Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Prorrogação do auxílio emergencial 2021: Governo ainda não bateu martelo

De acordo com o Presidente Jair Bolsonaro, Governo vai prorrogar o benefício, mas ainda falta decidir o tamanho desta prorrogação

O Presidente Jair Bolsonaro voltou a falar nesta quinta-feira (1), sobre a prorrogação do Auxílio Emergencial. O chefe do executivo disse que o programa vai ganhar mais alguns meses. No entanto, ele acabou deixando claro que o Governo ainda não sabe qual vai ser o tamanho desse processo.

“Dois ou três meses”, disse o Presidente quando alguém o perguntou sobre a prorrogação do Auxílio. Então dá para dizer que o Planalto ainda não tomou uma decisão completa sobre essa história. Dessa forma, não dá para saber se o programa vai durar até o próximo mês de setembro ou outubro.

Na última semana, o Ministro da Economia, Paulo Guedes, sinalizou que o programa teria mais três pagamentos com os valores atuais. Na ocasião, ele garantiu que o Presidente Jair Bolsonaro faria um pronunciamento para confirmar essa informação até esta sexta-feira (2). No entanto, isso não aconteceu até aqui.

E pela fala de Bolsonaro nesta tradicional live de quinta-feira, dá para dizer que o Governo Federal ainda não bateu o martelo sobre esse assunto em questão. Esperava-se que nesta altura, o Planalto não apenas tivesse essa resposta como também explicasse uma série de outros pontos sobre essa prorrogação do Auxílio.

Falta saber, por exemplo, se o número de pessoas que recebem atualmente o benefício vai seguir o mesmo pelos próximos meses. Os cidadãos também possuem dúvidas sobre um possível aumento ou diminuição do valor das parcelas nestes meses adicionais. Tudo isso ainda está sem respostas oficiais.

Duração do Auxílio

No entanto, saber a duração do Auxílio Emergencial também é importante por um outro motivo. É que a resposta para esta questão vai acabar definindo quando vai começar o pagamento do novo Bolsa Família no Brasil.

Caso o Auxílio Emergencial tenha uma prorrogação de dois meses, então os repasses seguiriam até o próximo mês de setembro. Nesta situação, o novo Bolsa Família entraria em cena em outubro.

No entanto, se o Auxílio tiver três meses de duração, então os pagamentos seguiriam até o próximo mês de outubro. Neste caso, o novo Bolsa Família seria empurrado para começar apenas no próximo mês de novembro. Seria portanto mais tempo de espera.

Pressa do Congresso

Demorar para anunciar esses detalhes pode fazer toda a diferença nesta situação. Pelo menos foi isso o que o Presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) disse em entrevista ainda na última semana.

De acordo com o parlamentar, o Governo precisa ser mais rápido com esses detalhes porque o Congresso não teria muito tempo para analisar todas essas propostas este ano. Ele até disse que o Planalto deveria ter decidido tudo isso ainda no primeiro semestre.

Vale lembrar que o Bolsa Família tem um prazo para apresentação. Se o Governo não aprovar o projeto até o fim deste ano, a papelada vai para a gaveta. Isso porque eles não podem iniciar programas como estes em anos eleitorais. E 2022, é justamente um ano de eleições presidenciais. Então é muito importante prestar atenção nestes prazos neste momento.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.