Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Quase 70% dos alunos usam Bolsa Estágio para ajudar sustento da Família

Pesquisa divulgada pelo CIEE nesta semana, mostra que maioria dos estudantes usa dinheiro do estágio para ajudar a família

Balada? Roupa nova? Barzinho? Não. Dados de uma nova pesquisa divulgada nesta semana, mostra que a maioria dos estudantes usam o dinheiro recebido em estágios remunerados para ajudar no sustento da família. Os dados foram divulgados pelo Centro de Integração Empresa Escola (CIEE) com base no ano de 2021.

Segundo informações do levantamento, 69% dos alunos que estavam em estágios remunerados no ano de 2021, usaram o dinheiro, ou ao menos uma parte dele, para ajudar no sustento da família. Pouco mais de 34% afirmam que usavam a quantia para pagar a própria mensalidade da faculdade que estavam cursando.

Além disso, 16% afirmam que ao menos uma parte do dinheiro do estágio serviu para ajudar nas despesas de casa, 11% falaram que a quantia ajudou na feira, 10% nas despesas médicas de casa e 6% com o transporte que os familiares precisam fazer todos os dias no trajeto para o trabalho.

Os dados do CIEE revelam que existiu uma leve queda na porcentagem de estudantes que vivem esta realidade. Em 2021, 69% dos alunos disseram que usavam o dinheiro do estágio no sustento da família. Em 2020, essa taxa era de 70%. De todo modo, analistas dizem que o cenário é de estabilidade em um patamar alto.

Quando se compara os números com os dados registrados em 2019, o cenário de alta se torna um pouco mais claro. Na ocasião, 67% dos alunos diziam que usavam a quantia do estágio no sustento da família. Houve, portanto, um aumento de três pontos percentuais na taxa de alunos que usam o dinheiro com esta intenção.

Valor subiu

O levantamento mostra ainda que o valor médio dos pagamentos da chamada Bolsa Estágio para os estudantes cresceu. Quando se compara os números de 2020 com os de 2021, percebe-se que a elevação foi de R$ 895,22 para R$ 1.023,69.

De toda forma, a taxa de estudantes que recebiam benefícios como o auxílio-transporte caiu. Em 2019, o percentual era de 86%, caiu para 83% em 2020 e em 2021, passou para 78%. Há, portanto, uma curva de queda.

Em quase metade das famílias pesquisadas, a renda do estágio significa basicamente um terço de todos os ganhos de uma mesma casa. Para 9% dos casos, o dinheiro do estágio é a única renda disponível para as famílias neste momento.

Bolsa Estágio

A Bolsa Estágio é um benefício recebido por estudantes que prestam algum trabalho para uma determinada empresa ou organização. Os pagamentos são de total responsabilidade do empregador e devem ser feitos conforme as regras vigentes para esta categoria.

Segundo as regras, a Bolsa Estágio precisa ser pago apenas quando o aluno realiza o chamado estágio facultativo, ou seja, quando ele não tem a obrigação de trabalhar ou prestar o determinado serviço para aquela empresa.

No caso do estágio obrigatório, comum em diversos cursos universitários, o estudante não recebe a chamada Bolsa Estágio. Quem recebe o benefício não está protegido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), mas pela Lei de Estágio.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.