Quer sair do aluguel? Veja dicas que podem te ajudar!

Se você quer sair do aluguel, sabe o quanto esse sonho pode ser muito importante em sua vida. Afinal, quem sonha com a casa própria sabe o quanto adquirir o próprio imóvel pode ser algo muito significativo.

Porém, sabemos que não é tão simples comprar um imóvel e sair do aluguel. Existem alguns impasses que podem tornar a situação mais difícil. Ainda assim, existem caminhos que podemos seguir em busca dos nossos objetivos.

Neste texto, reunimos algumas dicas que podem te ajudar nesse sentido. Acompanhe!

Veja dicas para quem quer sair do aluguel

Para quem quer sair do aluguel, existem dois pontos que são considerados indispensáveis: o planejamento e a disciplina. Planejamento porque não é da noite para o dia que podemos, simplesmente, de forma abrupta adquirir um imóvel. Disciplina porque precisamos manter o foco em nosso objetivo, mesmo quando o desânimo e a desmotivação aparecerem.

Com esses dois pilares sendo constantemente reforçados em nossas vidas, ficará mais fácil atingir nossos sonhos lá na frente.

A seguir, apresentamos alguns passos que podem ajudar você nessa jornada:

1. Tenha clareza de quanto dinheiro sobra por mês

Você já parou para fazer as contas e verificar quanto dinheiro sobra por mês? Muitas pessoas ainda nem sabem quanto dinheiro realmente sobra e quanto elas acabam gastando sem nem perceber.

Por isso, coloque tudo na ponta do lápis: os gastos fixos, como aluguel, telefone, água, luz, etc., e os variáveis, como lazer, delivery, imprevistos, entre outros.

Depois disso, verifique quanto sobra na sua conta, todos os meses – e se realmente sobra.

Quer sair do aluguel? Veja dicas que podem te ajudar!
Quer sair do aluguel? Veja dicas que podem te ajudar! Foto: Canva.

2. Analise os gastos fixos e variáveis de comprar um imóvel

Se você quer sair do aluguel, deve estar ciente de que precisará pagar uma série de gastos variáveis ao comprar um imóvel. Isto é, além da parcela do seu financiamento, você ainda terá o custo de manutenção, jardinagem (se quiser), entre outras possibilidades semelhantes.

Ter isso anotado e projetado com base no tipo de imóvel que você quer comprar é fundamental. Assim, além de juntar dinheiro para a compra em si, você também faz uma “reserva”.

3. Faça um planejamento com base nas informações coletadas

Com base nas informações que você coletou nos passos anteriores, monte o seu planejamento. Considere fatores como:

  • O que eu posso economizar por mês?
  • Quanto consigo guardar para dar entrada na minha casa?
  • Qual tipo de imóvel posso adquirir?
  • Quantos meses preciso juntar para pagar minha casa?

Respondendo essas perguntas, você poderá ter metas mais bem definidas, o que facilitará na hora de juntar o dinheiro necessário. 

4. Viva como se tivesse financiado

Se você pensa em financiar porque quer sair do aluguel, considere viver como se já tivesse pagando as parcelas.

Por exemplo, se você paga R$ 1000 de aluguel e o financiamento será de, no mínimo, R$ 2000, considere pagar o aluguel e guardar os outros R$ 1000 para a reserva de entrada da sua casa.

Assim, você já adapta o seu estilo de vida e, quando realmente financiar a casa, já estará muito mais adaptado a essa nova realidade, além de ter um dinheiro guardado para a entrada, documentos e afins.

Pense nisso e boa sorte!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.