta com medidas mais específicas.

Dentre estas, a campanha nacional de combate e prevenção para o tratamento precoce e enfrentamento da hanseníase vem acontecendo em razão do Janeiro Roxo. Isto é, período em que se reforça iniciativas de conscientização sobre a doença.

“O Benefício contribui de maneira significativa para a vida dos hansenianos, visto que grande parte dos beneficiários apresentam ao longo de suas vidas uma história de exclusão. A partir desta Lei, essas pessoas ganharam autonomia e conseguiram construir suas histórias de vida”, explicou a gerente estadual do Bepah, Helena Gomes.

O auxílio para este público concede um valor de 90% do menor salário de servidor público do Pará.

Assim, com esta quantia, o investimento do estado para 2021 foi de R$22 milhões, chegando em 105 municípios do estado.

Beneficiários precisam atualizar seus cadastros

Então, a Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster) irá atualizar o cadastro de quem recebe o Benefício Estadual para Pessoa Acometida pela Hanseníase (Bepah). Essa atualização ocorrerá nos meses de janeiro, fevereiro e março para quem mora nas cidades de Belém e Ananindeua.

Nesse sentido, são cerca de 1.900 beneficiários do auxílio e, para se manter nele, os participantes precisam atualizar seus cadastros.

Portanto, caso não o façam terão o bloqueio de seu benefício.

“Nesse período de atualização os usuários aparecem em massa, hoje estamos contabilizando 250 atendimentos só no mês de janeiro. Após esse período, iniciamos as visitas aos beneficiários que residem no interior do estado e tem dificuldades de locomoção”, indicou Helena Gomes.

Estado também inicia programa Bora pra Escola

Por fim, a capital de Pará, Belém, também apresentou programa próprio para estudantes.

Assim, na última sexta-feira, 28 de janeiro, a Secretaria Municipal de Educação de Belém (Semec) falou sobre o programa Bora pra Escola.

De acordo com a Semes, então, a medida está em fase de abertura das contas digitais para os depósitos das quantias. Estas contas, por sua vez, serão da Caixa Econômica Federal com pagamento nos próximos dias.

Ainda nesta semana, então, há previsão de anúncio das datas de depósito e a lista de quem foi aprovado no cadastro.

Nesse sentido, receberão aqueles estudantes que:

  • Perderam os pais para a Covid-19
  • São estrangeiros e refugiados
  • Passaram a ser criados por familiares ao longo de 2021

O programa terá o investimento de R$ 10 milhões ao auxílio estudantil, com parcelas únicas de R$ 150, R$300 e de R$ 500 a depender do grupo de estudante.

Aqueles que se interessarem ainda podem realizar cadastro no site do Bora pra Escola.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.