Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Prefeitura de Nova Ubiratã – MT abre novo Processo seletivo

Edital tem vagas de nível médio completo na administração municipal

No Estado do Mato Grosso, a Prefeitura Municipal de Nova Ubiratã abre novo edital de processo seletivo simplificado que tem por objetivo preencher vagas em cargos de nível médio completo.

As oportunidades são para os cargos de Agente de Combate às Endemias (5 vagas) e Agente Comunitário de Saúde (15 vagas). O salário oferecido será no valor de R$ 1.550,00 mês, por carga horária de 40 horas semanais.

INSCRIÇÃO

Os interessados em concorrer a uma das vagas poderão se inscrever até o dia 26 de julho de 2021, presencialmente, na Secretaria Municipal de Saúde, localizada na Avenida Getúlio Vargas, nº 202, Centro.

PROVAS

O processo seletivo contará com provas objetivas (caráter classificatório e eliminatório) com questões distribuídas entre as disciplinas de língua portuguesa, matemática, conhecimentos gerais e conhecimentos específicos. As avaliações serão realizadas em data provável no dia 8 de agosto de 2021.

A seleção é válida por 12 meses, a contar da data de homologação do resultado final, prazo este que poderá ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério da administração municipal.

Atribuições

I – Realizar diagnóstico demográfico, social, cultural, ambiental, epidemiológico e sanitário do território em que atuam, contribuindo para o processo de territorialização e mapeamento da área de atuação da equipe; II – Desenvolver atividades de promoção da saúde, de prevenção de doenças e agravos, em especial aqueles mais prevalentes no território, e de vigilância em saúde, por meio de visitas domiciliares regulares e de ações educativas individuais e coletivas, na UBS, no domicílio e outros espaços da comunidade, incluindo a investigação epidemiológica de casos suspeitos de doenças e agravos junto a outros profissionais da equipe quando necessário; III – Realizar visitas domiciliares com periodicidade estabelecida no planejamento da equipe e conforme as necessidades de saúde da população, para o monitoramento da situação das famílias e indivíduos do território, com especial atenção às pessoas com agravos e condições que necessitem de maior número de visitas domiciliares; IV – Identificar e registrar situações que interfiram no curso das doenças ou que tenham importância epidemiológica relacionada aos fatores ambientais, realizando, quando necessário, bloqueio de transmissão de doenças infecciosas e agravos; entre outros.

EDITAL 01/2021

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.