Quem tem Bolsa Família pode ter cartão de crédito?

Muitos brasileiros, na hora de cuidar da vida financeira, perguntam-se se quem tem Bolsa Família pode ter cartão de crédito e se é possível fazer essa solicitação.

Neste texto, esclarecemos essa dúvida, trazendo mais detalhes sobre o assunto. Acompanhe e confira.

Quem tem Bolsa Família pode ter cartão de crédito?

Não existem nenhuma regra explícita que proíba um beneficiário do programa de ter acesso a um cartão de crédito. Isso significa que, sim, quem tem Bolsa Família pode ter cartão de crédito, desde que a instituição financeira ofereça esse serviço.

Dito de outra forma, não há impeditivos para que a pessoa faça solicitação do cartão, no entanto, ainda assim é preciso ter consciência de que as instituições analisarão as suas finanças e as suas movimentações bancárias para verificar se é possível liberar o serviço para você ou não.

Inclusive, as instituições também podem verificar o chamado score do Serasa, para averiguar se você paga as suas contas em dia, se já possui empréstimos ou solicitações de crédito recentes, entre outros aspectos.

Dessa maneira, caso o seu score seja considerado interessante, e você tiver uma rotina financeira razoável, existem possibilidades de conseguir o seu cartão de crédito. Quanto ao limite, isso também será oferecido de acordo com as análises feitas pela instituição.

quem tem Bolsa Família pode ter cartão de crédito
Quem tem Bolsa Família pode ter cartão de crédito. Foto: Canva.

Quais outros serviços bancários são possíveis?

Como vimos acima, quem tem Bolsa Família pode ter cartão de crédito sem problema algum, caso a instituição libere o serviço. Só que o que muita gente não sabe é que os beneficiários também podem ter acesso a uma série de serviços bancários normalmente.

Esse tipo de dúvida, se um beneficiário pode realmente fazer solicitações de serviços em banco, pode surgir por conta de a renda familiar per capita no Bolsa Família ser de R$ 218. Ao se deparar com esse valor, muitas pessoas o confundem com outros valores, como o limite do cartão de crédito, um dinheiro recebido via empréstimo, e assim por diante.

Entretanto, os critérios do programa são baseados na renda da pessoa, e não nos serviços bancários que ela tem acesso. Isso quer dizer que quem tem Bolsa Família pode:

  • Abrir contas em banco;
  • Solicitar cheques;
  • Solicitar um cartão de crédito;
  • Pedir empréstimo;
  • Financiar casa ou carro;
  • Entre outras transações.

A vida financeira da pessoa não precisa ficar totalmente “parada” para ela receber o benefício. Uma coisa não tem nada a ver com a outra.

O benefício do Bolsa Família tem como objetivo oferecer às famílias de baixa renda uma oportunidade de garantir alimentação, saúde e educação para os membros que convivem no mesmo lar. Dito de outro modo, o objetivo nunca foi nem nunca será controlar a vida financeira da pessoa.

Se ela precisa de um serviço oferecido pelas instituições financeiras, poderá solicitar e, caso seja aprovado, poderá usá-lo sem problema algum, sem que isso venha a impactar o recebimento dos pagamentos mensais do programa.

Não se esqueça de compartilhar este conteúdo com quem possa se beneficiar dessa informação!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.