Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Ranking classifica a USP como melhor universidade da América Latina

O ranking AD Scientific Index 2021, publicado nesta segunda-feira, dia 11 de outubro, classificou a Universidade de São Paulo (USP) como a melhor universidade da América Latina. Conforme os organizadores, nesse ranking as universidades são avaliadas a partir do desempenho científico individual dos seus pesquisadores.

AD Scientific Index analisa o desempenho das instituições por meio de indicadores como citações no Google Scholar. De acordo com o AD Scientific Index, para a classificação de 2021, a análise foi feita com cerca de 700 mil pesquisadores, de 13 mil instituições localizadas em 200 países.

Entre as universidades da América Latina, além da USP, também teve uma boa avaliação a Universidad Nacional de La Plata, na Argentina, que ficou em segundo lugar na lista de países latinos. De acordo com os dados, o ranking avaliou 53.392 cientistas da América Latina.

No Brasil, a avaliação foi feita com 31.317 pesquisadores, de 439 universidades. No ranking geral de países com pesquisadores mais bem avaliados, o Brasil ficou na 17ª posição. Além da USP, outras 5 universidades brasileiras ficaram entre as 10 melhores da América Latina:

  • 1º lugar: Universidade de São Paulo (USP);
  • 3º lugar: Universidade Estadual de Campinas (Unicamp);
  • 6º lugar: Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp);
  • 7º lugar: Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);
  • 8º lugar: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); e
  • 9º lugar: Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Já no ranking geral, a USP ficou em 100º lugar entre as universidades com mais cientistas produtivos e influentes do mundo. 

Clique aqui e confira o ranking.

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia também UFJF: estão disponíveis as notas finais dos módulos I e II do Pism 2021.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.